segunda-feira, 6 de abril de 2009

No desespero, JEC vai de Sérgio Ramirez

A única palavra que encontrei pra definir a troca de treinadores no Joinville foi esta: desespero. Gelson Silva não aguentou a série de sete jogos sem vitória e acabou dispensado, depois da longa viagem de volta de Chapecó.

E lá vem para o seu lugar o uruguaio Sérgio Ramirez, que pavimentou e sinalizou o caminho do rebaixamento do Marcílio Dias neste mesmo Estadual. O que ele poderá fazer em três jogos no espaço de uma semana? No máximo uma bronca, um barraco, um monte de berros. A base bem montada por Leandro Campos foi se deteriorando e não vejo tempo hábil para ser recomposta.

Agora vai ser na base da motivação e do grito. As vezes funciona.

Um comentário:

  1. Estou surpreso. Concordo, só pode ser desespero. Mas pode acabar funcionando.

    ResponderExcluir