quinta-feira, 14 de maio de 2009

O Ranking das melhores Divisões de Base do Brasil

O Site Olheiros.net, especializado na cobertura da criação de novos talentos nas Divisões de Base dos clubes Brasil afora, divulgou ontem o Ranking do Futebol de Base Brasileiro, onde são classificados os clubes que têm o melhor trabalho de revelação de atletas no país.

De Santa Catarina, aparecem o Figueirense, Avaí, Criciúma e o Brusque. Confira:

10 comentários:

  1. O futebol está no sangue do povo Brusquense.

    - Temos o clube mais antigo do estado

    - A maior partida de futebol de todos os tempos realizada em SC foi em Brusque (Renaux 5 x 5 Botafogo) em 1958, com direito a Garrinchi, Didi, Nilton Santos e outros da seleção campeã do mundo.

    - O maior craque do futebol catarinense de todos os tempos jogou por 13 anos no CACR, depois de ser titular absoluto do Botafogo ao lado de Didi, Quarentinha, Garrincha, etc.

    - O primeiro estádio de SC com alambrado e iluminação

    - 34° colocado no ranking nacional de categorias de base, isso porque não nos deram chance de disputar a copa SP, senão estaria entre os 20. Ganhamos fácil e ficamos na frente do Criciúma e do Figueirense no último estadual de juniores.

    Parabéns Danilo, Casão e diretoria do BFC por esse reconhecimento. O trabalho está dando certo, e tenho certeza que a Prefeitura (Paulo e Farinha) também estão comemorando esse resultado, pois a Prefeitura ajuda as categorias de base do BFC.

    Parabéns também para a Havan, e outros patrocinadores importantes que sempre acreditaram no Bruscão.

    Agora só falta a ARENA. Aí sim, ninguém segura mais o Bruscão.

    Rodrigo, parabéns também pela matéria. Excelente.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  2. Pois é e o nosso querido Bruscão não ganhou nenhum centavo ainda com as categorias de base, muito pelo contrário, está liberando de graça os jogadores que foram Vice-Campeões Estadual em 2008 e que colocaram o Brusque a frente do Vasco, Coritiba, São Caetano etc. no Ranking divulgado ai pelo Rodrigo.

    Atenção Danilo, pelo menos tenta ganhar um dinheiro com o Valdo e o William Gaúcho os únicos que sobraram. Não deixem o Suca mandar muito senão não vai sobrar nenhum.

    ResponderExcluir
  3. Precisamos de alguns jogadores bons para montar um time forte. Isso todo mundo concorda.

    Agora, precisamos valorizar cada vez mais a nossa base. Se a CBF faz isso, por que não fazemos nós? Por isso, antes de contratar jogadores medianos e incertos, vamos aproveitar a base.

    Valdo, William, Leonardo, o João e ainda o Carlinho e o Fattori (também jovens), assim como outros, PRECISAM TER CHANCE PARA JOGAR.

    Meninos, vamos à luta!!! Chegou a vez de voces. Tem que dar o sangue e aproveitar ao máximo toda vez que aparecer uma chance.

    Ouvi falar em amistosos... ótima iniciativa, e o momento ideal para dar chance a nossa base. E o que é mais importante: quem tem a 34 categoria de base do Brasil, precisa começar a ganhar dinheiro com isso, não é?

    Parabéns mais uma vez. Especialmente à Prefeitura, que acreditou no projeto das categorias de base do BFC.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  4. Fico contente pelo fato de o Brusque estar nesta lista.Dei uma olhada rápida, mas pelo que percebi o time do palmeiras não aparece .Eu achei estranho isto.Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  5. Só uma correção, se me permitem. Existe uma citação incorreta num comentário acima sobre o Teixeirinha, craque do futebol catarinense que dedicou 13 anos de sua carreira ao Renaux. Ele é reconhecido como o maior craque do futebol catarinense de todos os tempos.

    Na verdade, jogou de titular no São Paulo FC, ao lado de Bauer, Leônidas, Friaça, gênios do futebol. No Botafogo jogou de titular em 1947, com Juvenal, Heleno de Freitas, e outros também craques memoráveis. Depois jogou no Bangu ao lado de Zizinho. A geração de Garrinha, Didi, Nilton Santos do Botafogo foi 5 a 8 anos depois. O Botafogo tinha um time fantástico em 1958, aquele que jogou em Brusque e era a base da Seleção que ganhou a Copa de 58.

    Foi cogitado e quase convocado para a seleção de 1958, por ser conhecido e famoso no Rio e São Paulo, e pelos jogos fantásticos feitos pela seleção catarinense. Foi uma das principais figuras de um jogo histórico: o empate memorável do Renaux por 5x5 contra o Botafogo em 1958 em Brusque. Os jogadores do Botafogo na época (Garrincha, Didi, Nilton Santos e Quarentinha) ficaram sabendo da convocação para a seleção no salão do Hotel Gracher, em janeiro de 1958.

    O técnico do Botafogo era João Saldanha, um dos defensores da convocação de Teixeirinha. Saldanha depois foi técnico da Seleção Brasileira. A Copa do Mundo aconteceu na metade deste ano, na Suécia.

    Apenas para não cometer falhas em dados históricos. E aproveitar para homenagear Teixeirinha, o craque eterno, que continua forte e com muita saude.

    Pode parecer off post, mas acho que esta ótima colocação das categorias de base do BFC no ranking nacional estão coerentes com a nossa tradição no futebol.

    Vamos lá Bruscão!!

    /mf

    ResponderExcluir
  6. quem eh q fez esse ranking? eu hein q criterio q eles usam

    ResponderExcluir
  7. Critério? Colocação nos campeonatos estaduais é um deles.

    Uma boa colocação hoje no estadual catarinense, como fez o Brusque, vice-campeão, tem peso alto.

    Ano passado um clube de SC foi campeão da Copa SP, e neste ano o Avaí foi semi-finalista. Natural que SC tenha um peso alto.

    Não te preocupa que tem gente competente em todas as áreas. Ninguém mais lança um ranking nacional sem ter critérios.

    /mfrv

    ResponderExcluir
  8. É só olhar o site do internacional.com.br para ver a importância deste ranking

    ResponderExcluir
  9. É anônimo, vc tem razão. No site do Internacional tem ampla cobertura do ranking, e comemoração. Parabéns Inter. Por ter essa categoria de base que conseguiu ser campeão do mundo recentemente, e o time está sempre disputando finais.

    Sobre os critérios, eles são muito bem elaborados. É um trabalho de 3 anos, e é considerado o ranking de categorias de base mais importante do Brasil. Entre os critérios de pontuação, a ordem de importância das competições é a seguinte:

    Peso 5 - Copa São Paulo de Juniores, Taça Belo Horizonte, Brasileiro Sub-20

    Peso 4 - Milk Cup, Mundialito Sub-17, Copa Viareggio e estaduais de juniores cujo melhor clube esteja no Brasileirão Série A (SP, RJ, MG, PR, GO, BA, PE, RS e SC)

    Peso 3 - Copa Santiago, Copa Promissão, Dallas Cup, Copa NIke Sub-15 e estaduais de juniores cujo melhor clube esteja na Série B (CE, DF, PB e RN)

    Peso 2 - Torneio Sub-15 de Votorantim, Torneio Sub-15 de Londrina, Spax Cup, Torneo Citta di Torino e estaduais de juniores cujo melhor clube esteja na Série C (AC, AL, MA, MT, PA e SE)

    Peso 1 - Estaduais cujo melhor clube esteja na Série D (demais estados)

    Uma visão mais detalhada de todos os critérios pode ser vista no link.Vale a pena dar uma olhada.

    http://www.olheiros.net/artigo.aspx?id=1227

    /mfrv

    ResponderExcluir
  10. esse ranckin estar desatualizado como pode o falido bahia que nem tem mais divisoes de base estar afrente do vitoria que a anos é considerada pela cbf uma das divisoes de base do pais e eleita em 2004(fifa) a 7 melhor divisao de base do mundo.

    ResponderExcluir