quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Chutando Porta

O Presidente do Brusque, Danilo Rezini, saiu chutando tudo que tinha pela frente ontem, após a reunião da diretoria. Reclamou dos inúmeros "tapinhas nas costas" que tem recebido dos empresários, que o parabenizam mas não investem no clube.

A íntegra da matéria feita pelo Marco Aurélio, que será exibida a noite na Rádio Cidade, colocarei ainda hoje no Blog.

4 comentários:

  1. Estes fechamentos de patrocínio com empresários precisam ser melhor trabalhados e feitos com um pouco mais de tempo. Uma idéia seria trabalhar junto com a Associação Comercial, SESI, etc, fazer um jantar com os empresários expondo o planejamento do clube para o ano que vem. Acredito que estes patrocínios não são fechados de um dia para outro. Precisam ser melhor planejados.

    Outra coisa é a arrecadação de bilheteria. O Brusque precisa lotar o estádio nos jogos em casa. Os valores aproximados se isto acontecer são:

    Capacidade: 5.500
    (-) Cadeiras: 1.000
    Pagantes: 4.500

    Se conseguir colocar em média 3.000 torcedores pagando ingressos a uma média de R$ 18,00, daria R$ 110.000 em dois jogos. Se o time estiver bem e aumentar a venda para 4.000 ingressos, daria R$ 140.000 mes com dois jogos em casa.

    Os 140.000 mais 1.000 cadeiras (com500 já vendidas), mais cotas de tv, placas, e patrocinio em camisetas e uniformes, fecha fácil os outros R$ 60.000 ou 70.000 que precisa para fechar os R$ 200.000 por mês que é o valor do orçamento.

    Tem que haver um esquema forte de marketing para motivar a torcida e lotar o estádio nos jogos, ou pelo menos colocar 3.000 torcedores fora as cadeiras vendidas em cada jogo. E isto nem é tão difícil.

    Não precisa chutar portas por enquanto Danilo. No fim vai dar tudo certo. Precisa também ter criatividade e arranjar outras formas de renda, como por exemplo a idéia da loja do BFC. Isto pode ajudar também. Pingando um pouco de dinheiro de diversas fontes, chega-se no que se precisa.

    ResponderExcluir
  2. Pelo que sei, o Danilo ta fazendo "além" dos seus limites. O Brusque necessita de pelo menos mais uns 5 Danilos, pq sem dinheiro é impossivel fazer futebol. Eu entendo e apoio essa atitude do Presidente do Brusque, pois ele corre atras de tudo e de todos, claro que conseguem muitos patrocinadores, mais pelo que eu entendi, quem não está ajudando é o GRANDE EMPRESÁRIO (macro/ uniforme), pois placas e cadeiras, muitas empresas ajudam com R$ 500,00 , R$ 1.000 e R$ 2.000 por mês, mais só com essas empresas, por sinal valoroza, não existe formula de fazer futebol de qualidade e competitivo. Não deve ser facil passar pelo que o Presidente vem passando, estress, cansasso, nervosismo, falta de tempo e etc... Se eu fosse o Presidente, já teria largado essa buxa! É muita gente a querer e poucas a ajudar, essa é a grande realidade.

    ResponderExcluir
  3. Tudo bem, concordo. Tenho certeza que o Danilo não vai largar porque sabe que oportunidades como esta não aparecem todo dia. Que aliás apareceram em virtude de um grande trabalho. E o Danilo, como bom político, sabe o que resultados de grandes trabalhos não podem ser jogados fora. Isto pode lhe trazer uma eleição certa para deputado no futuro. Aí poderá ajudar muito mais o BFC, inclusive facilitando a construção do estádio.

    Você disse bem: seria preciso mais uns 2 Danilos para dar conta de tudo. Mas existem em Brusque pessoas do mesmo nível do Danilo que podem colaborar com o BFC. É só saber escolher estas pessoas.

    Pelo menos uma grande empresa teria obrigação de colaborar com o BFC. Havan, Quimisa, Fischer, Renaux no ramo industrial. Uma grande loja (casas Bahia, Magazime Luiza, etc.) poderia também interessar uma promoção regional. Qqer destas poderia colocar o seu nome na camisa do BFC.

    Respeito o Luciano como empresário, o Chico Wehmuth, e outros, e fico admirado como não querem colaborar. Hoje o nome na camiseta do BFC é um marketing forte, com boa visibilidade. Principalmente se o time for bem, como se espera. Alguma coisa de errado está sendo feito. Grandes parcerias podem se concretizar com alianças políticas também... Com Danilo e Chico Wehmuth trabalhando juntos, o BFC seria com certeza a terceira força no estado.

    Tenho certeza que tudo vai dar certo. Confio na estrela do Bruscão e do Danilo.

    ResponderExcluir
  4. O nome da cidade de Brusque está em todos os locais, jornais, tvs, internet, e sempre postados no lado positivo com essas conquistas do futebol brusquense, e esses grandes empresários não estão nem ai pro social da Cidade. Que pena. Brusque não pode ficar sem fuebol, isso é mt importante pra cidade em si, a Cidade de Brusque ta sendo mt bem comentado! Será que ninguém ta vendo que o futebol é a paixão mundial?? Será que ninguém vê que o futebol é um grande negócio para suas empresas??

    ResponderExcluir