sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Duro Empate

O Técnico Suca deu a justificativa do cansaço pra chapuletada tomada em Chapecó. E qual será a desculpa agora? O Empate em um gol com o Atlético de Ibirama me mostrou uma coisa: o time decididamente não tem ataque, e não adianta ficar trocando jogador que não vai resolver.

Foi um jogo de ataque x defesa. Mas quando eu falo no ataque do Brusque, falo em posse de bola. Primeiro tempo de poucas chances. No segundo tempo, o Ibirama foi uma única vez ao ataque, falha individual do Barbosa e o gol do Leandrão, com estilo. Suca tentou trocar, tirou Leo Maringá, Flávio Guilherme (um pouco tarde demais) e colocou 4 atacantes. Fez pressão, o goleiro Gean apareceu, mas o Xipote, num gol chorado arrancou um empate.

A verdade é a seguinte: se o Brusque não tem um ataque que funciona, pior ainda é quando o outro time joga fechadinho. O time não sabe jogar contra time retrancado. E quando esse time é bom de contra-ataque, sai de baixo...

Se jogar esse futebol em Criciúma domingo, vai tomar bucha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário