segunda-feira, 6 de abril de 2009

Juíza vai atrás dos patrocinadores do Brusque

Não contente em mandar oficiais ao Estádio Augusto Bauer para penhorar rendas dos jogos do Brusque, a Justiça da cidade resolveu atacar em outra frente para conseguir dinheiro do clube: agora, o alvo são os patrocinadores.

Semana passada, a juíza Quitéria Tamanini Peres, da 1a. Vara Cível da cidade, mandou expedir uma intimação a todos os patrocinadores do Bruscão, incluindo aí aqueles que tem sua marca no uniforme ou placa publicitária no Estádio, com vários questionamentos. A intenção é bloquear o repasse dos patrocínios para pagar dívidas.

O questionário enviado aos patrocinadores é o seguinte:

- Se possuem contrato formalizado (escrito ou verbal) com o Brusque Futebol Clube ou alguma
entidade correlata para publicidade de sua marca/nome junto ao campo daquele clube?
- Qual a pessoa que assinou (ou consolidou verbalmente) o contrato?
- De que forma é realizado o pagamento ao Brusque Futebol Clube? (se possível fornecer cópia
do borderô de pagamento)
- Qual o valor pago?
- Qual a periodicidade de pagamento (mensal, semanal...)?
- Quais os valores já quitados no ano de 2009?

Uma coisa que eu gostaria de saber é qual o valor real e definitivo das Dívidas que o Brusque tem na justiça. Parece que cada dia aparecem mais processos, todos anteriores a 2001. Será que um dia isso acaba?

Tive hoje a informação de que quatro patrocinadores já cancelaram contrato com o clube, que tinha duração até o final do ano.

30 comentários:

  1. Divida é pra ser paga, mas que se a justiça fosse assim dinâmica com todos os credores, porque o que se vê, é só morosidade.
    Agora contra o Brusque F.C, ai tudo anda com extrema rapidez e competência.
    Como sempre, nada nem ninguém pra ajudar, só pra f...... mesmo.
    Se já era difícil antes, imagina agora.
    Tem coisa que não consigo entender mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Já era praticamente desumando tocar futebol em Brusque, agora com mais esse agravante, acho que o futebol de Brusque vai ACABAR. Isso é uma brincadeira de mal gosto desse advogado que defende esse caso, que pelo que me parece é de 1993. No mínimo o advogado desse processo, não é da Cidade de Brusque, porque, me desculpem, agora esse Advogado deveria ter outras formas de cobrar, porque desse jeito, o Advogado vai fechar as portas do Brusque FC, pois ir em cima dos patrocinadores do nosso querido bruscão é piedade. Pq só agora em 2009 ele fez isso??? Pq não fez isso em 93, 94, 95, 96 e assim por adiante?? Pq só veio com pedras na mão agora que o Brusque ta tentando se levantar??? Isso é grave, vai da problema. Tenho pena dos dirigentes atual.

    ResponderExcluir
  3. Vai toma no c... esse Advogado que fez isso com o BRUSCÃO. Não tenho palavras, estou enlouquecido com essa atitude. Como o Brusque vai continuar??? Como vão fazer pra pagar as despesas atuais?? Alguém tem explicação?? Já era dificil, agora fudeu de vez. To com medo que o Brusque se acabe.. Pois não vejo como buscar mais receita! E o pior de tudo, é uma dívida de 1993!
    Estou I.N.D.I.G.N.A.D.O.

    ResponderExcluir
  4. Herança do ciro !
    Td mundo aclama o C.R. pelo titulo de 92 e ai.... ? Sera que vale ter ter afundado o clube em dividas contratos mau feitos para ganhar um titulo em 92 ???
    Abraço do gaitero agora !

    ResponderExcluir
  5. paixao é paixao, mas nao podemos esquecer da razão.

    tem processo se arrastando a 15 anos, que ja comprovara q o bfc nao pagou e realmente deve.

    axo q a juiza fez o certo, afinal o bfc tem q pagar, e depois de 15 anos ainda nao pagou. tem processo q eh de 2001, fazem 8 anos e nada do bfc pagar, a justiça ta bem lenta nesse caso, e isso foi bom pro bfc.


    é duro, mas fazer oq, se deve tem q pagar.

    ResponderExcluir
  6. A dívida é uma Rifa de uma Blazer, na gestão 93 que não tinha nada ve com o barba roxa, era outro presidente, não vamos agora achar culpados né mané!! Não estamos discutindo quem fez a merda, estamos apenas indignado com a forma que o Advogado agiu. Porque não consigo entender, como pode um clube que defende as cores de nossa cidade ter suas receitas de tanto custo pra conseguir pra fazer futebol, ir por aguá a baixo...

    ResponderExcluir
  7. O que não está correto é uma juiza interferir nos assuntos administrativos de um clube. Pelo que entendo, não existe fundamento legal para tal atitude.

    Não pode ser legal intimar dessa forma patrocinadores, exigindo que prestem contas. Não existe fundamento nem precedente no futebol brasileiro, pelo que sei.

    E todas as dívidas que o Vasco, Flamengo e outros grandes clubes tem? Algum dia alguém já teve notícia da justiça per pedido prestação de contas para a Petrobras ou qqer outro patrocinador? Mesmo considerando clubes pequenos, jamais foi vista uma atitude dessa natureza contra algum clube.

    O correto seria entrar com uma ação e cobrar dessa tal juiza ou do poder judiciário uma indenização por danos morais e pelos prejuízos causados com o afastamento de patrocinadores.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  8. Eu respeito cada opinião, mas gostaria que o Mané ai de cima me dissesse como é que isso foi bom pro Brusque, pelo amor de deus né.
    Concordo que dívida é pra ser paga, mas dizer que foi bom pro Brusque? Ou acha que todos aqui são otários ou ta bebendo durante o dia.
    Agente tem que escutar cada coisa mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Se a moda pega, vai fechar todos os Clubes do Brasil. Cobrar a dívida do Clube, em cima dos patrocinadores, não "existe"!! Porque sem patrocinadores não EXISTE fórmula de fazer futebol. Não to aqui querendo dizer que não tem que pagar a divida, tem que pagar SIM,(ou faz acordo ou paga), só não acho correto esse tipo de comportamento, tirar na cara dura a melhor RECEITA mensal do BRUSQUE FC, que custou muito tempo e suor para conseguir os PATROCINADORES!!!
    A grande paixão dos BRUSQUENSES, está por acabar..

    ResponderExcluir
  10. O JUVENTUS também sofreu com esse tipo de problema. Exatamente igual. Além de penhora nas rendas, os oficiais de Justiça iam direto na sede dos patrocinadores e confiscavam o valor qeu seria pago ao clube. Ano passado chegaram a pegar um cheque do Correio do Povo para o Juventus no valor de 60 mil, indo tudinho pra Justiça. O dinheiro serviria para pagar a folha. Aí, astrasaram os salários na época.

    ResponderExcluir
  11. "Concordo que dívida é pra ser paga, mas dizer que foi bom pro Brusque? Ou acha que todos aqui são otários ou ta bebendo durante o dia".

    É isso aí anônimo 19:30. Deve ser a segunda hipótese. É esse mesmo cara que disse que o BFC estava quebrado, que não iria disputar o campeonato. Disse também várias vezes que quem dá opinião e sugestões tem que ir trabalhar no BFC. Agora vem com essa...

    Só pode ser um metroxa travestido de brusquense.

    Quanto às dívidas, tenho certeza absoluta que elas não irão abater o Bruscão. O clube tem interesse em pagar, mas tem que ser respeitado o direito do clube sobreviver para poder pagar.

    Vem aí uma promoção para a torcida ajudar o BFC. Tenho certeza que todos os torcedores do Bruscão vão apoiar. Contamos com a Força Independente para ajudar o Bruscão nessa promoção. A direção do BFC precisa agilizar esse processo.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  12. ta... se penhora a renda é ruim, se penhora passe de jogador é ruim ( caso do ricardo (rato) goleiro em2001), o bfc nao paga e nao fez acordo quando era pra fazer, o unico jeito é cobrar direto dos credores/patrocinadores, nao tem outra saida. e foi bom pro bfc sim... a se eu tivesse 15 anos pra pagar um carro.

    pq a diretoria nao faz uma coletiva e apresenta todas as dividas judicias ???

    ResponderExcluir
  13. Calma pessoal, também não é assim. Primeiro tem que saber o quanto é a dívida, depois se faz um cálculo da receita mensal e verifica-se, a partir daí em quantas parcelas será necessária a penhora.

    Se a dívida é de 93, é bem provável que, se não por inteira, ao menos uma parte o Brusque já pagou. Desconte este valor.

    Então pergunto: o que é melhor (ou pior): ter "prejuízos" com a penhora da renda dos patrocinadores, ou ter como garantia patrocinadores que geram renda mensal fixa e permitem que o Brusque tenha fontes de arrecadação de dinheiro a serem aplicados para que o clube saia do vermelho ou pelo menos diminua gradativamente o valor em débito. O que é pior: o "prejuízo" ou a dívida? Ficar "sem dinheiro" ou ficar com o nome sujo?

    Se as empresas patrocinam o Brusque, creio que seja no intuito de ajudar e apoiar o futebol da cidade, não apenas no sentido literal e displicente da palavra. Sendo assim, quem sabe este dinheiro indo diretamente para o pagamento de dívidas, o time não consiga sair do vermelho e virar credor, passando a ter um outro tipo de destaque administrativo, e os patrocinadores uma valorização?A acrescentar isto, tem ainda a renda advinda das vendas dos ingressos para os jogos da Série D (ao menos três em casa são garantidos).

    Não sejamos precipitados. Não nos afobemos em dizer que o futebol em Brusque terminará. A título de comparação,mas logicamente guardadas as devidas proporções, o Barcelona (que é o Barcelona)não tem patrocinador e tem receita inclusive maior que o município de Barcelona.

    O Brusque não teve prejuízos com essa medida. Prejuízo foi lá em 93, quando se gastou mais do que arrecadou. À medida que você injeta dinheiro para quitar uma dívida, você está fazendo um investimento, ao menos na minha concepção.

    A Diretoria provavelmente levou em consideração esse tipo de consideração quando contratou e renovou contratos com os jogadores. Se não levou, pecou, pois sabe que tem uma dívida a pagar e deveria ter feito um planejamento pensando no melhor para clube e não deixando a situação da dívida transparente.

    O Clube tem agora duas saídas. Uma delas é não pagar a dívida e entrar na burocrática justiça alegando danos morais pelo "prejuízo" com a penhora da renda advinda de patrocínios. Não vejo muita razão,nem viabilidade, uma vez que a dívida não será paga, será adiada e é quase certo que o parecer será desfavorável.

    A segunda, a mais viável e racional, seria fazer o que todo devedor faz. Negociar a dívida, deixar claro que está devendo, mas que não é devedor e ir gradativamente pagando, na medida do possível, durante quanto tempo se fizer necessário.

    As três palavras chaves são: Acordo, planejamento e quitação.

    ResponderExcluir
  14. Ja disse cara, se achas que foi bom pro Brusque, me diga como meu amigo.
    Me explique qual será o benefício?
    Só falar não adianta, qual é o teu argumento mágico?
    Por que até agora, pelo que foi noticiado aqui, tres patrocinadores pretendem deixar o clube, e se mais algum quiser isso, não teremos como participar da série B.
    Ai teremos mais dividas, como atraso de salário e juros com outras dividas que não serão pagas, pois não teremos mais patrocinadores.
    Então Sr. mágico, me diga como isso será bom pro Brusque?

    ResponderExcluir
  15. Agora vou bater numa tecla que tem gente que não gosta e vão dizer que não tem nada a ver com o problema que esta acontecendo.

    Time que depende só de renda e patrocinios em época de campeonato não sobrevive. Tem que investir em quatro ou cinco jogadores de categorias base ou outros jogadores novos (Caso do Bitencourt) para quem sabe faturar com um no final de uma competição.

    Vejam o exemplo dos grandes de Santa Catarina: O Avaí já tem um cheque em branco com o Medina, O Criciúma com o Matheus e o Figueirense com o Taletti e outro lá que não lembro o nome.

    Temos que trabalhar como time grande para ser grande.

    Está juiza ai deve ser torcedora do Metroxa e como o time dela não conseguiu classificação para a série D ela quer ferrar o Bruscão também. Temos que fazer que nem o Flamengo fazia, pegar a grana por debaixo dos panos e deixar os c redore chupando... o dedo.

    ResponderExcluir
  16. Isso é péssimo para o Brusque FC, porque pagando continhas atrasadas de outras gestões, já não dava conta de pagar as despesas, imagina ter que pagar parcelamentos, acordos e tudo mais de outras épocas. É uma poço SEM fundo. Como já disse várias vezes, vir aqui na INTERNET e escrever um monte de coisas, é muito facil e pratico, ficar dizendo que assim tem que fazer, assado não pode e tal, agora fazer aconter, tem poucos.. a REALIDADE é bem diferente!!!

    ResponderExcluir
  17. Bom para o BFC? O cara só pode ta de brincadeira! Porra, dizer que quem se deu mal foi a gestão de 1993 é sacanagem.. eles simplismente fizeram a dívida e não pagaram.. e agora a gestão 2009 é que está sofrendo com isso.. pois já tem que colocar dinheiro do bolso pra fazer futebol em BRUSQUE e cumprir com os pagamentos mensais, hj o BFC tem uma despesa mensal aproximada de R$ 150.000 e receita aproximada de R$ 85.000! Se assim já ta PRATICAMENTE IMPOSSIVEL de fazer futebol em BRUSQUE, imagina agora tendo que pagar DÍVIDAS antigas.
    FAZER FUTEBOL SEM GRANA SUFICIENTE, É COISA PRA DOIDO!!! TEM QUE GOSTAR MUITO DO CLUBE MESMO.

    ResponderExcluir
  18. Se a despesa é de R$ 150.000,00 e a receita é de R$ 85.00,00 o clube esta sendo mal administrado mesmo. Por isso que depois aconteçe isto ai. Se ganha 85.000,00 tem que gastar 85.000,00. Se não tem não gasta.

    ResponderExcluir
  19. Nenhuma torcida conseguiu uma média de ocupação próxima de 80% (acredito) nos jogos em casa. Durante a Divisão especial, foi a mesma coisa. Enquanto outros estádios estavam praticamente vazios, em Brusque sempre teve bom público. O BFC tem uma torcida apaixonada como poucos clubes possuem.

    Um comentarista falou a palavra certa: planejamento. Existem várias formas de gerar receita. Promoções do tipo raspadinha podem ser uma boa. Parece que o Brusque está tentando.

    Premios em dinheiro, naturalmente. Quem não compraria dois ou três bilhetes por mes para ajudar o time e o futebol de Brusque?

    Se no mínimo a torcida que lotou o estádio comprar 3 raspadinhas por mês, seriam 5.000 x 3 = 15.000 bilhetes. Se o preço for R$ 2 o bilhete, seriam R$ 30.000 mes.

    Daria para quitar as dívidas e ainda sobraria para o plantel.

    Falou-se também em lucrar com jogadores. Investir na base é o caminho, e o Brusque está fazendo isso. Pode e deve gerar receita. Mas para isso o time precisa estar bem. Senão, não tem como mostrar.

    Tem que montar time pra ganhar. Pra isso tem que investir mesmo, e apostar. Se montar um time de R$ 85 mil, cai com certeza. E aí a coisa acaba da pior maneira.

    A direção fez certo e precisa continuar apostando e montando times fortes.

    Mas é preciso gerar receitas e explorar também outras fontes. Muito bem colocado também o exemplo do Barcelona, nas devidas proporções. Souvenirs, camisas, posters, chaveiros, etc. etc. podem gerar, somados, receita considerável. Eles fazem isso.

    Os patrocinadores deveriam AJUDAR MAIS AINDA numa situação como essa, em vez de abandonar. Mostrar o seu comprometimento com o BFC e com o futebol de Brusque. Muitas empresas ainda não se deram conta que isso é marketing.

    Muito bem dito num comentário de cima.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  20. A IDEIA da raspadinha é mto boa.

    mas tem q pagar o premio. o assunto do post é de um bingo q nao foi pago e quinze anos depois ta ai sendo tudo penhorado.

    eu q nao vou comprar essa raspadinha.. hehehhehe

    força bruscão.

    ResponderExcluir
  21. Tá devendo ? TEM QUE PAGAR...

    Só porque foi a diretoria X ou Y não isenta o Clube de pagar suas dívidas...

    Aliás... o Clube mais mal administrado que se ouviu falar...

    Nesses anos todos, além das dívidas, nem patrimônio conseguiram fazer... (os patrimônios do Renaux e Paysandu nunca foram do Brusque... como comprovado na justiça em 2002).

    Lembram de rifa de caminhão que nunca existiu ? O ganhador tá esperando até hoje ?

    Lembram que queriam leiloar o campo pra pagar dívidas do BFC ? Como leiloar algo que nem lhes pertencia ??? BIZARRO !!!

    Tem gente que é tão fanática, que se torna cega...

    ResponderExcluir
  22. Você aí de cima só dá importância aos erros... fácil assim não é?

    Esquece que o BFC com pouco mais de 20 anos tem um título Estadual e 2 copas Santa Catarina.

    O Marcilio Dias com 90 anos de história não conseguiu mais que isso. O Paissandu com a mesma idade conseguiu menos ainda. Não tem nenhum título Estadual.

    O BFC não quer saber do patrimônio do Renaux e Paissandú. O Brusque tem um patrimônio MUITO maior que isso que são seus títulos e a sua torcida.

    O maior patrimônio de qqer time de futebol é a torcida. Com relação a campo, etc, o Brusque chega lá, apesar da torcida contra de alguns, como esse caso, que na verdade torce contra a cidade.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  23. Time amador do caramba. Se alguém discorda da opinião de vocês, é porque é "metroxa". Pelo menos o metroxa não deve um centavo na praça, ao contrário desse timeco do brusque... que venha a série D, pra fazerem mais dívidas... bando de amadores.

    ResponderExcluir
  24. Todos estão carecas de saber o assunto do blog, da rifa, etc, mas foram administrações passadas.

    Agora, querer dizer que o Danilo e o pessoal que dirige o BFC hoje não vai pagar premio de raspadinha é brincadeira, não é?

    Quando alguém compra uma raspadinha e paga R$ 2, obviamente não é para ganhar um automóvel ou caminhonete.

    Raspadinhas pagam valores em dinheiro: mil reais, dois mil reais e premios menores.

    Quem está muito preocupado com os seus R$ 2 talvez não esteja se dando conta que é apenas uma maneira de ajudar o clube.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  25. Tem gente que é tão fanática, que se torna cega 2

    ResponderExcluir
  26. Só pra complementar a resposta ao anônimo 00:47

    O Renaux em quase 100 anos conseguiu por investimento próprio um patrimônio muito pequeno. O terreno onde hoje está o campo foi doado, no tempo em que terrenos em Brusque custavam uma merreca.

    A arquibancada inicial foi também doada. o Renaux construiu o alambrado e colocou os refletores. Muito ruins por sinal, prá não dizer horríveis. Muito mais que isso o BFC gastou no CT, que infelizmente a enchente destruiu.

    Isso sem falar que outros times tradicionais de SC como o Marcilio nunca tiveram um campo próprio. Nem por isso a torcida de Itajaí fica desmerecendo o Marcilio. Existem centenas de outros casos.

    O maior patrimônio de um clube é a torcida. Sem torcida não existe clube em futebol. Esse patrimônio não tem preço. E para aqueles que gostam de desmerecer o BFC, a resposta são os títulos e essa tocida maravilhosa, como poucos clubes têm.

    Títulos aliás muito difíceis de serem alcançados, dadas as circunstâncias do futebol de SC onde 3 ou 4 clubes clubes são blindados para não perderem títulos.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  27. Bando de amadores são os dirigentes do metroxa e do Renaux hoje. Nunca conseguiram fazer o time voltar, com está, tradição, títulos e tudo mais. O metroxa nunca conseguiu nenhum título sequer.

    Aliás, títulos e estádio que o Renaux conseguiu qdo o futebol era amador. Então o cara está chamando de amadores aquilo que eles sempre foram. Quanto conhecimento da história do futebol. Que argumento!!!

    Bando de amadores não conseguem títulos estaduais, ainda mais aqui em SC. Tanto que desde que o BFC conquistou o título, nenhum outro clube do Vale conseguiu. Bando de amadores não conseguem 3 títulos em um mesmo ano, sendo um deles de nível nacional.

    É muito fácil torcer pelo metroxa como vc quer e gosta. Basta andar pouco mais de 20 km toda semana e ir assistir os jogos no SESI. Isso quando tem calendário, ou seja, dois meses por ano.

    ResponderExcluir
  28. A Diretoria Atual lutou demais, depois do rebaixamento ano passado, e levou o Brusque devolta a 1ª divisao do Estadual, alem disso, o BFC ainda conseguiu a vaga para a Série D, espero que tudo seja resolvido, e que o BFC entre nos eixos novamente, muita gente batalhou muito pelo Brusque nesse ultimo ano.

    ResponderExcluir
  29. Conquistou os titulos quando o futebol era amador ?

    Tem gente que realmente, alem de cegos, sao burros...

    Fanatismo faz coisa...

    ResponderExcluir
  30. Quando o Renaux foi campeão, a maioria dos jogadores trabalhava na fábrica: Petrusky, Mosimann, Otávio, etc.

    Quem pagava os salários rea a fábrica. Somente o Teixeirinha não era amador. Todos os dirigentes eram amadores.

    Tod mundo que conhece um pouco de história sabe disso. O próprio Teixeirinha diz claramente isso em seu livro "O Craque Eterno". É só comprar o livro e olhar. Você provavelmente nem sabe da existência desse livro.

    Vá conhecer um pouco da história do time que você torce pra depois chamar os outros de burro. Burro é quem não sabe nada e vem aqui querer dar uma de entendido.

    Você até agora não apresentou nenhum argumento. A única coisa que você sabe dizer é que são cegos. Mostre os seus argumentos.

    Eu nem vou querer ler. Até porque quem não conhece nem a história do time que torce merece muito pouca credibilidade.

    ResponderExcluir