quarta-feira, 8 de abril de 2009

A ansiedade tirou Brusque da final da Superliga

Hoje foi uma noite diferente. Aqueles locais onde a torcida se reúne para assistir os principais clássicos do futebol se transformaram em arquibancada de ginásio, para ver as meninas do vôlei de Brusque, que precisavam de uma vitória contra o poderoso Rexona, para chegar a uma final inédita da Superliga. Faltou pouco, mas não foi dessa vez. Há uma segunda chance no sábado, também no Rio de Janeiro, onde a torcida se juntará pra empurrar o time brusquense. Mas a vaga passou tão perto de ser decidida hoje...

Os primeiros dois sets mostraram uma equipe vibrante, que surpreendia o adversário a cada jogada, deixando estupefato o técnico Bernardinho, que viu o seu time, melhor campanha do campeonato, a um set da eliminação. Com 2 a 0 no placar, o Brasil Telecom/Brusque tinha a chance de fazer história.

Mas o terceiro set chegou, e a ansiedade em fechar a partida veio junto. A vibração acabou, as jogadas não entraram mais... E o otimismo passou para o outro lado da rede, onde o Rexona aproveitou para levar a partida para o tiebreak.

No jogo de ida em Brusque, a situação foi a mesma, até chegar ao set desempate. Mas desta vez, o final foi diferente: o time brusquense continuou mostrando a mesma desanimação e foi presa fácil para o Rexona, que fechou em 3 sets a 2. Tá certo que o time do Bernardinho é o favorito ao título, mas a supresa passou perto. Mas quem sabe ela não pode aparecer na noite de sábado?

3 comentários:

  1. Jogão. Não querendo ser corneteiro, mas as meninas pipocaram hoje hein. Muito arriscado ter deixado o Rexona levar a decisão pro terceiro jogo. O jeito agora é torcer por uma vitória sábado, mas acho difícil.

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo, muito importante o seu reconhecimento e apoio ao nosso time de volei.

    Parabéns para as meninas. Levando o nome de Brusque para o Brasil com muita garra.

    Perder para um dos melhores time do mundo não é pra qqer um. Faz parte. Pode sim ganhar no sábado. Vamos torcer muito.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  3. Isso que aconteceu é bem comum no volei, tipo uma sindrome do terceiro set e de fechar o jogo. A seleção já "amarelou" várias vezes. Torcendo que a zebra volte ao Rio e a equipe de Brusque consuiga cometer esse "crime" na superliga que andava muito previsível.

    ResponderExcluir