domingo, 10 de maio de 2009

Bem-vindo à Série A, Avaí

O empate entre Avaí e Atlético Mineiro na ressacada teve cara de batismo. Um batismo dolorido, mas que caiu como uma luva na "iniciação" do time entre os melhores do futebol brasileiro.

A torcida estava em festa depois do gol de Evando, e no segundo tempo ficou ainda mais agitada, quando Muriqui fez os 2 a 0. O que parecia um passeio na fria noite de sábado transformou-se num aviso, de que um jogo de Série A é bem diferente da realidade de um Campeonato Catarinense.

O Leão murchou no segundo tempo, e as alterações de Celso Roth fizeram efeito, e o Galo empatou o jogo (com gol de Carlos Alberto, ex- Caxias/Joinville e Figueirense) e poderia ter virado no finalzinho, não fosse o travessão salvador. Um empate que não pode ser encarado com uma derrota. Serviu pra mostrar que a realidade da Série A é outra, e não há jogo ganho com antecedência. Não há tempo pra relaxamento, e qualquer erro pode ser fatal.

Mas a torcida não merecia a derrota na estreia. No fim, o empate foi bom pra ambas a partes. Sábado que vem, o Avaí faz seu primeiro jogo de casa, e logo contra o Flamengo, no mítico Maracanã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário