sexta-feira, 3 de abril de 2009

De 5,5 milhões para 600 mil

O Figueirense vai ter que se virar nos trinta pra fazer um time competitivo no seu retorno à Série B.

Matéria do Globoesporte.com diz que o alvinegro terá uma queda brusca de receita das cotas de televisão: de R$ 5,5 milhões recebidos na Série A do ano passado, o Figueira receberá apenas R$ 600 mil referentes ao televisionamento da Série B.

Somando os aproximadamente R$ 100 mil conseguidos no Campeonato Catarinense, dá 700 mil no ano, aproximadamente 58 mil reais ao mês. O que, convenhamos, é pouco.

Já o Avaí começa a ver um futuro melhor: além de ter acesso à verba de televisionamento que o rival ganhava até o ano passado, uma matéria da Folha de São Paulo de ontem dá conta que o Leão tem tudo pra se tornar sócio do Clube dos 13 ainda neste ano, junto com o Barueri e o Santo André.

Nenhum comentário:

Postar um comentário