quinta-feira, 31 de julho de 2008

Menos gente ainda

O torcedor mostra muito pouco interesse no Estadual da Divisão Especial. A situação tende a piorar em alguns clubes, que a medida que vão sendo eliminados, jogarão partidas para cumprir tabela.

O troféu abacaxi da 3a. rodada vai pro jogo Caçador 0 x 1 Timbó, que teve apenas 96 pagantes para 555 reais de renda, preju de R$ 1.284,85. O Juventus/Joinville não empolgou a torcida jaraguaense, apenas 108 pagantes no João Marcatto no empate com o Imbituba, para 454 reais de renda e prejízo de R$ 1.689,30. O maior público, se é que dá pra dizer grande público, foi em Brusque 3x2 Internacional, com 399 pagantes para 1983 reais de renda, que deu um prejuízo de apenas 72 reais.

Mas teve uma boa na rodada: O técnico do Juventus, Agenor Piccinin, foi expulso no 0x0 com o Imbituba ao dizer o seguinte ao árbitro Josué Lamim: "O que tu tás me olhando, eu sou um cara casado, seu burro!!"

Explica isso direito aí seu Lamim....

Troca em Timbó

Edson Ivan não resistiu à irregular Campanha do Grêmio Timbó e acabou sendo demitido, mesmo tendo ainda chance de conseguir a classificação à Segunda Fase do Turno da Divisão Especial. Em seu lugar, assume Gilmar Silva (foto), que treinou equipes de expressão como São Bento e Águia do Vale, além de uma passagem relâmpago pelo Juventus de Jaraguá do Sul, onde não durou muito tempo.

Já no time, novidades e desfalques pra pegar o Brusque domingo: o volante Bruno Figueiredo, 22, ex-Guarujá/SP, o lateral Bruno Martins, 22, ex Cascavel/PR e o meia Cleiton, 26, ex XV de Piracicaba/SP são os novos reforços. Por outro lado, o meia Leandro Nunes pediu a conta e deixou Timbó essa semana. O meia Pipoca sumiu. O jogador afastou-se dos treinamentos para resolver problemas particulares e simplesmente não apareceu mais pra treinar. Escafedeu-se.

A exemplo do Internacional, repito o que disse: o problema não é treinador, é time!

Quero ver Data pra isso tudo...

O STJD tá dentro do seu direito, adiando os jogos do Grupo do Marcílio Dias na Segunda Fase, até que o caso do jogo arrumado ou não seja julgado.

Até aí tudo bem, interrompe-se enquanto tem problema a ser discutido no tapetão.

Não foi atentado um detalhe: como vai ficar o calendário da Série C com essa interrupção? Considerando que os jogos serão as quartas e domingos, e com o adiamento de duas rodadas deste grupo, vai criar um problemão na tabela desta chave, e depois nas fases seguintes. Os outros grupos terão que esperar o final desse pra iniciar a terceira fase...

Tá vendo o rolo?

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Reforço de peso no Vôlei Brusquense

Como o time do Brasil Telecom perdeu a atacante Érika pro Rexona, era quase óbvio que havia uma "sobra de caixa" para o time brusquense trazer um reforço de peso para a Próxima Superliga. E o Reforço veio.

Dia 15 chega a Brusque a ponta Elisângela (foto), de 29 anos, Medalhe de Bronze em Sydney-2000 e ouro no Pan de Winnipeg-1999 pela Seleção Brasileira. Ela estava no Finasa-Osasco e chega para ser a principal estrela da Companhia.

Juventus na Arena

Deu no site do Juventus de Jaraguá:

Ainda falta confirmar a data e o local, mas está agendada para esta semana uma reunião entre as Diretorias de Juventus e Joinville. Na pauta alguns acertos na parceria, que estão dificultando a realização dos trabalhos previstos.

O ponto crítico da reunião - e BOMBA segundo a RBS, trata da transferência dos jogos do Juventus na Divisão Especial para a Arena Joinville. O motivo é o péssimo estado do gramado do João Marcatto, que segundo Agenor Piccinin foi decisivo para o pífio desempenho da equipe no último domingo.

Enquanto a bola quicava em campo, as duas Diretorias conversavam nas sociais do João Marcatto, entre uma pipoca e outra. Na ocasião foi ventilada a possibilidade de se transferir os jogos para a Arena, proposta que ganhou força após os incidentes do final da partida.

Público por público, não teria muita alteração. Capaz de até ser maior lá em Joinville. O problema é privar a torcida local de assistir futebol. Se bem que, com o gramado do jeito que está, futebol é o que menos vamos ver pelas bandas do João Marcatto por um bom tempo

Joaçaba heróico ou Concórdia incompetente?

Hoje teve jogo pela Segundona. Dia de Feriado em Concórdia, e o líder da Chave A recebeu o Joaçaba. E deu banho de incompetência.

Perdia por 2 a 0, conseguiu a virada, até quando o Joaçaba teve quatro, isso mesmo, quatro jogadores expulsos. Com 11 contra sete, conseguiu tomar um gol do JAC no finalzinho, dando a liderança isolada pro Brusque e colocando o Joaçaba de novo na briga por uma das vagas às semifinais.

O Joaçaba sai de campo com sentimento de heroísmo, ao conquistar um improvável empate com ampla superioridade numérica. Já o Concórdia deu um banho de incompetência, ao perder prum time de Futebol Society.

terça-feira, 29 de julho de 2008

Troca no Inter

Caiu o técnico do Inter de Lages, Luiz Carlos Martins. Foi demitido depois da derrota de 5 a 2 para o Brusque no domingo. No seu lugar, assume o treinador de Goleiros, Sérgio Abreu, de forma interina. O Inter está eliminado do primeiro turno, e o returno só começa em setembro.

Martins já havia falado antes do começo do campeonato que o time era barato e ia tentar fazer o possível.

Coisas da cultura do futebol. Não tem treinador do mundo que vai fazer resultado com um horrível time daqueles. Mas como tem diretor que pensa que contratou um timão, acha melhor trocar o treinador do que o time todo....

Fica tranquilo, Marcílio...

... que não vai dar em nada o chororô do Inter-SM e do Engenheiro Beltrão, que tentam no tapetão tirar a vaga do Cílio e do Toledo na Segunda Fase da Série C, por causa da entrevista do jogador Rafinha, dando a entender que houve um resultado combinado em campo.

Por alguns motivos:

- A lei fala em resultados que atentem contra o desporto. Ninguém abriu as pernas pra ninguém. O jogo foi zero a zero. Daqui a pouco vai ter gente dizendo que todo empate sem gol é resultado arrumado. Vão querer obrigar alguém a fazer gol?

- No tribunal, as Diretorias dos Clubes e as respectivas Comissões Técnicas vão dizer que não deram orientação nenhuma pra que acontecesse o empate, e o assunto vai ser encerrado.

- Inter-SM e Engenheiro Beltrão são clubes fanfarrões. Não tiveram competência dentro de campo nas cinco rodadas anteriores e sabiam que entrariam na última rodada com essa possibilidade.

- E a Fifa nunca puniu nada desse tipo, nem em Copa do Mundo. Recentemente, em 2002, Itália e México fizeram jogo de compadres para se classificarem juntos à Segunda Fase daquela Copa.

O caso só ganhou destaque porque apareceu na Globo. Mas não vai dar em nada. O pior que existe chance do coitado do Rafinha pagar o pato e tomar punição.

Começou o Conflito

O técnico do Joinville / Juventus, Agenor Piccinin, depois do empate sem gols com o Imbituba, disparou contra os Dirigentes do Juventus.

Ele teria dito à imprensa joinvilense que os bichos a serem pagos no caso do clube ser campeão não foram definidos (quem ficou de pagar os bichos?), além de detonar o gramado do João Marcatto e a diretoria do time jaraguaense.

O Primeiro encontro da torcida de Jaraguá com o time inquilino não foi nada bom. Pouca gente foi ver o jogo, que cansou de gritar "Pernas de pau" e "Voltem pra Joinville" para os jogadores.

Maior fria esse buraco que o Juventus entrou. Tem tudo pra não dar certo. Com a torcida não apoiando, não vai ter motivação nenhuma pros jogadores do JEC se esforçarem pra levar o título.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Olha o rolo do Regulamento!

Vamos aos fatos, olha o que um regulamento mal-feito pode causar:

O TJD mandou, e a FCF suspendeu os dois jogos finais do Campeonato Estadual de Futebol Feminino, cuja primeira partida estava marcadaa para domingo, em Florianópolis, entre Avaí x Kindermann. Motivo: dúvida na questão do mando de campo nas finais. Prestem atenção que esse rolo pode dar na Divisão Especial.

A equipe do Avaí acredita que tem o mando de campo por ter 15 pontos no campeonato, mas não possui a melhor campanha, com a equipe do meio oeste que tem 100% de aproveitamento na competição. Para o presidente da Kindermann Caçador, Salézio Kindermann, levar este questionamento a justiça é um absurdo, pois temos 100% de aproveitamento contra 84% da equipe adversária. "Nossa chave teve uma desistência e ficamos com três equipes. Fizemos dois jogos a menos e vencemos todos. Na chave do Avaí eram quatro equipes, fizeram seis jogos e perderam um. Isso não é melhor campanha de maneira alguma", reclama o presidente.

Trazendo pra Especial: Com a desistência do Guarani, os times do Grupo B farão dois jogos a menos, o que interfere decisivamente na classificação Geral que define os mandos das finais. Até agora, não mudaram o regulamento.

domingo, 27 de julho de 2008

Cidade Azarada essa minha...

Fazer esporte aqui em Brusque é um desafio pra poucos. A Prefeitura não apóia nada, não temos uma Fundação Municipal de Esportes, o Diretor de Esportes é um excelente judoca, mas como organizador não faz nada... Enfim, o esporte aqui sobrevive à custa de gente muito esforçada, que passa por cima disso pra tentar resultados com os atletas brusquenses.

Mas tem gente azarada.

A cidade foi pra Olesc em Criciúma em busca de uma suada medalha de ouro no ciclismo. E conseguiu, no Cross Country feminino. Mas chegou uma informação chata: Como a modalidade não alcançou o mínimo de seis municípios, a medalha é entregue mas não vale pro quadro de medalhas.

Até nisso o pessoal daqui tem azar.

A Boa Notícia é que a cidade já conquistou cinco medalhas de ouro, com direito até a Recorde no Atletismo. Se eu tou Feliz? Muito. Mas estou preocupado. O pessoal das outras cidades vai vir em cima das atletas e o Seu Teixeira não vai mover uma palha pra criar um programa para segurar as revelações da Olesc.

José Acácio Político

Esse blog não é político, mas vale a pena registrar a foto do santinho do árbitro José Acácio da Rocha, que apitou a final do último Catarinense, e é candidato a vereador no Município de Itajaí.
Será que algum torcedor de time prejudicado por ele em campo daria seu voto?



Será que tem Photoshop??

Brusque vence outra, Juventus/JEC decepciona

Aqui no Augusto Bauer, o Brusque passou por cima do Internacional de Lages por 5 a 2, num jogo que até foi tranquilo. O time da Serra marcou dois gols, mas não mostrou capacidade de virar sobre um futebol de mais qualidade do Brusque, que manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato. Já o Internacional está oficialmente eliminado do Primeiro Turno. Cumprirá tabela nas duas próximas rodadas, e depois ficará quatro semanas sem jogar. Sõ retornará em Setembro.

Já o JEC/Juventus não confirmou o seu favoritismo empatando em casa contra o Imbituba. Prova que o time tem limitações, e que passa a ter sua classificação ameaçada caso tropece em Criciúma semana que vem. Aqui em Brusque o pessoal se pergunta: Cadê a máquina do Agenor Piccinin?

Deu Marcílio

Um jogo demoradíssimo acabou acarretando na classificação tanto do Marcílio Dias quanto do Toledo em sua chave na Série C.

Como, dependendo do resultado do Inter de Santa Maria, ambos os times poderiam classificar-se, na volta do Segundo Tempo o time do Marcílio voltou a campo com um uniforme diferente do primeiro tempo, ficando muito parecido com o time da casa. Foi o necessário para atrasar o recomeço de partida e dar tempo dos times saberem o que tinham de fazer pra se classificar.

E no final deu certo. Bruxarias de Sérgio Ramirez. O Marcílio Dias segue em frente, e se passar do próximo quadrangular (contra Toledo, Brasil e Caxia), garante vaga na nova Série C do Brasileirão.