sábado, 18 de outubro de 2008

Confirmar o jogo é um erro

Chove há quatro dias sem parar em Brusque. Vários deslizamentos já aconteceram na cidade. O Rio Itajaí Mirim, em algumas horas, poderá começar a transbordar em alguns pontos, conforme informa a Defesa Civil.

E o jogo Brusque x Imbituba ainda está confirmado para amanhã. Uma decisão final somente sairá na manhã de domingo.

O jogo não deve acontecer por dois motivos: primeiro, o próprio gramado que está totalmente alagado e sem condições. Segundo, pela situação da segurança do município em si, que está em Estado de Atenção pelas fortes chuvas.

Deve-se prevalecer o bom senso.

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Fogo Simbólico Esquecido

A situação em Brusque pós-eleição está realmente largada. Até os símbolos do esporte catarinense estão esquecidos.

O cerimonial de acendimento do Fogo Simbólico dos Jogos Abertos está marcado, sem divulgação nenhuma, para a próxima sexta-feira (24), as 19 horas, na Sociedade Bandeirante. Até ano passado, a Prefeitura Municipal fazia todo um material especial, preparava releases pra imprensa, enfim, fazia toda a preparação para que esse evento tivesse lembrada a sua importância.

Pelo menos a boa notícia é que a cerimônia volta para o lugar de onde nunca devia ter saído, a Sociedade Bandeirante, sede da abertura da primeira edição dos JASC, em 1960. Lá se encontra o busto do fundador dos Jogos, Arthur Schlösser. Nos últimos anos, o prefeito Ciro Roza inventou de levar o evento para a inacabada Arena Multiuso. E agora volta para o clube da colina, e espero que não saia de lá nunca mais.

Superliga começa dia 29

Começa no próximo dia 29 a edição 2008/2009 da Superliga de Voleibol. Neste ano, ela começa mais cedo. E com uma boa novidade. No masculino há o desfalque do Barão, de Blumenau, mas os fortes Cimed e Unisul ainda estão lá, firmes e fortes.
No feminino, o Brasil Telecom, de Brusque, vai para o seu segundo campeonato, e ganha um rival caseiro, a equipe da simpática Pomerode, que participará pela primeira vez da Superliga.

E viva a cidade mais alemã do Brasil.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Bobeou e se Complicou em Imbituba

O Brusque mostrou na tarde chuvosa em Imbituba como não se deve comportar dentro de um campo de futebol. O time se esqueceu do principal objetivo, que era vencer o fraco Imbituba e ter a vantagem do empate no jogo de volta em Brusque.
Fez o contrário. Lutou pra fazer 1 a 0 contra um time super retrancado, bobeou nos seis minutos finais e tomou a virada, numa apatia incrível.
Faltou foco, faltou determinação, faltou saber que o jogo só termina quando o juiz apitar. As alterações de Suca foram corretas, o Imbituba jogou muito fechado, e teve no bom goleiro Diego o seu principal nome, mas não foi suficiente. O gol do Pereira apareceu, mas foram pelo menos cinco chances claras de gol de um time que mostra um problema enorme: as conclusões a gol.
Depois de chegar num suado gol, o que se esperava do Brusque? Que mantesse o padrão de jogo e segurasse o ataque do Imbituba. Pra facilitar as coisas, um jogador imbitubense foi expulso, pra tornar as coisas mais fáceis. Mas não, os jogadores conseguiram entregar o jogo para um time com 10 em campo, que tinha dado um chute a gol a partida toda, até virar a partida no final.
Há de se manter a calma e tomar a lição disso. Domingo o jogo é em casa, um campo maior que o pasto da Vila Nova, e Suca terá que motivar o grupo. Perder nunca é bom, mas pode ser que essa derrota em Imbituba sirva pro time ficar ligado. Se o time se classificar domingo (terá que vencer o tempo normal e empatar na prorrogação), faltarão no mínimo dois jogos para o título. E essa não é a hora de bobear tanto como se bobeou hoje.

A Briga da TV esquenta

Clique na foto ao lado para ler o Comunicado que a RIC/Record publicou em vários jornais do Estado nesta quarta-feira. Nele, a Rede dos Petrelli argumenta que ainda tem os direitos de transmissão dos Campeonato Estadual até 2009, com cotas comercializadas, e reclama da atitude "deselegante" da sua concorrente, a RBS TV, em anunciar a transmissão do campeonato do ano que vem, sendo que os direitos pertencem à primeira.

O que eu pude apurar disso tudo com dirigentes de clubes: primeiro, que a RBS se propôs a pagar a rescisão do contrato com a RIC, da ordem de 600 mil reais. O valor proposto pela venda dos direitos do campeonato para TV aberta é de 2 milhões de reais por ano, sendo que, em princípio, 50% seriam divididos entre Avaí, Criciúma, Figueirense e Joinville (o que não concordo, pois o Marcílio Dias está na Série C, enquanto o JEC nem calendário tem), e a outra metade entre os outros seis clubes, com um detalhe: o valor da rescisão a ser paga será descontado desse valor de forma parcelada, nos três anos do novo contrato. Já os direitos do Pay-per-view estão em negociação. A Globosat oferece 600 mil reais, mas a Associação de Clubes tenta ainda chegar ao valor de 800 mil.

O certo é que a novela promete. A RIC vai querer fazer prevalecer o seu contrato, enquanto os clubes querem fechar com a RBS.

Minha opinião é a seguinte: Se os clubes assinaram há três anos com a Record para dar um basta na RBS, que em 2006 perdeu a disputa por oferecer apenas 200 mil reais por ano, que os clubes aprendam a ser profissionais e respeitem o contrato que eles mesmo assinaram.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Videira Reclama

Convido os amigos a assistirem o vídeo abaixo, do Jornal "A Coluna" de Videira. Nele, o pessoal do Videira reclama da esculhambação do campeonato. O técnico Raffaele Graniti (lembra dele? Olha onde foi parar), o zagueiro Josué e o presidente Nere de Paula falando da situação do campeonato, que o Santa Catarina e Atlético de Guarujá do Sul vão desistir, e a melhor de todas: conta que o seu clube teve que pagar o combustível pro pessoal do Santa Catarina poder viajar de volta pra São Francisco do Sul. Patético. Assistam à matéria:
video

Imbituba x Brusque será a tarde

O jogo Imbituba x Brusque, pelas semifinais do returno, será as 15 horas de quarta, em Imbituba, no Estádio Vila Nova, que não tem iluminação.

Como não achei foto do Estádio, vai uma foto aérea do local, via Google Earth (clique para ampliar). Fica pertinho da Praia da Vila (onde acontece o Mundial de Surfe) e não tem arquibancada.

Dá pra pegar uma prainha antes de ir pro Estádio.

Piada Esmeralda

Bem-feito pra FCF, que cria campeonatos fadados ao fracasso. Agora foi a vez do Costa Esmeralda de Itapema pedir desistência da Divisão de Acesso, através de um ofício mandado semana passada (clique na foto).
Por causa dessas coisas que um monte de aventureiros vem tentar fazer futebol no estado, em estádios sem estrutura e sem torcida. Há de se fazer exigências para que o time tenha um mínimo de estrutura. Ao contrário, haverão outros times desistentes.

Agora, a divisão de acesso terá dois times folgando por rodada. Vai ter gente ficando 20 dias sem jogar.

Derrota em Concórdia. E daí?

Olha, não vou fazer aqui nenhum desmerecimento, mas a derrota do Brusque em Concórdia não valeu em quase nada pra se avaliar. O Concórdia jogou ligadão na partida, contra um Brusque com raros jogadores mostrando preocupação. O placar de 1 a 0 foi justo, apesar das duas bolas na trave que o Concórdia buscou. Fez-se justiça, pois se o Brusque empatasse, classificaria o péssimo time do Caçador, que entrou na briga sem jogar, pois ganhou os pontos do jogo contra o Inter de graça.

Apenas dois pontos a destacar no jogo: primeiro, a vontade do meia Paulinho, que mostrou pro Suca que ele merece uma vaga nesse time, com toda a certeza. Segundo, o atacante Neno, de novo. Neno, se você tiver lendo esse blog, na boa, o que tá se passando na tua cabeça pra agredir um adversário fora do lance em um jogo que não vale nada? Ele teve sua chance, não mostrou nada, tomou até bola nas costas. E aos 12 do segundo tempo vai expulso ingenuamente, matando o time em campo. Desse tipo de jogador o clube não precisa.

Agora, o Concórdia vai se matar contra o Juventus (confronto equilibradíssimo) e o Brusque pega o Imbituba, do técnico Grizzo. O Campeonato começa agora. Hora de ver quem é o melhor.