segunda-feira, 2 de março de 2009

Pintou o caminho pra rua pro Pintado

Ontem, Baré disse que o "planejamento continua, por enquanto". Hoje, as coisas no Figueirense mudaram, talvez por causa da má repercussão dessas palavras, e até pelo reflexo da insatisfação da torcida.

Pintado tem culpa na má campanha do Figueirense? Tem sim. Ele buscou esconder as deficiências graves de elenco, sempre dizia que havia evolução no time quando não se via nada. Na verdade, desde o começo do ano jamais se viu um padrão de jogo no time. E isso que já estamos em março.

Mas não é só isso: a diretoria alvinegra precisa explicar, ao invés de enrolar, o porquê de tantas contratações mal-feitas. Dou dois exemplos: Pedrinho, ex-jogador em atividade com problemas recorrentes de lesões, e Anderson Pico, jogador com ficha cheia de atos indisciplinares e que chegou ao clube mais gordo que o Ronaldo Fenômeno.

Tanto Pintado quanto a Diretoria Alvinegra cometeram só um, mas um enorme erro: contaram uma mentira dizendo que o time era bom e acabaram acreditando na lorota que contaram.

2 comentários:

  1. Técnico bom é aqule que reclama mesmo, pede contratações só aceita trabalhar se tiver um elenco com bom nível que não esconde os problemas do time.

    ResponderExcluir
  2. Concordo. E também aquele que sabe escolher e indicar os jogadores.

    Tivemos exemplos tristes com o Nasareno e outros. O Suca acertou na mosca naquele time que montou para a Divisão Especial.

    Mas a direção não conseguiu manter aquele mesmo time, e perdemos o Dênio, Xavier, Bagé, Lucas, Thiago e Juliano.

    Se ainda tivéssemos esses jogadores e mais o Ayub e o Rogélio, estaríamos sem dúvida disputando o título.

    Não tivemos sorte também na contratação do Marcos Tora e do Carlinhos. Aí sim acho que foi falha de quem indicou. Um jogador não desaprende de um dia prá outro.

    ResponderExcluir