segunda-feira, 23 de março de 2009

O fim do Tubarão?

Falei de um rebaixado, falo de outro. Abaixo, texto da coluna de Mateus Madeira, no "Diário do Sul" de hoje. Mostra que o futuro do Atlético Tubarão não é muito promissor não...

O futuro do Atlético

Depois de mais um esperado vexame em Criciúma, o Atlético Tubarão tem alguns poucos dias de sobrevida, com uma viagem desmotivada a Brusque que pode acabar servindo de castigo simbólico a quem resistiu até as últimas partidas. Aí vai ser hora de repensar o que todo mundo evita falar, mas invariavelmente pensa: ainda vale a pena manter este clube com as portas abertas? Ele nasceu há quatro anos e segue sem um rumo definido: não sabe se quer ser uma espécie de sucessor do Tubarão Futebol Clube ou se cria uma identidade própria. Foi Atlético Cidade Azul, Cidade Azul e, por fim, se chama na Federação de apenas Atlético, suprimindo o nome da cidade justamente para evitar a relação com o Tubarão e suas dívidas. Se alguém quiser manter o clube vivo _ e o ex-presidente Clóvis Damaceno parece ser o único a querer encarar a missão de ainda este ano colocar em campo os times júnior e juvenil _, é preciso definir o que o clube quer. O símbolo do clube só não teve mais versões que o seu uniforme, que variou de um quadriculado constrangedor a algo quase igual ao do próprio Tubarão, com mais de uma dezena de modelos. Ser um clube novo ou levar o legado do Tubarão e assumir os riscos que isso representa? O Atlético hoje é uma instituição com volume considerável de dívidas, mas tem uma vaga na segunda divisão estadual, enquanto um novo clube precisaria iniciar sua trajetória pela terceirona. Pesar tudo na balança e tomar uma decisão com calma é o que o futebol tubaronense precisa há anos e insistentemente se nega a fazer.

3 comentários:

  1. Olha Rodrigo, não vale nem mais a pena gastar espaço no blog.. Tenho esperança que o Hercilio vem mais forte. Torço pra isso.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  2. Penso da seguinte forma tomando o Metropolitano como exemplo: Um time tem que ter torcedor no estádio, este é o maior objetivo. O objetivo numero um. Todos os outros objetivos vem depois. Um time que disputa todos os seu jogos em casa com a arquibancada cheia, tem moral e respeito junto a todos da cidade. E sem este respeito um time pequeno do interior não sobrevive.

    ResponderExcluir
  3. O time de Tubarão, hoje, é o Hercílio.

    ResponderExcluir