terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Leandro Campos voou, de um jeito amador

A maneira que o técnico Leandro Campos foi demitido do Joinville beira o amadorismo. É intolerável que um time profissional, que ocupa uma terceira colocação no Catarinense, demita um treinador só porque ele bateu boca com um jogador que só está lá porque é filho de um conselheiro do clube.

Ontem, a informação é que ele teria pedido pra sair. Mas os jornais de hoje destacam que ele foi mandado embora.

Das duas uma: ou a diretoria do JEC tinha outros problemas com o técnico ou foi precipitada na demissão. E onde um time do tamanho do Joinville mantém um filho de dirigente no elenco, com futebol de baixa qualidade?

Abaixo, o diálogo que aconteceu no vestiário, relatado pela reportagem do "A Notícia":

O DIÁLOGO QUE DERRUBOU O TREINADOR NO VESTIÁRIO

Diretor Nereu Martinelli
– Temos jogadores experientes que não podem levar cartões como os das últimas partidas. Não podemos cobrar de jogadores mais jovens, como o Gustavo...
Zagueiro Gustavo
– Não quero ser tratado como um jogador inexperiente. Quero ter a mesma chance que os outros.
Técnico Leandro Campos
– Você só está treinando porque é filho de dirigente. Não tem qualidade para jogar no Joinville.
Gustavo
– Se o professor acha que não tenho condições, eu saio. Não quero ficar só porque sou filho de alguém.

Dirigentes convencem Gustavo a pedir desculpas e voltam ao vestiário.

Martinelli
– Com tudo resolvido entre os dois, vamos prosseguir...
Leandro Campos
– Não está nada resolvido. Só continuo se o jogador for dispensado.
Gustavo
– Sem problemas, eu saio.


Após, aconteceu reunião na Sala de Diretoria onde o JEC resolveu demitir os dois.

4 comentários:

  1. Neste episódio, o Gustavo foi muito bem educado. Disse apenas que queria ter o mesmo tratamento dos outros. NEm pr4ecisava ter pedido desculpas. Não falou nada demais.

    Já o Leandro Campos mostrou que equilibrio emocional não é o seu forte:

    "Você só está treinando porque é filho de dirigente. Não tem qualidade para jogar no Joinville."

    Agredir dessa forma um garoto na frente de todo mundo...Se isso é coisa que se faça.

    Coisa prá beira-mar nenhum botar defeito.

    ResponderExcluir
  2. Acho que esse episódio foi só uma desculpa, na real, Leandro Machado deve é ter coisa boa pro Interior Paulista.
    Etha desculpinha.

    ResponderExcluir
  3. Depois de perder a Copa SC dentro de casa pro Brusque e não ter conseguido conquistar vaga prá série D e nem o objetivo de ganhar o primeiro turno do Catarinense, deve ter mesmo muita gente interessada em contratar o Campos.

    E olha que o plantel do Joinville é bom, tirando os zagueiros.

    ResponderExcluir
  4. Rodrigo, desconsidere o comentário anterior. Troquei as bolas. Está certo Campos mesmo.

    ResponderExcluir