sábado, 17 de maio de 2008

Tudo errado em Caxias do Sul

Do site Engeplus, por Dênis Luciano:

Muita coisa deu errado para o Criciúma nesta sexta-feira em Caxias do Sul. Começou no deslocamento para o estádio. Erros que poderão custar R$ 12 mil para o clube. A delegação deixou o Hotel Samuara rumo ao Alfredo Jaconi às 19h35min. Chegou ao local da partida às 19h55min. O aquecimento foi feito às pressas e o time entrou em campo às 20h36min. O atraso foi justificado por um "erro de cálculo" da distância do hotel para o estádio.

A CBF estabelece que, em jogos do Campeonato Brasileiro, cada minuto de atraso significa multa de R$ 2 mil. Logo, se a arbitragem relacionar em súmula o problema, o Criciúma está sujeito a ser multado em R$ 12 mil. A súmula só será divulgada na segunda-feira. Se o caso for relatado, será enviado para o STJD para posterior confirmação ou não da punição ao Tigre.

Dentro de campo, com o aquecimento mal feito em Caxias do Sul, vieram as lesões. "Tivemos muito pouco tempo para aquecer. Isso prejudicou muito o time", reconheceu o preparador físico Adriano Lancetta. Resultado disso: o zagueiro Wescley e o meia Marcelo Rosa deixaram o gramado ainda no primeiro tempo com problemas musculares, que deverão afastá-los da equipe por algum tempo.

Virou Negociata!

Brilhante matéria do Diego Santos do Jornal A Notícia. Gosto muito dos textos dele.

A luta do Joinville para disputar a Série C do Brasileiro ainda este ano se transformou em negócio puro, escancarado. Após o presidente do conselho deliberativo do clube, prefeito Marco Tebaldi, declarar publicamente o desejo de comprar a vaga na competição, oferta não falta ao tricolor.

Na sexta-feira (16), representantes do Dom Pedro, do Distrito Federal, estiveram na Arena atrás do dinheiro que o JEC está disposto a dar por um lugar na terceirona nacional. Mas, a primeira visita do presidente do Dom Pedro, Clever Rafael Santos, não foi rentável aos brasilienses. Santos encontrou o presidente do JEC, Adelir Alves, irredutível, que pouco quis ouvir sobre a oferta.

— Não compactuo com a compra da vaga. Quem quer isso é o conselho deliberativo —disse Alves.

Tebaldi estava em Lages e não participou do encontro. Se não deu certo com o presidente tricolor, as tratativas não param por aí. O prefeito de Joinville e os representates do clube do Distrito Federal devem se encontrar neste sábado para mais uma rodada de negociações.

— Pedi que ele fosse procurar o conselho deliberativo. A diretoria não tem essa intenção. Quero chegar na Série C seguindo a hierarquia do futebol, o caminho legal — afirma Adelir Alves.

Santos chegou a estipular um valor, que o Alves prefere não revelar.

— Ouvi o que ele tinha a dizer e não entrei na discussão. Pedi que ele fosse procurar o conselho deliberativo — revela o presidente do JEC.

Adelir Alves não esconde a tristeza com a repercussão da reunião que ocorreu na Arena, quarta-feira. Nela, Tebaldi sugeriu a compra de uma vaga na Série C.

— Esse episódio causou muito estrago ao nosso clube e a nossa cidade. Já pensou se isso vira moda? Um time não precisa mais jogar. É só ir lá e comprar a vaga, um título e pronto — lamentou.

Ceilândia também foi alvo do time catarinense

Essa pode não ter sido a única tentativa de negocição entre dirigentes do Joinville com clubes do Distrito Federal. O diretor de futebol do Ceilândia, Almir Almeida, disse nesta sexta-feira que foi procurado por representantes do Joinville interessados em comprar a vaga na Série C.

— Foi um tal de Genival que nos procurou falando que tinha um pessoal do Joinville querendo a nossa vaga. Aí isso foi tratado pelo Paulinho da federação. Ele é que sabe de tudo. A gente nem chegou a entrar em valores porque parece que o Paulinho disse que não havia possibilidade — contou Almeida.

Paulinho é o apelido do vice-presidente da Federação Brasiliense de Futebol, Paulo Araújo. Questionado sobre a negociação com o Joinville, ele desconversa.

— Posso até ter conversado sobre isso com alguém, mas não me lembro. É tanta gente que procura a gente — despistou.


Comentário do Blog: Aqui ó, até onde eu sei, o Adelir Alves em nenhum momento falou em comprar vaga. Mas o prefeito Marco Tebaldi escancarou e disse que a vaga não tem preço. A CBF e a FCF não vão se manifestar sobre isso? Por mais que o assessor jurídico Rodrigo Capella diga que tal ato não é ilegal (e não é mesmo), isso é altamente imoral.

Quatro volantes pra que?


O Criciúma perdeu pra ele mesmo ontem em Caxias do Sul.

O Juventude não mostrou nada de mais. É um time comum. Mas Leandro Machado achou que o Ju era esse time todo e encheu o time de volantes.

Aí faltou ousadia e o time perdeu de 1 a 0.
Como o jogo contra o São Caetano na terça é em casa, Machado vai montar um time mais ofensivo, sem dúvida. O problema é nos jogos fora de casa. Armando retrancão assim não dá.

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Sem portões fechados

Pois bem, o STJD resolveu pelo fim da punição de Portões Fechados para os times punidos com perda de mando de campo.
A punição terá que ser paga em outro estádio, com público.

Os times de grande torcida estão rindo a toa.

Imagine um Flamengo da vida perdendo o mando. Poderá receber um jogo do Nacional em qualquer lugar do país, com casa cheia e ainda vai receber uma boa grana por isso.

Não foi uma boa?

Solto

Amigos do Blog, o Secretário Licenciado de Esportes de Brusque, Paulo Portalete, foi solto hoje. Recebeu alvará da juíza Quitéria Peres.

O Delegado já entregou o inquérito e não justifica mais ele estar preso.

Fica a pergunta: depois desse desgaste, ele irá para a eleição? Se não for, voltará para a Secretaria?

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Sorria!!! Vem aí a Terceirona!!

Tá preparado pra rir?

Eu acreditava que não ia sair. Mas vai acontecer a Divisão de Acesso, a nova terceira divisão do Estadual. O Arbitral aconteceu nessa quinta em Camboriú.
O Campeonato começa em 10 de agosto.

Atenção pra lista de times:

ACADESF de Tijucas;
ITAPEMA FUTEBOL CLUBE;
SOCIEDADE RECREATIVA UNIÃO, de Timbó;
BLUMENAU EMPRENDIMENTOS COMUNITÁRIOS LTDA;
GERMANIA FUTEBOL CLUBE, de São Ludgero;
VIDEIRA ESPORTE CLUBE;
CLUBE ESPORTIVO OLÍMPIKUS, de Xanxerê;
CAÇADOR ATLÉTICO CLUBE;
FUTEBOL CLUBE DO PORTO, de Porto União e,
CTM - Centro de Treinamento Minozzo, de Guarujá do Sul.

Vamo lá:
- O Acadesf, depois de dar cano em meio mundo está de volta, dessa vez em Tijucas.
- Timbó passará a ter dois times, o Pinheiros e o União (a cidade nem aguenta um, vai aguentar dois?)
- Blumenau Empreendimentos Comunitários? Seria um novo BEC?
- Você conhece Guarujá do Sul? Nem eu... Acredite, tem um time lá. (Acabo de tomar um susto no mapa... Guarujá fica no extremo oeste, ao lado de Dionísio Cerqueira!)

Não sei se caio na risada ou se choro.

Mais uma que se vai


O desmanche do time de Vôlei Feminino de Brusque continua rapidamente. Agora foi a vez de Érika pedir o boné e ir embora.

Ela é o novo reforço do Rexona, time que a fez despontar para o mundo do vôlei. Um dos motivos que levaram a atleta retornar ao time foi a proximidade com o técnico Bernardinho, a quem considera um pai.

Até o dia 20, Erika ainda é do AD Brusque, já que seu contrato com o clube só termina neste dia. No entanto, após isso, a ponteira estará à disposição da comissão técnica do Rio de Janeiro, onde começou a jogar, com 16 anos.

Preso ainda

Ainda para informar os fiéis leitores deste Blog, o Secretário Licenciado de Esportes de Brusque, Paulo Portalete, ainda está preso no Quartel da Polícia Militar da cidade, no Bairro Santa Terezinha.

Ele está numa confortável suíte, com TV, Ar Condicionado e tudo. Tem secretária no local e até celular. Tá bem cuidado.

Tá fazendo 10 dias hoje que ele foi preso. E provavelmente não irá para a eleição para vereador, seu nome já saiu queimado demais nesse episódio.

Será que o Prefeito Ciro Roza o aceitará de novo na Secretaria?

Terceirona!

Hoje tem arbitral da inimaginável terceira divisão do Catarinense na Federação...

Imaginem só o que vai aparecer de time pra participar hoje.

A Tarde, informações do que aconteceu.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Navegantes de Caçador?

Estou nesse momento lendo o Regulamento do Campeonato da Divisão Especial, que começa em 13 de julho, e uma coisa me deixou intrigado. Um clube que será dividido em dois, separados por 322 km.

Veja o que diz o regulamento, com o nome dos clubes participantes:

I - SOCIEDADE ESPORTIVA, RECREATIVA E CULTURAL GUARANI ---- “GUARANI”;
II - GRÊMIO ESPORTIVO JUVENTUS “JUVENTUS”;
III - BRUSQUE FUTEBOL CLUBE “BRUSQUE”;
IV – ESPORTE CLUBE PRÓSPERA “PRÓSPERA”;
V – IMBITUBA FUTEBOL CLUBE LTDA. “IMBITUBA”;
VI – SOCIEDADE DESPORTIVA CAMBORIUENSE “CAMBORIUENSE”;
VII – ESPORTE CLUBE INTERNACIONAL “INTERNACIONAL”;
VIII – NEC – NAVEGANTES ESPORTE CLUBE LTDA./NEC - CAÇADOR ATLÉTICO CLUBE-“NEC/CAÇADOR”;
IX – JOAÇABA ATLÉTICO CLUBE “JOAÇABA”;
X – CONCÓRDIA ATLÉTICO CLUBE “CONCÓRDIA”;
XI – ASSOCIAÇÃO CULTURAL PINHEIROS SPORT CLUB “PINHEIROS”;
XII – HERCÍLIO LUZ FUTEBOL CLUBE “HERCÍLIO LUZ”.

Que História é essa de "NEC/Caçador" que aparece como o oitavo time?
O Time de Navegantes vai jogar no meio oeste ou a equipe da terra do Salésio Kindermann vai mandar seus jogos no litoral?

terça-feira, 13 de maio de 2008

300 mil pela vaga

Informa o Jornal Notícias do Dia, de Joinville:

Adelir Alves cofirmou que suposto representantes do Dom Pedro-DF, que esta no grupo 11 da série C, Juntamente com Ceilândia-DF, Itumbiara-GO e Anapolis-GO, o procuraram oferencedo a vaga do clube ao Joinville por R$ 300 mil, inclusive portando contrato com uma clausula assegurando que o dinheiro poderia ser utilizado pelo clube da capital federal apenas quando a CBF confirmasse a presença do JEC na Serie C.
O valor em questão sairia até barato para o Joinville, considerando sua lamentavel situação, o problema é a legalidade da negociata. O regulamento é muito claro quando a desistencias, ou seja, quando um clube abre mão da vaga, cabe á federação arrumar substituto.


Entrar pela janela é feio. Muito feio.

Em Timbó...


O novo Grêmio Timbó, que era o Pinheiros de Lages e se mudou pra cidade do União, eleito pela Revista Placar o pior time do Brasil em 2005 (10 jogos e 10 derrotas), já tem o seu treinador.

É Edison Ivan, que terá a missão de tentar recolocar Timbó na primeira divisão (ou evitar o rebaixamento para a nova Terceira, a partir do ano que vem).

Edison Ivan Maehler, de 41 anos, trabalha como técnico desde 1992 e chega ao Grêmio Timbó depois de rodar por outros cinco clubes na carreira. O treinador também tem no currículo passagens por Atlético-PR, Internacional de Lages, Tupy, Horizontina e Santo Ângelo.

Palpite do Rodrigo: Dos três que cairão, um vai ser o Timbó.

Currículo ele tem!


Continuando a girar no obscuro mundo da Segundona Catarinense, aparece o senhor aí da foto: é Orlando Bianchini, técnico do Joaçaba.

Bianchini é um senhor de quase 30 anos de serviços prestados como treinador de futebol. Começou em 1979 no Sãocarlense.

Orlando tem história no interior paulista e no Sul do Brasil. Com 61 anos, já dirigiu grandes, médios e pequenos times de todo o Brasil como Inter-RS, Caxias-RS, Fortaleza-CE, Joinville-SC, Goiatuba-GO, Nacional-AM, Náutico-PE, Corinthians Alagoano e CRB-AL. Ultimamente tem fixado seu trabalho no Paraná, onde já dirigiu ADAP, Londrina, Apucarana, União Bandeirantes, Umuarama, entre outros.

No interior paulista comandou Grêmio Sãocarlense e Novorizontino (já extintos), Lemense, Taquaritiga, Jaboticabal, Bragantino, Matonense, Nacional, Fernandópolis, Batatais, Barretos, Paraguaçuense e Tupã. (ufa)

Definitivamente, o Joaçaba tem um técnico de currículo. Só falta ter time.

De volta pra casa


Quem está de volta ao Guarani é ele, Amaro Junior. Treinador palhocense, que começou dentro do Bugre há alguns anos, está de volta, na Divisão Especial, tentando subir o Guarani, que caiu neste ano sob o comando de Nasareno Silva.

Amaro Junior treinou o Brusque durante todo o returno deste estadual. Em 11 partidas sob seu comando, o Brusque venceu duas partidas e empatou outras duas, marcando apenas 8 pontos.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Célio Amorim FIFA?


Daqui a pouco vai ter gente dizendo que eu pego no pé do Célio Amorim. Mas tem coisas que realmente não entendo. Ou me chamem de doido.
Pois bem, a CBF divulgou a classificação dos árbitros do país. Lideram os 10 brasileiros que fazem parte do quadro da Fifa. Depois, foi reativado o quadro dos Aspirantes ao quadro internacional, onde estão aqueles que estão em condições de terem o brasão da Fifa.

E sabe quem está nesta lista de aspirantes? Célio Amorim.

Não tenho nada contra o rapaz, mas sabe quantos jogos de Série A ele apitou pra poder ir pro quadro de aspirantes? Um! Um joguinho só! Só o Ipatinga x Atlético-PR do último domingo. E isso bastou pra colocar ele como aspirante a Fifa, lugar que só agora o Giuliano Bozzano, de vários jogos no currículo, chegou?

Me desculpem, mas é injustiça com os árbitros mais experientes. Ou o Celinho é melhor que Cleber Abade e Rodrigo Cintra?

Gostaria de saber como se sentem Paulo Henrique Bezerra, Jefferson Schmidt, Marco Antonio Martins e seus companheiros ao verem isso.

Fez certo o Giuliano Bozzano. Foi pra Federação do Distrito Federal buscar reconhecimento.

Manifesto na Rua

Torcedores do Brusque na manhã desta segunda estavam entregando panfletos nos principais semáforos da cidade.

No papel escrito "Manifesto Torcida Força Independente", o texto é o que segue:

"A TFI vem a público mostrar sua preocupação diante da situação do Brusque F.C.
Tivemos um ano triste para o tradicional futebol de Brusque e, infelizmente, o Brusque está rebaixado para a Segunda Divisão do Futebol Catarinense.
O motivo maior da torcida vir a público é a insatisfação com a falta de apoio de nosso time.
Queremos mostrar a todos que por trás do Brusque FC, além de uma Diretoria esforçada e dedicada, existe também uma torcida apaixonada, um povo que passa o ano inteiro pensando em quando o Bruscão volta a campo. Este ano, após o rebaixamento, o BFC tem grandes chances de fechar as portas por falta de apoio, principalmente financeiro. Sendo assim, em 2009, o Brusque estaria na Terceira Divisão e só poderia estar de volta a elite em 2011.
Não vamos e não podemos deixar que isso aconteça. O povo brusquense, apaixonado por futebol, merece um Brusque forte e na Primeira Divisão. A hora é agora. Vamos nos unir e mostrar que somos fortes, o Brusque carece de ajuda, Junte-se a nós. Vamos mobilizar nosso empresariado e a comunidade, o Brusque não pode acabar.

Paulo Roberto D. Cantoli - Presidente da TFI"

Crise Carbonífera

Mais uma vez, problemas extra-campo devem detonar uma crise no Criciúma. O Vice-Campeão catarinense pode perder o técnico Leandro Machado por causa de divergências com o novo Diretor de Futebol, Homero Santarelli, que veio do Guaratinguetá.

Segundo aponta a imprensa do Sul, Machado estaria insatisfeito por algumas exigências de Homero, que queria encaixar alguns jogadores no elenco.

Depois de demitir Gelson Silva do time que era líder da Série B do ano passado por atritos fora de campo, o Tigre tem tudo pra repetir a dose, num momento que a equipe em campo venceu na estréia e mostra ter um bom padrão de jogo. Mexer ali é perigoso.

Atualização do post: Depois de uma reunião, aparentemente a crise está superada, pelo menos por hora. O técnico Leandro Machado e o gerente de futebol Homero Santarelli continuam juntos trabalhando no Criciúma. "Não existe nada que faça um ou outro sair do clube", comentou a pouco o presidente Édson Búrigo, em entrevista à Rádio Eldorado. "Não existe nada. Isso é assunto superado", completou.

domingo, 11 de maio de 2008

Buraco no Altas Horas

Não podia dormir sem essa...

Estou no sábado assistindo o programa "Altas Horas" na Globo.

Aí, no quadro do Púlpito, onde o pessoal da platéia vai fazer o seu protesto, uma menina vai lá e fala:

"Protesto contra o Prefeito da minha cidade, que tá cheia de Buracos nas Ruas".

Pensei na hora: parece uma pessoa que mora em Brusque falando...

Aí o Serginho Groisman pergunta de que cidade ela é...

E ela responde "Brusque, Santa Catarina".

Pois é...

Estréias com vitória e um milagre

Bom início de Brasileiro pros três times catarinenses.

Sexta, o Avaí em um esquema super retrancado em Curitiba, achou um gol num pombo sem asa do Jeff Silva e venceu o Paraná por 1 a 0. Mesmo nao mostrando um grande futebol, o que valem são os três pontos.

O Criciúma fez um gol de cabeça e só, do Wescley. O resto do jogo foi uma tremenda pelada. Mas ganhou.

O Figueira perdia por 5 a 2, com seguidos erros da defesa. Conseguiu empatar por milagre e muita raça.

Os três casos se encaixam numa moral: Não usem o Campeonato Catarinense como referência pra nenhum time. Limpei o pensamento e estou voltando a estaca zero. E os treinadores tem que pensar o mesmo. Principalmente para o Figueira: Não é porque o time ficou campeão estadual que ele é perfeito. A defesa é triste, e Diogo na lateral direita é um desperdício.