terça-feira, 8 de julho de 2008

Conheça a Segundona: Hercílio Luz

HERCÍLIO LUZ FUTEBOL CLUBE
Fundação: 22 de dezembro de 1918
Estádio: Aníbal Costa (13 mil lugares)
Cores: Branco e Vermelho


Não vou tocar no assunto da rivalidade com o Atlético Tubarão, já tratado mais embaixo aqui no Blog. Vamos falar do time, o mais antigo da Segundona, que volta ao Futebol depois de um longo tempo. O Leão do Sul, que já foi campeão estadual em duas oportunidades (1957 e 58), planeja seu retorno há alguns anos. Em princípio, seria uma parceria com empresários de um time gaúcho chamado Estrela Real (nunca ouvi falar), que acabou não vingando. Assim, os dirigentes tubaronenses resolveram bancar a parada, e colocar o alvi-rubro na Primeira Divisão, e fazer a cidade se igualar à Capital, com dois times na elite.

Vamos ao time: o técnico é Paulo Cunha, que tem passagens pelo Malpenza, da terceira divisão do Campeonato Italiano, Boa Viagem-CE, Tiradentes de Tijucas, São José-RS e Cruzeiro de Porto Alegre-RS. Tanto ele quanto a diretoria admitem que o Elenco é modesto, mas brigará pelo título da Segundona. Alguns jogadores do amadorismo local foram aproveitados, e após alguns amistosos, a diretoria viu que precisaria reforçar o time.

Os principais destaques do Hercílio são o meia Embu (ex-Marcílio Dias), o volante Wilson e o meia Quinhão, vindos do Atlético Tubarão. O atacante Juninho Laguna, autor de oito gols pelo Brusque no Estadual da Prinicipal, e que estava no Riograndense de Santa Maria, eliminado da Segundona Gaúcha, poderá ser anunciado.

O que esperar do Hercílio? A torcida de lá está eufórica com o time, que nos amistosos ainda nao mostrou nenhuma atuação convincente. Com um time desconhecido e um técnico idem, o Leão do Sul terá que ralar bastante para chegar lá.

Um comentário:

  1. É, parabéns ao Hercilio Luz e que consiga retornar logo a elite do futebol em SC. Só tem que esperar o Brusque subir primeiro :-))

    Além de duas vezes campão estadual (igualando em número os títulos do Renaux), foi vice em várias oportunidades no Catarinense. Uma curiosidade é que os dois títulos do Hercilio Luz (1957 e 1958) foram em cima do C.A.C.Renaux, que foi vice nestes dois anos, perdendo as decisões para o Hercilio, uma em Tubarão e outra em Brusque.

    Parabén pelo blog Rodrigo. Acho que estes fatos históricos que vc está postando sobre os clubes deveriam ter um link no início da página, mantendo-os com fácil acesso sempre. E eles podem ser atualizados e complementados.

    Espero que vc continue cada vez mais ajudando a divulgar diariamente os acontecimentos e notícias do BFC. Vamos levar o Bruscão para a divisão principal e depois para a série C.

    Abraços
    Aluizio

    ResponderExcluir