quinta-feira, 11 de setembro de 2008

TJD baixa o sarrafo

A sessão de julgamentos do TJD em Balneário Camboriú foi agitada nesta terça. Alguns processos polêmicos foram a julgamento, e o Tribunal agiu com rigor.

Começamos com o Guarani de Palhoça, que desistiu da Segundona, mas ainda tem processo correndo no STJD. Tomou multa de 10 mil reais e proibição de participar dos próximos 2 campeonatos. Ou seja: se o Bugre quiser voltar na Divisão de Acesso do ano que vem, vai ter que fundar um clube com novo nome. Se não, só em 2011.

Depois veio o caso Imbituba x Próspera, jogo que não aconteceu por falta de ambulância. Primeiro, multa de 200 reais pro árbitro Andrei Cancelier Medeiros (multar um juiz em um jogo que não aconteceu?) e multa de mil reais pro Imbituba. Detalhe: não fala nada em dar os pontos ou a vitória ao Próspera, nem se acontecerá outro jogo.

Ainda não foi julgado o WO dos juniores do Imbituba, que acarretará na eliminação da Divisão Especial, se o regulamento for respeitado.

O Cheiro de Pizza tá grande.

6 comentários:

  1. O presidente do Imbituba declarou depois do episódio do WO que isto não iria afetar a a participação do Imbituba na competição. Apesar da regra dizer o contrário.

    O caso do Guarani é pior ainda. Apesar de saber de antemão que não iria participar da divisão da Especial, não comunicou nada a FCF. Deixou o campeonato iniciar e entrou com uma ação na justiça comum. Seria muito mais coerente per pedido a licença. Prejudicou imensamente o campeonato, deixando uma chave capenga.

    Quem pegou a chave do Brusque teve que fazer 5 jogos, ao invés de 4. Caso do Juventus, beneficiado porque teve viagens menos cansativas e mais tempo para descansar e treinar. Tudo por culpa do Guarani, ou melhor, de dirigentes não idôneos (picaretas, para ser mais claro) que querem se aproveitar do nome dos clubes para benefício próprio.

    Acho que o TJD deve agir com rigor nestes casos, e também no caso do violento time do Inter de Lages. Seria até bom para o campeonato o Inter sair, porque as duas chaves ficariam com o mesmo número de jogos.

    Vamos moralizar tomando medidas rigorosas nestes julgamentos. Não cumpriu a lei ou o regulamento, aguente as consequências. Ou cada um faz o que quer e não acontece nada.

    ResponderExcluir
  2. RODRIGO,
    Nunca mais foi falado nada sobre o NENO. O que aconteceu no caso dele ?
    O BFC Continua com ele ?

    ResponderExcluir
  3. 1- Justa punição ao Guarani de Palhoça!

    2- Multar um juiz por um jogo que não aconteceu? Em razão de quê?

    3- Que julgamento é esse, do Imbituba x Próspera, visivelmente incompleto, que não determina o destino dos pontos ou se haverá novo jogo?

    4- Ainda não foi julgado o WO dos juniores do Imbituba, que acarretará na eliminação da Divisão Especial, se o regulamento for respeitado.

    O PROBLEMA É JUSTAMENTE ESSE, O REGULAMENTO SER RESPEITADO. Se o WO ainda não foi julgado, não duvido muito que a pizza portuguesa já está no forno.

    Porquê portuguesa? Portuguesa vem de português( sempre o contrário (nesse caso o contrário do que está no regulamento)) E pizza não precisa nem explicar...

    5- Tirando esse caso do WO, o TJD não fez mais do que sua obrigação: julgar e punir os culpados por irregularidades dispostas no regulamento, estando este assinado, portanto acordado, pelos clubes que compõe a Divisão Especial.

    Detalhe: Não é de hoje que o Sr. Delfim de Pádua Peixoto Filho vem sendo "elogiado". Inclusive, ao que me consta, domingo, na hora da entrega do troféu, a torcida inclusive fez uma "singela homenagem" à ele.

    ResponderExcluir
  4. Sim, Gerson. O Neno ainda continua no Brusque. Agora, aparentemente, curado da lesão, visto que era uma das opções de banco do técnico Suca na última partida.

    ResponderExcluir
  5. A culpa dessa bagunça na federação é dos presidentes dos clubes que tem medo do cara ou se vendem para ele. São 24 anos no comando e centenas de clubes falidos.

    ResponderExcluir
  6. Engraçado !!!! estes cmentários todos....
    o amago da questao é associacao de clubes que diz amém ao Doutor...,
    a troca do que/????

    regulamentos que nao se cumpre..., julgamentos onde quem deve analizar os documentos nao analizao , e pior dizem que nao virao os documentos.....
    Acho que isso é questao do ministério publico olhar com mais carinho a caixa preta da Federacao...

    e aquele bafao sobre arbitro de futebol com rolo, onde o ministério publico esta investigando??

    será que somente um vai pagar o pato..........

    ResponderExcluir