quinta-feira, 19 de março de 2009

Pra bom entendedor...

Nota veiculada no site da CBF, hoje:

A CBF mais uma vez torna público que o critério de escolha das 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014, por parte da FIFA, levará em conta única e exclusivamente os estudos técnicos apresentados ao longo de quase dois anos pelas 17 cidades candidatas, não sofrendo portanto qualquer influência política de governo ou empresarial.

Recado enviado pela CBF pra várias pessoas, mas também pro Governador Luiz Henrique, que tenta influenciar dirigentes para conseguir trazer a sede para Florianópolis, Recentemente, foi tentar fazer lobby com João Havelange e Julio Grondona.

6 comentários:

  1. Governador, que tem raizes em Brusque, prestigia muito a nossa cidade, mas dessa vez pisou na bola.

    Trazer a Copa pra SC só pra dar prejuizo? Ou acha que viria muita gente aqui pra ver Marrocos x Senagal e não sei que mais?

    E depois, não queremos pagar estádio de ninguém. De onde vai sair o dinheiro para constraução dessa famigerada Arena do Figueirense?

    /mfrv

    ResponderExcluir
  2. A revista placar já antecipou a relação das cidades para a Copa no Brasil.

    São elas:
    Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Cuiabá, Brasília, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza e Belém ou Manaus.

    ResponderExcluir
  3. Léo da Cunha Silveira20 de março de 2009 08:19

    Ao meu ver pro Ricardo Teixera, "critérios técnicos" é sinômino de "quem conseguir desviar mais verba e repassá-la ao presidente da CBF, ao Ministro dos Esportes e demais sanguessugas levam as 12 sedes".
    Ou seja, puro lobby não resolve, já lobby adicionado a maletas recheadas de euros começa a ter chances!
    Política e esporte no Brasil dão nojo...e a gente acaba pagando a conta através dos impostos abusivos!
    VERGONHA!!!

    ResponderExcluir
  4. Imagina se o nosso "Governador" não está louco pra querer a copa em SC...

    Olha quanto ele iria embolsar nesta !!!

    É só ver Brusque, que em outras cidades já ficou conhecida pelo famigerado apelido de "lavanderia Silveira"...

    É só lembrar na administração municipal anterior, o quanto o bigodudo faturou aqui em Brusque...

    Ele gosta de Brusque.... tá.... Saci Pererê e Papai Noel existem...

    ResponderExcluir
  5. eu fico impressionado como tem gente que fala besteira

    primeiro que querem reclamar de dinheiro publico em estadios, coisa que ja acontece pelos lados da ressacada, brusque, joinville, chapeco, e por ae vai, so que nesses casos ngm comenta, ja o estadio da copa que nao tera um centavo de dinheiro publico, ficam falando de coisas que nao sabem.

    ResponderExcluir
  6. rodrigo, cada post seu a respeito da copa, eu vejo que voce nao quer de maneira nenhuma a copa aqui.

    em primeiro lugar que nao foi so floripa que foi conversar com joao havelange. e a visita do comite de floripa, a joao havelange, a COMEMBOL, e a AFA, foram tudo dentro de uma normalidade, para mostrar o projeto de floripa apenas, e isso nao é proibido, é claro que é uma jogada, um tipo de lobby mas nao ha nada alem de mostrar o que a cidade pretende fazer para o mundial. isso esta bem longe do que outras cidades andam fazendo no planalto usando o mundial como moeda de troca. acho que precisas te informar um pouco.

    o recado portanto nao foi para floripa, e sim para outras cidades, principalmente cuiaba, campo grande, belem, goiania, e manaus.

    se o que floripa fez fosse grave nao teria feito e noticiado no site do figueirense e governo do estado, pois ambos sabem muito bem o que é e o que nao é proibido nesse sentido.

    ate agora nao vi uma postagem sua positiva em relacao a copa do mundo em floripa, tudo bem que podemos nao estar tao cotados perante aos outros. mas nem ao menos na expectativa e no que a cidade e o estado tem a ganhar vejo mencionares algo a respeito.

    essa falta de uniao no estado com o tema copa do mundo pode ser muito prejudicial.

    ate agora nao vi falares por exemplo que outras cidades concorrentes tem problemas de infra estrutura piores que floripa, ou nao tem rede hoteleira como temos aqui, ou nao tem tradicao futibolistica, como temos aqui. ou ainda querem fazer estadios com dinheiro ou patrimonio publico, o que nao é o caso daqui. isso sao fatores importantissimos tb.

    todas as especulacoes que sairam ate agora tem um ponto falho, mas sequer dissertasse sobre esse ponto.

    ResponderExcluir