quarta-feira, 30 de abril de 2008

Depois dizem que não tem lobby...


Essa nota saiu na semana passada no site da FCF, mas só vi hoje.
Parte em defesa do Célio Amorim, que apitou aquele Avaí x Criciúma que todos o criticaram:

A partida do último domingo 20/04, disputada entre Avaí FC e Criciúma EC no Estádio Dr. Aderbal Ramos da Silva, em Florianópolis, que decidiu o campeão do returno da Divisão Principal 2008, teve transmissão nos sinais de tevê aberto e fechado.
O comentarista de arbitragem do Premiere Futebol Clube(PPV), Renato Marsiglia, renomado árbitro gaúcho que integrou o quadro da FIFA, atuou na Copa do Mundo de 1994 e arbitrou temporadas em Santa Catarina, avaliou a arbitragem de Célio Amorim, árbitro da nova geração da escola catarinense, com nota 9,0. A opinião qualificada ratifica a eficácia e a capacidade dos árbitros catarinenses desta nova geração.


Pergunta: Por que quando outros árbitros são tão elogiados na imprensa, eles não ganham uma notinha também no site da Federação, hein?
Não vou entrar no mérito da nota ou da avaliação do jogo, e acho que o Tardelli foi muito melhor no primeiro jogo da final do Estadual. Agora, com isso, a Federação tá assinando o atestado que está fazendo um lobby para o Célio Amorim.
E outra coisa irônica, dizer que os árbitros catarinenses da nova geração têm eficácia e capacidade é uma contradição, já que o Luiz Orlando de Souza, beirando os 50 anos, deve ser eleito o melhor árbitro do campeonato na Semana que vem, por pura e exclusiva falta de outras opções.

O meu voto pra melhor árbitro do campeonato foi para o Wagner Tardelli. Mas se tivesse direito a um segundo voto, ia no Mauro de Lima. É o que menos errou e mostrou mais tranquilidade nos jogos que trabalhei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário