sexta-feira, 18 de abril de 2008

O Brusque vai

Amigos que frequentam este blog, que graças a Deus são muitos, trago uma informação confirmada há pouco tempo por uma fonte amiga:

O Brusque irá participar da Divisão Especial. Está certo.

Mais detalhes, trarei na próxima semana. A história é um pouco longa, mas a participação é dada como certa.

Bom Final de Semana e juízo no feriadão.

Dica "útil" no Orkut

Me recomendaram essa, e merece uma ajuda:

Acessando aqui, voce vai pra comunidade "Eu odeio o animador do Brasil Telecom/Brusque"

Deus do céu que cara chato. Fica lá tentando animar a torcida e o que consegue e deixar o pessoal mais louco.

E o Vôlei perdeu o bronze...


Não é desculpa de derrotado, mas se tem uma coisa que eu acabaria no esporte, é com a tal da decisão de terceiro lugar. Um jogo inútil entre dois perdedores, onde vence quem entregou a derrota anterior com maior facilidade.

Aconteceu esta noite. O Brasil Telecom saiu facinho na frente do Pinheiros, com um primeiro set tranquilo e a vitória parcial no segundo, por 7 a 0. Permitiu a virada no segundo, e perdeu o terceiro e o quarto set com uma surpreendente facilidade do adversário. Com a derrota, o time de Brusque, terceiro na classificação geral, termina a Liga em quarto; enquanto que o Pinheiros, que era o quinto, fica com o terceiro posto. O técnico Maurício Thomas não assimilou muito as críticas da torcida, que pela primeira vez foram mais fortes. Apenas disse que faltou concentração nas jogadoras durante o jogo.

Aliás, o jogo de hoje marcou o fim de uma blindagem da equipe. O torcedor, até por se acostumar com o time e pela boa campanha, sempre apoiou o time e jamais criticou o treinador e as jogadoras. Foi só vir aquela derrota incrível em Osasco, que todos viram pela Globo, que começaram a aparecer as primeiras vaias e gritos. A torcida começou a ficar exigente. E isso é bom. Dá um envolvimento bem maior.

Ah, e fui no jantar depois do jogo, lá no Bandeirante. O Prefeito apareceu, mas não tive resposta lá do que será o futuro do time para a próxima Superliga. Depende do novo dono do patrocinador, como já escrevi neste blog. O que posso adiantar é que a AD Brusque fará um trabalho de base do vôlei, possivelmente absorvendo um bom numero de atletas que hoje estão no Bandeirante. Em mais alguns dias voltaremos ao assunto.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Depois do Jogo...

... do Vôlei hoje a noite, quando o Brasil Telecom enfrentará o Pinheiros pela SuperLiga, na Arena Multiuso, acontecerá no Bandeirante um jantar para atletas e convidados no Bandeirante, oferecido pelo Prefeito.

Se o Prefeito aparecer, com certeza será discutida a continuidade do projeto do time para a próxima temporada.

Casa Limpa

Brusque ontem fez as rescisões de todos os jogadores, menos os 9 das divisões de base e o meio-campo Paulinho, que tem contrato com o clube.

A diretoria deu um jeito: cheque pra frente, parcelamento... mas ninguém ficou sem o que tinha direito.

Conversei com um diretor ontem que me disse: "olha Rodrigo, primeiro vamos pagar a rescisão. A gente pode pensar em participar da Segundona no dia 24, dizendo se vamos ou não vamos. Depois, temos até junho pra arrumar dinheiro".

E mais uma novidade: teve reunião de diretoria na terça, depois do jogo de Itajaí. A surpresa foi que o João Beuting apareceu. Teria ele apagado o desentendimento com Inácio Schwartz e voltado a pegar junto no clube?

quarta-feira, 16 de abril de 2008

O Possível fim do Brasil Telecom

Hoje entrei numa polêmica em meu comentário na Rádio que gerou uma repercussão grande, e vou aproveitar pra esmiuçar melhor aqui pra quem lê esse humilde blog.

É a minha opinião sobre o time da Brasil Telecom de voleibol que joga em Brusque, e deve garantir amanhã a terceira colocação na Superliga.

A cidade ganhou exposição, com certeza. Dois jogos na Globo, alguns no Sportv, o patrocinador satisfeito, e tudo o mais. Oficialmente, a Prefeitura Municipal não tem ligação nenhuma com esse time, sendo o clube responsável a AD Brusque, presidida pelo competente Rubens Fachini. Aí já tem uma coisa que não fecha: O Seu Rubens veio falar comigo agradecendo o espaço e dizendo que " não temos nada de ligação com a Prefeitura". Ontem, ao entrevistarmos o também competente e sempre atencioso Supervisor do time, Zé Roberto, ele falou que a continuidade do time depende de conversa com a Prefeitura Municipal.

O futuro do patrocínio do time é uma incógnita: semana que vem será consolidada a venda da Brasil Telecom para a Oi, e não se sabe quais serão os planos da nova administração para o Esporte. Pode ser que o time continue, simplesmente se bandeie pra outro lugar ou mesmo seja extinto.

O ponto que me deixa insatisfeito quanto a presença do Brasil Telecom em Brusque, e que ainda não foi trabalhado, é a falta de integração com a comunidade e o jeito com que o trabalho de base do Bandeirante é tratado. Diretores da centenária sociedade reclamam, e com razão, com o desdenho que a garotada formada na cidade é tratada. Ora, se Brusque conta com um vitorioso e campeoníssimo trabalho de base no voleibol lá em cima do morro, por que não integrá-lo a estrutura? Hoje, o Brasil Telecom é um time adulto, de altíssima qualidade, que usa a Arena Multiuso, que é pública, mas não traz uma contrapartida à altura.

Publicamente, todos os dirigentes esportivos de Brusque têm medo de entrar em dividida com a Prefeitura Municipal, que não tem uma política desportiva decente. Por que esse medo todo, gente?

Dinheiro pro Criciúma

Do Portal Engeplus:

A possibilidade de o Banco do Estado do Rio Grande do Sul patrocinar o Criciúma está descartada. A informação é do diretor financeiro do Tigre, Anselmo Freitas. Em recente entrevista à Rádio Eldorado, um diretor de expansão do Banrisul confirmou, no entanto, que a instituição está ampliando seus investimentos em Santa Catarina com a abertura de ao menos dez agências no leste do Estado neste semestre.

Descartado o Banrisul, o Criciúma definiu a renovação de contrato com três patrocinadores que já são do clube: o Siecesc, que estampa a marca Carvão Mineral na camisa do Tigre e vai pagar R$ 40 mil mensais, a Tecnocola (que reajustou seu contrato em R$ 10 mil e pagará R$ 35 mil por mês) e a Criciúma Construções.

O clube prometeu para hoje ainda concluir novos apoios. A Eliane poderá voltar a associar sua marca ao tricolor. A proposta de patrocínio está sendo estudada pela empresa. Hoje, no Rio de Janeiro, o presidente Édson Búrigo comentou que a meta é arrecadar ao menos R$ 140 mil mensais com os patrocínios da camisa.

terça-feira, 15 de abril de 2008

Não Valeu Nada? Valeu sim, pra garotada!

O Futebol é mesmo fantástico. Quem acreditaria que o Brusque iria vencer o Marcílio dentro de Itajaí na situação que se encontra? Nem eu acreditava. Mas os gols perdidos pelo time da casa contrastaram com os dois gols do Brusque, marcados por Tom e Valdo, atletas da base do clube. O resultado não tirou a lanterna do Brusque na classificação geral, mas deu uma motivação a todos na missão da Segunda Divisão: os garotos da base do clube devem ser olhados com carinho.

Hoje, tivemos João, Carlinho, Valdo, Tom, Logan, Gil em campo. Junto com Fernando, Sandro Guerreiro, Fábio e William Gaúcho, formam uma geração vencedora, que ganhou (mas não levou) os Jasc do ano passado e logo devem despontar. E aproveitaram sua chance em Itajaí, mostrando vontade e indicando para a diretoria que eles estarão prontos se chamados.

Dentro da novela que envolve a participação ou não do Brusque na Segundona, o fato de encerrar o campeonato com vitória, e com a boa atuação dos juniores, traz um estímulo especial principalmente para a diretoria, que ganhou um gás novo e começa a pensar na possibilidade de participar da Divisão Especial a partir de julho.

A nota triste do jogo fica para as fraturas dos jogadores do Marcílio Marcelo Lopes (ombro) e Aldo (fíbula), que tiveram que ir pro hospital. E se seguirem o caso do atacante Márcio Alcides, os dois entrarão na fila do SUS do Marieta para serem atendidos.

O Dia do Enterro...

Hoje é o dia do último jogo do Brusque na Primeira Divisão do Catarinense, contra o Marcílio Dias, em Itajaí. Depois, o que será do futuro do clube, só Deus sabe.

Engraçado, apostei com uma pessoa da imprensa itajaiense lá em janeiro de que nesse jogo da última rodada o Brusque estaria rebaixando o Marcílio. Errei feio. O Marinheiro está em quinto, e o Bruscão (se é que pode se chamar assim), está em "Dôzimo", como diria o Casão.

Depois do jogo, equipe da Rádio Cidade reunida para a festa de encerramento do campeonato no Cachorrão do Medonho, em frente à Igreja Matriz de Itajaí. O Medonho é o responsável pelos espetinhos no Augusto Bauer, e tambem por manter a forma desta equipe de esportes.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Tigre ou Leão?

Seco: pra mim, o Avaí é favorito pra levar o título do returno e decidir o caneco do Estadual contra o Figueirense, tendo o segundo jogo dentro da Ressacada.

O Criciúma fez seus três últimos jogos contra três times que lutam contra o rebaixamento, e teve dificuldades nos três: um magro 1 a 0 no Brusque, com as calças ma mão; um 0 a 0 triste em Tubarão, e um achado 3 a 2 contra o Guarani, onde Zé Carlos segurou tudo lá atrás e ainda fez um milagroso gol de falta.

Já o Avaí parece ter encontrado o caminho de um bom padrão de jogo com o Silas no comando. Vem crescendo, empolgado por três vitórias seguidas e joga em casa.

Vejam que irônico: O Avaí deixou escapar o primeiro turno dentro de casa de forma infantil contra a Chapecoense. E agora tem mais uma chance contra o Criciúma. Poderia ser campeão direto no domingo.

Um Post Triste

Este é o centésimo post deste recém-criado blog, onde aproveito pra estreitar o contato com quem me lê, ouve ou assiste na TV. Acompanhamos o calvário do Brusque na luta contra a Segundona, mas as nótícias são as piores possíveis.

Encontrei com um diretor do Brusque hoje, e ele me aproveitou para mostrar o seu cansaço. Ele me confessou que está entregando os pontos, por considerar que o brusquense não gosta de futebol (o que não concordo), e que falta apoio e envolvimento do empresariado local (concordo plenamente).

Para ele, o jogo de amanhã em Itajaí será o último do Brusque antes de uma longa pausa. O time deverá pedir licença, fechas as portas na quarta e voltar sabe-se lá quando. Hoje, o Danilo Rezini tá começando a ir atrás da viabilização do time pra segundona, mas é uma difícil tarefa.

Cabe a cada torcedor do Brusque colocar a mão na cabeça e pensar sobre essa situação. O que fazer? Protestar, apoiar, ajudar? É um momento de reflexão.

Feliz centésimo post para o meu Blog. Pena que as notícias não são boas.

Seleção da 10a. Rodada - Top da Bola

O Mapa divulgou e aí vai a seleção da penúltima rodada do returno, do Top da Bola. Lá vai:

Zé Carlos CRI
Nequinha MET
Claudio Luiz CRI
Marcelo Ramos JOI
Deivi JUV
Bruno AVA
Luiz André CRI
Rodrigo TUB
Claudemir MAR
Vandinho AVA
Acerola GUA

Técnico Silas AVA
Árbitro Célio Amorim BRU x TUB

domingo, 13 de abril de 2008

Mais uma reunião

Durou até depois das oito da noite de hoje, mais uma reunião da Diretoria do Brusque. Trancados na sala da secretaria, o assunto era o pagamento da folha e das rescisões após o jogo de terça em Itajaí, mas também foi levantada a possibilidade da participação ou não na Divisão Especial.

Danilo Rezini, um dos defensores da participação, saiu antes da reunião.

Amanhã, ele e mais alguns diretores favoráveis à participação no 2o. Semestre, iniciam a busca a novos patrocínios e apoios para o novo campeonato.

Boa Sorte para eles.

Atlético-PR vai cobrar direitos de rádios

Leia na íntegra o comunicado do Atlético Paranaense às emissoras de rádio:

O CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE (CAP), no legítimo exercício de seus direitos, comunica às emissoras de rádio, em todo o território nacional, que, a partir de 10 de maio de 2008, data de início do Campeonato Brasileiro 2008 ("Brasileirão 2008"), a transmissão radiofônica de partidas de futebol das quais o CAP participe, na condição de mandante ou não, será objeto de contrapartida financeira, sendo R$ 15.000,00 (quinze mil reais) o preço por partida e R$ 456.000,00 (quatrocentos e cinqüenta e seis mil reais) o preço pelo pacote, contendo os 38 (trinta e oito) jogos do clube.

Informamos que a cobrança pela cessão - não exclusiva - dos direitos de transmissão radiofônica de partidas de futebol do CAP não se aplica a flagrantes do evento, mas à transmissão integral, tudo em respeito ao direito de acesso à informação e liberdade de imprensa. Esclarecemos ainda que o presente comunicado não se aplica às partidas de campeonatos de futebol em andamento, as quais somente estarão sujeitas às novas regras nas próximas edições.

Os interessados em adquirir os direitos de transmissão radiofônica das partidas do CAP no Brasileirão 2008 deverão entrar em contato com o clube, por meio do endereço eletrônico cadastramento@atleticopr.com.br, até o dia 22 de abril de 2008, para formalização de contrato e credenciamento. As tabelas de preços para os campeonatos futuros serão divulgadas oportunamente.


Quanto tempo você dá para que isso seja cancelado? Cabe lembrar que caso o Atlético vá para a final do Campeonato Paranaense, a RPC, afiliada da Globo, não irá transmitir os jogos, pois o Furacão não assinou acordo para televisionamento.

"Dôzimo", agora é oficial.

Que jogo terrível. O Tubarão venceu o Brusque por 2 a 0, de forma merecida e terá uma decisão contra o Guarani no domingo para evitar o descenso. Mas não quero falar do jogo em si, mas sim dos opostos que reúnem tanto o Brusque quando o Tubarão.

Pra quem não lembra, o time da Cidade Azul passou o primeiro turno inteiro sem ter o gosto da vitória, Joceli dos Santos e Alexandre Pandóssio passaram por lá sem sucesso, até que Arnaldo Lira reforçou o time e hoje se vê uma equipe de verdade, que é a quinta colocada do returno com quatro vitórias conquistadas.

Por outro lado, Amaro Junior teve em suas mãos um time mais qualificado que seu antecessor, Nasareno Silva. Mas falou demais e agiu menos. Hoje, após o jogo, ele mesmo reclamou do preparo físico do seu time, sem ter feito nada nos últimos jogos. Reforçou e conseguiu piorar o time. Tem uma defesa confusa, um meio campo infestado de volantes e um ataque individualista e pesado. É uma pena, mas o rebaixamento é merecidíssimo. O time foi uma caricatura durante todo o campeonato.

Lembro do Maurino Cazagrande, diretor de Futebol do Brusque, quando foi na TV e soltou uma pérola: "Queremos sair da lanterna. Vamos lutar para terminar em "ônzimo." É Casão, a derrota de hoje garantiu o "Dôzimo" lugar bem bonito para o seu time.

É Castigo

São Paulo x Palmeiras em um canal de TV...
Botafogo x Flamengo em outro canal de TV...

E lá vou eu fazer um Brusque x Atlético Tubarão no Estádio.

Quantas testemunhas irão ver esse verdadeiro clássico do Futebol Mundial?