quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

É Campeão!

Viajei pra Joinville com medo desse jogo final. Tinha medo de que "fatores estranhos" pudessem influenciar no JEC x Brusque final. Afinal, com o investimento que o Joinville tem, ele não poderia ficar de fora do Brasileiro. Vai ter que buscar a vaga no Estadual.

Mas quer saber? O Joinville hoje é um time comum, comparável a qualquer time médio do Estado. Bem longe de ser a quarta força do futebol catarinense.

Vamos pro jogo: no tempo normal, o Brusque não jogou. Estava sem laterais e sem ataque. Flávio Guilherme não segurava a bola e o Leo Maringá tava louco pra entregar, tanto que o Suca tirou ele de campo com 25 minutos. O JEC fez 1 a 0 com o Lima, e o segundo com o Carlinhos. Ninguém ia ser maluco de se matar pra tentar um empate em 30 minutos com campo pesado. O mais prudente foi se poupar para a prorrogação, onde tinha-se a idéia que o JEC vinha com tudo.

Mas no tempo extra, Leandro Campos tomou um nó do Suca, que colocou Tom na lateral-esquerda, mandou Baiano pra direita, e o garoto Leonardo no ataque, com uma missão: dominar a posse no ataque. E conseguiu. Visivelmente, o Joinville estava acabado fisicamente (E aí, Toninho Oliveira?) e o Brusque prendeu a bola na frente. Não tinha poderio ofensivo nenhum, é verdade. Mas pelo menos Alessandro não passou perigo nenhum lá atrás.

Nos pênaltis, brilhou a estrela do Alessandro, que defendeu as cobranças de Silvinho e Claudemir. O goleiro do JEC, Vandré, pulava pro canto meia hora antes da cobrança, o que facilitou pro pessoal do Brusque. O zagueiro Marcelo fez o gol do título e iniciou a festa que varou a madrugada no Berço da Fiação.

Conclusões da partida: O JEC é um esboço de time, perdeu o título por uma grande responsabilidade do treinador, que contratou e montou muito mal o time e hoje não é mais respeitado por ninguém, nem mesmo dentro da imponente Arena Joinville. O Brusque é um time que tem muito por melhorar, mas mostra um conjunto muito unido. E isso fez a diferença na prorrogação. E o Bruscão, depois de 20 anos, está de volta ao Campeonato Brasileiro. Que ano pro clube hein?

5 comentários:

  1. Parabéns Bruscão!!!

    Parabéns Danilo, Casão, comissão técnica e jogadores por mais esta conquista. Parabéns ALESSANDRO, o herói e responsável maior pela vitória nos pênaltis. Você mora no coração de toda a torcida do Brusque.

    O Brusque entrou em campo com pelo menos quatro desfalques sérios: os dois laterais, mais o Dênio e o Xavier. Todos fundamentais para o time e esquema do Suca. Claro, é normal cair o rendimento do time nestas circunstâncias. Mas mesmo assim, demos um sufoco e jogamos muito melhor que o JEC na prorrogação. Com três garotos de base no time na prorrogação, provamos mais uma vez que temos uma categoria de base muito forte. Esta é uma das principais razões do sucesso do time. Com a alta qualidade nossos jogadores de base (vice campeão estadual), precisamos investir muito menos no plantel. Mas os garotos têm que ser recompensados pelo trabalho. E a resposta é uma só: pagar bons salários para motivar os meninos.

    Sem os laterais e o Dênio, ficamos sem opções de jogadas de ataque e de criação. O Bittencourt deve estar com a cabeça longe do Brusque. Não entrou em campo no jogo de ontem. Não havia ninguém criando no meio, exceto o Valdo, que para mim fez uma boa partida novamente, segurando o meio de campo praticamente sozinho. O Valdo ainda precisa melhorar em muitas coisas. Como falou o Xirú no comentário, não tentar toda hora partir para cima do adversário tentando driblar (que não é seu forte). Em vez disso, precisa dominar a bola (isto ele sabe fazer), procurar alguém bem colocado e fazer passes e lançamentos. Tem grande potencial, mas precisa corrigir as falhas.

    O Tom é outro jogador de grande potencial. Já havia falado sobre isto em comentários passados. Sempre que entrou correspondeu, e ontem não foi diferente. Muito bem dito pelo Rodrigo no post, foi a estratégia do Suca colocando o Tom na esquerda e o Baiano na direita que matou o JEC. O Tom entrou muito bem no jogo, não deixou muita saudade do Lucas. Como o Valdo, precisa também de algum polimento, mas pode ser importante para o time na próxima temporada.

    Parabéns novamente Danilo pelo grande trabalho. Vamos agora tentar ganhar mais um título, e colocar o gramado do Augusto Bauer em condições para a Recopa na sexta-feira. Vamos também trocar as lâmpadas queimadas dos refletores, pois o campo fica uma penumbra nos jogos noturnos. Parabéns Bruscão!!! Você mora em nossos corações!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Léo da Cunha Silveira3 de dezembro de 2008 14:42

    Quem poderia imaginar...
    Que depois da tragédia que o "professor" Nazareno fez a gente passar, terminaríamos o ano voltando a elite do futebol catarinense e conquistando a Copa SC, com direito a vaga na série D do Brasileiro 2009!
    Parabéns Suca, parabéns jogadores, parabéns Diretoria, parabéns empresários que acreditaram no Bruscão e parabéns aos torcedores que torceram até o fim!

    ResponderExcluir
  3. Uma pequena homenagem ao Nasareno, o Rei dos Bailões

    Olha que foi no risca faca que te conheci...
    Dançando,enchendo a cara
    Fazendo farra to nem ai (bis)

    ResponderExcluir
  4. viva o nazareno!!!! obrigado... senao fosse ele o bfc nao cairia, e ficaria o resto do ano parado!!

    valeu nazaga e a turma do nordeste!

    ehehehehe


    fora bittencurt... ta vacilando !!

    ResponderExcluir
  5. Uma observação importante sobre o Biterncurt que não levei em conta.

    Apesar de não ter jogado bem, foi decisivo na cobrança dos pênaltis. Cobrou com categoria, dando tranquilidade aos outros cobradores.

    Parabéns também a você!! Esperamos que continue no Bruscão!!

    ResponderExcluir