sábado, 20 de setembro de 2008

Estádio Municipal ou não?

O assunto é polêmico, e vem sendo tratado com frequência nas campanhas políticas dos três candidatos à Prefeitura de Brusque: A Construção ou não de um Estádio Municipal em Brusque.
Eu gostaria de provocar um debate em cima desse assunto. Penso que a idéia de se investir uma grana federal para se levantar um Estádio tem que ser olhada com muito carinho.

Eu sou totalmente contra a construção de um Estádio Municipal em Brusque.

E vou dar as minhas razões.

Tenho viajado pelo Estado e conheci alguns Estádios Municipais. Todos, sem exceção, tem condições terríveis de manutenção e conservação (a Arena Joinville hoje é um elefante branco sem uso, com péssimas cabines de imprensa). Em Joaçaba, Lages e Caçador, por exemplo, os Estádios mantidos pela Prefeitura carecem de cuidados com a estrutura e o gramado. E isso tem explicação. O custo de manutenção é alto, e a cidade têm prioridades mais importantes pra investir, do que um campo de futebol.

Aqui em Brusque, existe a Arena Multiuso. Ela é linda, é municipal, e custa cerca de 13 mil reais mensais ao contribuinte para mantê-la lá. Custou uma baba, tem erros crassos de planejamento e até um frigobar para cada cabine. A Arena foi inaugurada em 2005 e ainda está inacabada. Seu palco nunca recebeu um show. Os bares funcionam sem licitação. Ela não tem alvará do Corpo de Bombeiros. Hoje recebe algumas modalidades esportivas, mas não existe um projeto para tornar aquela coisa enorme em algo que seja auto-sustentável.

Queremos que a cidade tenha um Estádio funcional ou uma nova Arena Multiuso, que está lá se desgastando com o tempo?

Que o Estádio Augusto Bauer, no auge dos seus quase 80 anos de idade, está acanhado e aquém da modernidade que o Futebol de hoje exige, não é novidade. Mas eu penso que, se Brusque quiser uma nova praça de Esportes, o Brusque FC terá que erguê-lo. Sendo o dono do campo, o clube terá a responsabilidade de mantê-lo, pois é um patrimônio seu, e não um campo que só é usado aos domingos, depois largado. Veja o caso da Ressacada, do Heriberto Hulse e do Orlando Scarpelli, onde os clubes são os donos, e se encontram em estado de conservação muito melhor que qualquer Estádio administrado pelo poder público. O novo prefeito pode, aí sim, trabalhar junto com o clube para tentar viabilizar a obra.

Faço essa opinião totalmente desprovida de qualquer opinião política sobre esse ou aquele candidato. Só penso que o debate precisa ser levantado, para que tenhamos uma praça de esportes moderna, funcional, e que seja bem conservada para o torcedor de nossa cidade.

7 comentários:

  1. (...)A Arena foi inaugurada em 2005 e ainda está inacabada. Seu palco nunca recebeu um show. Os bares funcionam sem licitação. Ela não tem alvará do Corpo de Bombeiros. (...)

    Só isso já justifica a razão.

    ResponderExcluir
  2. Caro Rodrigo

    A Arena Multiuso tem levado o nome de Brusque para todo o Brasil. Foi ela que possibilitou que a cidade tivesse um time de Volei que está entre os quatro melhores do Brasil, campeão mundial e campeão olímpico.

    Embora patrocinado por um empresa, a Brasil Telecom, o importante é que o publico de Brusque tem este privilégio, e o Sport Tv tem vindo a Brusque e televisionado para todo o Brasil os jogos da AD Brusque/ Brasil Telecom.

    Aliás, este nosso privilégio de poder ter um time de volei entre os quatro melhores do Brasil foi sempre ignorado por você. Nunca vi em seu blog qqer menção ao nosso time de volei. Preconceito contra alguma coisa? Parece que sim.

    Garanto para você que esta sua atitude não é boa para o esporte de Brusque. Os problemas todos que você citou são muito pequenos comparados ao retorno que a Arena deu até agora E AINDA DARÁ para o nome e para o esporte de Brusque.

    Não fosse a Arena, não teríamos hoje na cidade um ginásio de esportes decente. Vale sem dúvida os R$ 13.000 que a prefeitura está investindo mensalmente. Você acha que algum clube de Brusque teria condições de construir uma Arena Multiuso? Se ela está sendo mau administrada, que se resolva este problema.

    Dizer que a Arena municipal é inviável só porque existem bares funcionando sem licitação ou não existência de alvará de corpo de bombeiros só pode ser brincadeira. E de mau gosto.

    ResponderExcluir
  3. Com relação ao Estádio Municipal, sem dúvida que deve ser uma prioridade. O Augusto Bauer hoje pode ser chamado quase de chiqueiro. É horroro, quase uma vergonha para a nossa cidade. Precisamos de um estádio decente.

    Pensar que o BFC sozinho terá condições de construir também é piada. Que faça como o Engenhão no Rio. A prefeitura construiu e deu a concessão de uso e manutenção para o Botafogo.

    ResponderExcluir
  4. Amigo,
    Se você consultar o arquivo desse blog, verá que falei do Vôlei do Brasil Telecom várias vezes.

    Apesar do contrato do time de vôlei com o município permanecer escondido, sem ninguém poder saber o quanto tá sendo gasto do dinheiro público pra esse time (e pora justificar o uso da Arena), acho ele muito importante sim. A Superliga vem aí.

    E quanto ao que a Arena Brusque custa, os 13 mil reais são dinheiro jogado fora. Basta organizá-la para que ela dê dinheiro. A FME, se vier a ser montada, poderá fazer isso.

    Pra se ter uma idéia, só com a Arena a Prefeitura gasta o que ajudaria uma instituição importante como o Lar Menino Deus por um mês. Se a Prefeitura fosse séria em licitar os bares e tornar a Arena lucrativa, esse custo seria absorvido.

    É isso. E esse espaço é pra abrir o debate.

    ResponderExcluir
  5. Como o amigo ai disse, Fazer como o engenhão, que depois foi repassado ao Botafogo.Poderia ser feito aqui em Brusque.. Voce comparou com cidades como Concordia ,Lages.. essas cidades nao tem nenhum prestigio no futebol, é logico que seria abandonado, ao contrario dO Brusque, que pode ter um bom time no futuro, vede as categorias de base..
    abraço

    ResponderExcluir
  6. RODRIGO, não dá bola pra esse cara aí. Muito provavelmente é um daqueles que pouco freqüentam o blog, ou nem freqüentam, e não sabem dos destaques que dais as vezes pro Brasil Telecom.Daí, oportunamente metem o bedelho quando critica uma vez e abrem o bico se achando o dono da razão.

    Quero ver a resposta que ele dará (SE DARÁ)para o seu comentário.

    Aliás, porque motivos ele vem citar o time da Brasil Telecom, se O QUE ESTÁ SENDO QUESTIONADO É A CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA ARENA MUNICIPAL E AS IRREGULARIDADES DA ARENA MULTIUSO?! A Acrescentar, qual é a média de público nos jogos do Brasil Telecom nos jogos em Brusque?

    De que adianta aparecer na Globo, e depois chegam as autoridades (se é que tem competência e/ou coragem pra isso) e emanam um alvará de licitação e interdição? Aí dizem; AH aparece na Globo, mas depois fica embargada na justiça por essas irregularidades apontadas. Enquanto isso, 13 MIL REAIS gastos em manuntenção, provindos dos altpos impostos pagos pela população.

    ResponderExcluir
  7. a arena eh dinheiro jogado fora, a pref. gasta uns 25 mil/mes pra manter esse time, e justificar a arena. qual a media de publico da arena? mesmo con ingresso gratuito, nao chega a mil por jogo.
    oq adianta ficar em quarto lugar no volei, aparecer no sportv? isso qye eh progresso?
    chega de populismo,

    ResponderExcluir