segunda-feira, 30 de junho de 2008

Corinthians deve 1,5 mi à Sociedade Irineu

Deu no Lance:

O Corinthians não encontra dificuldades apenas para quitar parte da gigantesca dívida de mais de R$ 101 milhões, herdada da gestão Alberto Dualib. Outro problema é o crescente número de credores.

O mais recente deles é o minúsculo S. E. Irineu, clube amador de Santa Catarina, que formou o meia Renato, contratado pelo Timão em 2001 do Guarani, com 23 anos.

Pelo contrato firmado na época, o Corinthians pagou uma quantia ao Bugre e teria de mandar anualmente US$ 150 mil ao S. E. Irineu como aluguel do passe até que os 50% fossem quitados integralmente.

– O problema é que esses US$ 150 mil nunca foram pagos. E quando Renato foi negociado com o Flamengo, o tal Irineu também não recebeu o que lhe cabia – diz o presidente corintiano, Andrés Sanchez.

Resultado: o clube catarinense entrou na Justiça e ganhou causa para receber R$ 3,3 milhões. O Corinthians conseguiu um acordo. E ficou de pagar 15 parcelas de R$ 100 mil, totalizando R$ 1,5 milhão.


A Sociedade Irineu, de propriedade do hoje Diretor de Futebol do JEC, Irineu Machado, é um clube conhecido como formador de jogadores, e já firmou algumas vezes acordos com o próprio Joinville para participação em Campeonatos de Base.

Dessa vez, Irineu achou a sorte grande e vai levar uma Bolada, por culpa da incompetência dos dirigentes Corintianos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário