sábado, 19 de julho de 2008

Guarani pede pra sair

A FCF recebeu no final da tarde dessa sexta um ofício do Guarani, de Palhoça, comunicando a desistência da Divisão Especial 2008, cuja segunda rodada será disputada no próximo domingo.

A Federação cancelou os jogos do Guarani e quem enfrentar ele na tabela, ganhará folga. O Bugre irá pro tribunal e deverá ser suspenso.

Isso cria um problema, sabem por que? Os times do Grupo B jogarão uma partida a menos que as do Grupo A. Logo, terão desvantagem sobre o outro grupo na definição do mando de campo na decisão dos turnos e do campeonato, já que provavelmente os times do Grupo A pontuarão mais.

Fim de linha melancólico pro Guarani. Um clube que lutou, fez boas campanhas no Estadual, foi rebaixado (a ação na Justiça Comum ainda tramita) e acaba desistindo da Divisão Especial.

Procuraremos o presidente Marcos Medeiros para ouvi-lo e colocarei no blog.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Treino quente

Acabou em discussão feia o treino coletivo apronto do Brusque para o jogo em Caçador, no domingo.

O Atacante Eraldo, ao perder um gol feito no final do primeiro treino do coletivo, foi substituído por Valdo no time titular.
Na volta para o segundo tempo, Eraldo voltou a campo resmungando do técnico Suca. Ele estava por perto e ouviu. O diálogo é o que segue:

Suca: Que tais reclamando aí, reclama pra mim se tu é homem!
Eraldo: Vai tomar no c..., seu Filho da P....!
Suca: Espera lá fora, sai!


Após o treino quente, em entrevista ao repórter Marco Aurélio, Suca disse que vai encaminhar o caso à diretoria, e que "Eraldo precisa mais do Brusque do que o Brusque precisa dele".

Cacá diz: "JASC 2009 em Chapecó"

Deu no site da Rádio Aliança, de Concórdia:

A possibilidade de Concórdia sediar os Jogos Abertos de Santa Catarina em 2009 estão descartadas. Em visita ao município de Chapecó, o presidente da Fesporte, Cacá Pavanello, confirmou que Chapecó será sede do maior evento esportivo do Estado no ano que vem. Em entrevista à Rádio Aliança, Pavanello disse que Concórdia pode sediar outros eventos esportivos. Ele revelou ainda que há oito anos Concórdia não é sede de competições da Fesporte. Existe a possibilidade do município se candidatar para 2011.

Atualização das 20:43: Segundo o conselheiro da região Oeste do Conselho Estadual de Desportos (CED), Hercílio Paraguassu, nada foi encaminhado para o Conselho até o momento. “Não homologamos e nem mesmo votamos nada, portanto a sede ainda não está oficializada. Devemos nos posicionar sobre o assunto somente no próximo mês”, finalizou. O prefeito Neodi Saretta não foi encontrado na tarde de ontem para falar sobre o assunto, mas para o superintendente da Fundação Municipal de Esportes de Concórdia, Gil Artifon, a informação é uma surpresa tanto quanto estranha. “Oficialmente não recebemos nada. Essa definição de que a sede será em Chapecó ficamos sabendo apenas pela imprensa. Acho estranho, pois ainda é cedo para uma definição, já que a sede do próximo ano é somente anunciada durante a competição”, afirmou o dirigente. Gil lembra que a definição da sede passa pela aprovação do CED e não apenas por uma pessoa. A candidatura de Concórdia foi oficializada no dia quatro de julho, em Florianópolis. O próprio prefeito Neodi Saretta entregou o ofício nas mãos no presidente do CED, Carlos Teixeira, que afirma que só Concórdia oficializou a candidatura, por enquanto.


Quero discordar veementemente com o que diz Cacá Pavanello, que está querendo puxar para o lado do prefeito de Chapecó, que é de seu partido e concorre à reeleição: quem define a Sede dos Jogos Abertos é o Conselho Estadual de Desportos através do voto em assembléia que não aconteceu, e não o Presidente da Fesporte. Ele não pode falar de alguma coisa que não tem poder pra tanto.

Gosto tanto de Chapecó quanto de Concórdia. Confesso que a minha preferência é para a Capital do Alto Uruguai, pois prefiro que não haja uma repetência tão constante entre as cidades (Chapecó sediou pela última vez o JASC em 2005, apenas três anos atrás, enquanto Concórdia sediou em 1997). Mas quem decidirá serão os conselheiros do CED, que analisarão a proposta e o Caderno de Encargos de cada município. Qual for a cidade escolhida, será uma boa opção.

Culpa da Imprensa?

Deu no "Diário do Sul" de hoje, coluna de Matheus Madeira:

A diretora do Hercílio Luz teve uma ação rápida quanto ao desastre técnico que foi o jogo de domingo, contra o Juventus. Dispensou, contratou, trocou o treinador. Tudo nos conformes, dando a impressão de que seguia um trilho coerente. Mas os últimos acontecimentos infelizmente mostraram que ao menos parte dessa diretoria está com o foco absolutamente desviado. A atitude seguinte parece ter a única intenção de dificultar o trabalho da imprensa e, por tabela, a chegada da informação ao torcedor. As dificuldades em ter acesso a jogadores e comissão técnica para entrevistas já vinha se tornando realidade há dias, e virou regra na tarde de ontem, quando foi emitido um comunicado proibindo os jogadores de falarem com a imprensa fora dos horários pré-estabelecidos pela direção do clube. O tal comunicado, muito mal escrito, entre outros problemas, não deixa claro se um suposto desrespeito aos horários teria partido de atletas, jornalistas ou radialistas. Postura inevitavelmente comparada à do ex-presidente do Vasco Eurico Miranda, que resolvia as crises do clube tentando calar os meios de comunicação. A atual direção do Hercílio Luz tirou o clube do atoleiro, deixou o estádio Aníbal Costa lindo, imponente, mas pisa na bola quando faz o papel de vítima e resolve jogar no colo da imprensa a responsabilidade pelo resultado ruim do time _ e olhem que foi um só. E mais: ameaça de multa os funcionários “rebeldes” que derem entrevistas fora da lei. É lamentável e pune mais fortemente o torcedor, que tanto reclamou da falta de espaço dado ao clube quando ele estava fora dos campos profissionais e, agora, precisa aturar tamanha desconsideração.

Eu não tinha dito que o Futebol de Tubarão é uma guerra? Tá aí mais uma prova!

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Caso encerrado no TJD

Deu no site da FCF. O caso Guarani / Bruno Andrade foi encerrado.

Tendo em vista decisão do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol Catarinense, arquivando inquérito requerido pela Sociedade Desportiva Recreativa e Cultural Guarani, de Palhoça, o Departamento Técnico da Federação Catarinense de Futebol baixou resolução hoje marcando a partida Guarani x Próspera, pela primeira rodada do Campeonato Catarinense da Divisão Especial para o próxima quarta-feira (23), no Estádio Renato Silveira, em Palhoça. A estréia do time de Palhoça na competição, acontecerá no próximo domingo, em Jaraguá do Sul, contra o Juventus, no cumprimento da segunda rodada do campeonato.

Li todos os documentos e a decisão do TJD. A FCF tem uma prova que diz que o jogador foi transferido eletronicamente no dia 25 de janeiro e jogado no dia 26, portanto, legalizado.

É bom lembrar que cabe recurso no STJD no Rio de Janeiro, e ainda há aquela ação do Sr. Vilmar de Borba tramitando na Justiça Comum em São José. A ação está na mesa do Juiz.

Mais uma do Imbituba

Esse escriba recebeu ligação de um dono de confecção querendo saber se eu tenho o telefone do Imbituba.
Não tenho o número, mas sugeri que, de repente, entrando em contato com a Prefeitura da Cidade, eles poderiam passar alguma informação.

Perguntei o porquê, e o empresário me respondeu que o clube mandou fazer todo o material esportivo na sua empresa e não foi retirar. Agora, ele tá lá com um volume enorme e o Supervisor Beto Torrezani disse que um dia vai buscar.

Agora que botei no Blog a situação do clube, logo logo aparecem mais histórias.

Agradecimento


Quero aproveitar um pouco do espaço do Blog e agradecer à ACAERT pela honra de ser nomeado vencedor da Região do Vale do Itajaí e Finalista do Prêmio Acaert 2008 na categoria Narrador Esportivo.

Dedico o Prêmio a todos que me apóiam, principalmente aos meus colegas da Equipe de Esportes da Rádio Cidade, que estão comigo em todas as transmissões.


Obrigado de coração. E vamos continuar o trabalho. Domingo tem jogo em Caçador.

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Em Imbituba, se paga pra jogar

Parece coincidência, mas tratei deste assunto no tema de Domingo deste blog. A ação de empresários e dirigentes que tentam levar vantagem no Futebol de Santa Catarina.

Aconteceu ontem aqui em Brusque, com um garoto que trabalha na Rádio Cidade, o Batata.
Ele foi convidado, junto com um amigo nosso, o Bruno, para jogar no Imbituba, que está disputando a Divisão Especial. No outro lado do telefone, o supervisor do clube, Beto Torrezani. Ele, na cara dura, convidou o Batata para fazer parte do elenco de jogadores do clube, mediante o pagamento de uma taxa de 300 reais.

O dirigente já havia feito isso em 2005 (leia a matéria do "AN" de 26/08/05 clicando aqui), quando um jogador que iria fazer teste no São Bento foi deixado abandonado por mais de doze horas na rodoviária de São Bento do Sul, sem dinheiro sequer para a alimentação. Vagner Francisco de Oliveira, chegou ao município depois de ler um anúncio no interior de São Paulo, no qual informava sobre a possibilidade de encaminhar jovens para times de futebol brasileiros. Em contato com o número telefônico, o rapaz falou com Torezzani,à época administrador do São Bento FC. Para que pudesse realizar um teste na equipe são-bentense, o rapaz conta que precisou depositar R$ 400,00 na conta de um conhecido de Beto, ainda em São Paulo. Para obter o valor, ele pegou dinheiro emprestado. O empréstimo serviria para arcar com as despesas de hospedagem. Ainda na rodoviária, o atleta, que registrou queixa na por estelionato, entrou em contato por telefone celular com Torezzani, que não apareceu.

Convidar o jogador para um time e cobrar uma taxa? Isso eu nunca vi.

Será que o Presidente do Imbituba sabe disso?

terça-feira, 15 de julho de 2008

Pouca gente

A primeira rodada da Divisão de Acesso teve pouco público presente aos Estádios. O maior público foi em Tubarão, na reestréia do Hercílio Luz, que caiu de quatro pro Juventus. Apenas 597 pessoas pagaram ingresso.

O menor público foi no Internacional 1 x 1 Grëmio Timbó, com 81 pagantes, e um prejuízo no borderö de R$ 1085. Mas o Inter merece um desconto, já que perdeu o mando de campo e realizou a partida em Joaçaba. Nesse caso, o troféu vai pra Camboriuense, que meteu 5 no Imbituba, empolgando as 92 testemunhas presentes, perfazendo uma arrecadação de 646 reais. O Preju do presidente Montibeller foi de R$ 936,70.

A logomarca dos JASC 2008


Esta é a Logomarca Oficial dos JASC 2008, que acontecerão de 20 a 29 de novembro, em Indaial, Pomerode, Timbó e Rio dos Cedros. Foi feita uma estilização em cima da "Estrela" Oficial, que não pode ser alterada por força de lei.

Sinceramente, eu preferiria que essa lei que obriga uma marca para os JASC fosse revogada pelo Governo do Estado. A graça é que cada ano haja uma nova marca, que simbolize cada região. Do jeito que a lei manda, fica muito engessado.

Em novembro estaremos lá!

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Pavor em Tubarão

Deve torcedor do Atlético Tubarão que caiu da cadeira quando leu a seguinte nota na coluna do Cacau Menezes no DC:

Ficou
O Guarani vai continar na Série A em Santa Catarina no próximo ano.

Luciano Hostins, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva deferiu liminar garantindo esse direito ao clube de Palhoça, rebaixando o Cidade Azul, de Tubarão.


Calma pessoal... Foi mal interpretada a notícia pelo Cacau. O TJD deu uma medida cautelar, e o mérito vai ser julgado na quinta. Qualquer que seja o resultado, cabe recurso. Ou seja, ainda vai demorar um pouco.

domingo, 13 de julho de 2008

Brusque quase perde pra ele mesmo

Bom, pra resumir em uma frase o jogo Brusque 3x2 Joaçaba que aconteceu hoje: O time do Suca quase empatou... com ele mesmo. Afinal, estar ganhando de forma tranquila por 2 a 0, tomar um gol contra e um de pênalti, é pedir pra não ganhar. Ainda bem que apareceu a cabeça do limitado Valdo pra dar a vitória para o Brusque contra um Joaçaba frágil, que tem um volante obeso e que só foi para o ataque porque o Bruscão recuou.

Na minha opinião, o técnico Suca fez alterações infelizes. Tirou Dênio, bem em campo, para colocar Leo Maringá (na minha opinião os dois tem que estar em campo juntos), e colocou Valdo no lugar de Eraldo, que só foi titular porque Neno não passou no teste. Está mostrando um problema sério: o Brusque não tem um centroavante, e Eraldo está aquém da sua forma física. Aguentou só meio tempo, e quando saiu deu lugar ao Valdo que a gente conhece: um dia acaba com o jogo, o outro com o time. Hoje foi o dia da segunda opção.

O 2 a 0 saiu ao natural no primeiro tempo, com dois gols de cabeça: Marcelo (21) e Eraldo (44). Na segunda etapa, o Joaçaba, que mostrava alguma criatividade com o camisa 7, Valdecir, ganhou um gol contra, numa tremenda infelicidade do zagueiro Thiago, aos 23, e um pênalti bobo cometido por Marcelo, aos 25. Por sorte, o JAC não resistiu à pressão e tomou o terceiro gol aos 46.

Domingo tem jogo em Caçador. Minhas principais preocupações: falta de atacante reserva, a necessidade de um lateral-esquerdo com urgência, e, principalmente, a necessidade de um Banco de Reservas com qualidade. Hoje foram 4 cartões amarelos, e deu pra ver que logo vai ter gente suspensa.

Pra terminar, a arbitragem: Josué Lamim não é mal-intencionado. Ele é limitado, e tremeu no Augusto Bauer. Perdido em campo, deve ter sentido saudade do tempo em que era auxiliar na primeira divisão. Não passou no teste. Pode voltar para a bandeirinha que é o seu lugar.

Segundona hoje

Resultados da Primeira Rodada da Divisão Especial:

Chave A
Inter 1 x 1 Gremio Timbó
Brusque 3 x 2 Joaçaba (Comento no próximo post)
Concórdia 2 x 0 Caçador

Chave B
Hercílio Luz 1 x 4 Juventus
Camboriuense 5 x 0 Imbituba
Guarani x Próspera - Adiado

Tema de domingo: O Perigo das "Peneiras"

Dia desses, lá na Rádio, recebi um panfleto, que convidava para um "Grande Peneirão do Grêmio", num sábado a tarde, no Estádio do Paysandu. Cada jogador "testado" teria que pagar uma taxa de 20 reais para participar do teste. Não cheguei a ir lá ver o que rolou, mas confesso que fiquei desconfiado. Um clube como o Grêmio iria cobrar uma taxa pra testar jogador? Ato seguinte, vários pais foram reclamar que seus filhos foram lá, jogaram meia horinha e depois tiveram a resposta de que não foram selecionados. E olha que eu já soube de "peneiras" iguais na região, com gente que dizia ser do Flamengo e do Internacional. Não precisa dizer que isso é uma fria né?

Essa semana aconteceu outra: dois rapazes amigos e colegas de trabalho na Rádio, que até que são bons de bola, foram "convidados" a jogar no time do Imbituba na Divisão Especial. Conversei com eles, que estavam com muita vontade de ir, e acho que ajudei a colocá-los na realidade. Nada contra o futebol deles, mas não é estranho um clube profissional ir saindo em tudo que é canto convidando jogador pro seu time? Ainda mais conhecendo o dirigente, que em 2004 abandonou um jogador na Rodoviária em São Bento do Sul ao cobrar uma taxa para um teste no time do São Bento.

Existe gente séria que trabalha com essa revelação de jogadores em escolinhas e tudo o mais? Existe sim. Recentemente as Escolinhas de Futebol do Estado se reuniram em uma associação justamente para coibir os maus profissionais. O que tem de picareta por aí que usa o sonho do garoto virar jogador de futebol para levar um dinheirinho, é uma grandeza. Não é em um peneirão de 30 minutos que um clube vai chamar um jogador. É conversa pra boi dormir.