sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Faltou acreditar

O Brusque trouxe um ponto do Orlando Scarpelli, que veio com sabor de derrota. Faltou o time do técnico Suca ter entrado em campo confiante que poderia bater o Figueira dentro do campo do adversário. Foram cinco chances claras de gol, que esbarraram no competente goleiro Wilson, mais uma vez o melhor em campo do alvinegro, que é uma bagunça em campo.

Suca colocou o melhor time que tem nas mãos, com Leo Maringá orquestrando o meio-campo, e Valdo e Paulinho no ataque. O Bruscão se mostrou muito mais organizado em campo, mas o Figueira teve a primeira chance de perigo. O Brusque se arrumou, aproveitou-se da bagunça alvinegra e mereceu vencer o jogo, mas não conseguiu. Menos mal que o ponto conquistado segura uma disparada do time da Capital, e coloca o time em chances de alcançar a classificação.

Duas constatações: primeiro, sobre a baixa qualidade do Figueirense. A diretoria do alvinegro tem mostrado uma paciência de Jó com o técnico Pintado. Ele já usou tudo quanto é desculpa possível, e ontem usou mais uma, dizendo que vai mudar o esquema de jogo do time (só agora?). Em outro time, ele já teria ido faz tempo. Mas pelo jeito o Figueira prefere ser desclassificado do Estadual com ele no comando.

Já o Brusque mostrou mais uma vez a necessidade de contratar um atacante. Em pelo menos três chances, faltou aquele homem que sabe definir. Não haverá tempo hábil para contratar até o jogo de domingo contra o Marcílio, mas os reforços que o time tanto fala e não traz precisam chegar para o jogo contra o Joinville. A classificação não é impossível, mas é mais do que na hora de acontecer uma disparada.

9 comentários:

  1. Vi o jogo ontem, e realmente foi um empate com gosto de derrota.
    Agora, conforme já disse em outra oportunidade aqui no teu blog, é uma pena, pois na minha opinião o Brusque vai fazer uma boa campanha, mas vai deixar escapar uma ótima oportunidade de se classificar entre os quatro, pois sem ataque é muito difícil conseguir a classificação.
    Duvido muito que alguém de renome irá vir jogar aqui no Brusque.
    Também é uma pena que a diretoria não tenha mandado o Flavio Guilherme embora e contratado algum outro atacante.
    E quando falo em outro atacante, não falo nem em um atacante de peso, falo de alguém que realmente seja da posição, pois pior do que o Flavio Guilherme é quase impossível, e não é pegar no pé não, o cara é muito ruim mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Jogou muita bola o BRUSKÃO..
    Ki jogão!!! Fiquei de cara com o que o Brusque jogou ontem, time bem postado, jogando como time grande, foi uma aula de futebol, só que faltou o algo mais... gollll...
    Sobre o matador, precisamos? Precisamos, mais vou falar uma coisa, tem que ser um atacante que se movimenta tbm, pois não adianta contratar um camisa 9 que fica paradão lá na frente, pois se ficar 2 jogos sem fazer gols, a torcida vai reclamar. Pois Valdo e Paulinho estão jogando bem e se movimentando bastante na frente, e assim abrindo espaço e fazendo jogada de de gols. Se começar a entrar, ninguém segura o BRUSKÃO...

    ResponderExcluir
  3. tem gente loca nesse blog. dizer q o bfc luta pra nao cair é triste.

    o bfc faz quatro jogos em casa, sendo o mais dificil contra o criciuma.
    os advesarios diretos.. avai, atle-ib, join e chapeco jogam entre si. se o bfc conseguir fazer os 12 pontos em casa e um empate fora ( join, atle-ib e metro) vai a 29 pontos com aproveitamento de 54%. no turno o quarto colocado tinha 55% de aproveitamento. nao vejo a classificação tao longe assim. se tiver um atacante q preste estamos classificados

    ResponderExcluir
  4. Para o Brusque pensar no G4, precisa de mais que um matador.

    Primeiro, o Suca não pode errar mais na escalação, esquema tático e substituições. Isso ele conseguiu no jogo de ontem e esparamos que mantenha essa postura. E que não volte a repetir erros infantis, como aquele de escalar o time sem meia de ligação e meio de campo.

    Segundo, pra pensar no título, uma só contratação ajuda mas não resolve. Tem que vir pelo menos duas de uma vez: um meia armador e um centroavante matador. Apesar de ter jogado bem ontem, o Léo ainda é muito irregular. Precisa de mais um cara bom pra essa função.

    As outras três ou quatro contratações não são tão urgentes. Podem ser feitas pensando na série D.

    Esperamos que desta vez o BFC consiga manter os jogadores após o catarinense para a série D, e consiga evitar debandadas iguais àquelas do Dênio, Bagé, Xavier, Lucas, Juliano e Thiago, como aconteceu recentemente.

    ResponderExcluir
  5. Não podemos esquecer que o Rafal Bittencourt apesar de ser ídolo da torcida não está numa boa fase eu nunca tinha visto um cara que batia todas as faltas no gol no máximo que ele errava a bola passava raspando no Gol e neste catarinense ele bateu três faltas bem (não é uma crítica é uma constatação)
    O time do Brusque é bom mas não tem um cara que decida precisamos de um atacante sim, mas precisamos tb daquele Bittencourt da divisão especial.

    ResponderExcluir
  6. Jogo bem, mas o ataque me tirou a paciência. Ou traz logo alguem que faça gol ou então vai ser esse desespero sempre, cria oportunidades mas não faz o gol.

    ResponderExcluir
  7. Ouvi o Rafael Imhof entrevistando o Luciano Hang agora de tardezinha na Havan.

    O Luciano está acompanhando o BFC de perto, indo nos jogos, vendo pela tv e motivado vendo a bonita festa e a alegria da torcida.

    Isso é muito bom para nós torcedores e para o Bruscão. Existe apenas um pequeno conflito de interesses, mas simples de equacionar.

    A Havan gostaria de um nome que saísse na mídia de todo o Brasil, obviamente prá vender o nome e ganhar prestígio.

    O Brusque quer dois jogadores bons, mas não estrelas. E com toda a razão. Prefere pensar também na série D, trazendo jogadores bons com a ajuda da Havan.

    Perguntado se a Havan iria continuar ajudando o Bruscão na série D, o Luciano falou que era outra conversa. Mas deixou claro nas entrelinhas que a parceria pode continuar para a série D.

    Seria bom tbém que a Havan desse ao BFC um pouco de know-how na arte de administrar uma empresa de sucesso. E até, quem sabe, como principal patrocinador, participar da diretoria.

    Num outro momento até poderia ser bom vir um jogador de renome nacional para o Bruscão. Hoje o clube tem pouca estrutura AINDA.

    Por isso é sempre importante o PROJETO DE CONSTRUÇÃO DA ARENA para o Bruscão, com centros de treinamento, alojamentos, lojas, bar, etc.

    Para esse projeto é necessário uma composição de forças. Brusque, Brusquense (deveria acontecer a fusão), Secretaria de Esportes SC, Prefeitura e Havan na minha opinião poderiam participar dessa composição.

    Se botar a mão na massa, em dois anos pode sair a ARENA em Brusque. A torcida deveria ajudar a motivar e viabilizar esse projeto. O Danilo deveria motivar o torcedor, divulgando as idéias e ante-projeto da Arena no Município, e na mídia em geral.

    ResponderExcluir
  8. Concordo com tudo o que foi dito acima, mas é necessário pensar algumas coisas.
    Na altura do campeonato contratar alguém precisa ser pra "ontem" e está demorando muito. O Luciano quer alguem para marketing, mas o Brusque não é time para ter este tipo de jogador "estrela", pq precisa é de bons jogadores para correr atrás do prejuízo, o que não tem.
    No mais, o que o Luciano (Havan) queria, já conseguiu em partes, marketing!
    Afinal, desde que começou esta "novela" da contratação quantas e quantas vezes já se falou na Havan? Dezenas! Então ele está conseguindo o que a empresa queria.

    ResponderExcluir
  9. Concordo. O nome Havan nunca foi tão falado em Brusque. E a população dá a contrapartida ficando mais cliente da Havan.

    Mas marketing mesmo seria o nome Havan aparecendo na camiseta dos jogadores do Bruscão caso consiga cheguar no quadrangular. Com TV, projeção nacional, etc.

    E mais ainda no futuro, se o Brusque for bem sucedido na série D, passar para a série C e depois sonhar com a série B.

    A Havan hoje já patrocina o Brusque mensalmente. Isso que ela está querendo fazer agora é um adicional. Mas sabe que pode ser um ótimo investimento na marca patrocinar o Brusque.

    O Brusque e a comunidade que gosta de futebol tem que tocar o projeto ARENA.

    E pedir para o Danilo que os nomes desses reforços sejam divulgados na segunda feira SEM FALTA, já com os jogadores em Brusque.

    ResponderExcluir