sábado, 13 de junho de 2009

"Clube da Bola" ignora o Brusque por completo

Hoje, o "Clube da Bola" da RIC discutiu durante um bom tempo a participação dos clubes catarinenses no Campeonato Brasileiro das quatro séries.

O programa trouxe o meu amigo Sérgio Badá falando da Chapecoense, e inclusive se falou em organizar um torneio entre os "cinco" clubes do Estado que participam do Brasileirão.

Cinco não pessoal, são seis. Estão ignorando o Brusque completamente. Só a Chapecoense representará o Estado na Série D?

O pior é que tanto a RIC quanto a RBS Blumenau não estão fazendo cobertura alguma do Brusque, que é o representante da sua área de cobertura no Brasileirão, preferindo a cobertura de campeonatos de futebol society.

Mas se o Metropolitano tivesse na Série D, aí seria uma festa.

12 comentários:

  1. Rodrigo,

    Agora você chegou num ponto que eu gostaria fazer um comentário.

    Se no no programa de esportes da rádio cidade, vocês mais falam nos times que disputam a séries A e B do que do Brusque imaginem se a midia de outros estados vão falar no Brusque.

    As opiniões sobre os times dessas séries nós vimos e ouvimos a toda hora nos programas de esportes na Tv, nos jornais e na internet.

    Quem vai ficar escutando um comentário do Xirú sobre como está o Flamengo, Corintians etc.. Você dando resultados dos jogos no final da tarde que todos já sabem como foram.

    Façam matérias com os jogadores do Brusque para o torcedor conheçer, com o time de volei, o Poço Fundo as categorias de base do Paysandú, Santos Dumont, Brusque o Feminino do Bandeirantes etc.. etc..

    É isso que nos interessa o resto ficamos sabendo já pela manhã!

    Quem vai se interessar em um time ue não sabe contratar um centroavante?

    ResponderExcluir
  2. vi isso tb, mas eh sempre assim, deixa pra la.
    na ric eles falam mais do poço fundo do q do bfc.

    o jeito é a direção do bfc da o mesmo tratamento pra eles tb. eu axo um absurdo quando o pessoal do terceiro tempo da radio cidade tem q ficar esperando os jogadores e tecnico do bfc espeream eles primeiro falarem pra tvs, pra depois falarem ao vivo no radio.
    no bfc falta um assesor de impresa pra da jeito nisso.

    ResponderExcluir
  3. só uma coisa: lamentavel .

    ResponderExcluir
  4. tem problema nao rodrigao,vamu fazer uma boa serie d e cala a boca de muito blumenuense,e so ciumes flw abraços xau. ah!!! e parabens pelo milesimo post do blog .

    ResponderExcluir
  5. Me lembrou as propagandas sobre os times catarinenses do Brasileirão, em que esqueciam do Marcílio Dias. Como o sinal que pegamos aqui é o da RIC Itajaí, não temos esse problema com a RIC. Mas a RBS ignora o Marcílio completamente.

    ResponderExcluir
  6. Tomara que eles sejam obrigados a falar do BFC no final do campeonato!!

    ResponderExcluir
  7. Tb concordo com o Janio, quem faz o marketing do time é a própria cidade...a começar pela diretoria do Brusque, explora muito pouco o nome Brusque F.C. então não dá pra culpar a imprensa de SC por não divulgar...é só olhar o que o jornal de SC faz com o metropolitano, enche a bola dos cars, enquanto o municipio male male uma nota no final do jornal, sai mais coisas do motocross do que do brusque....enquanto as rádios tb...falam lá no final do programa do Brusque, 5 minutos ainda por cima....enquanto poderiam entrevistar novos jogadores a cada dia...mas repito, se a própria diretoria não faz com que o nome do time apareceça não esperemos que os outros façam isso por nós.

    ResponderExcluir
  8. A verdade é que o pessoal de blumenau faz isso de propósito, eles fazem questão de não falar do Brusque, mas até entendo, afinal de contas ter uma cidade com quase 300.000 habitantes e ter um “time” que nunca ganhou nada é fogo né, pior que eles somente o Joinvile nos últimos anos.
    Agora deixando a brincadeira de lado, o que falei é a verdade, e para quem não acredita, alguém já ouviu um jogo do brusque pela radio de blumenau quando estavam lá no estádio?
    No ultimo jogo do Brusque contra os metroxa, eu não sabia se ria ou se ficava com raiva, tamanho eram os absurdos ditos pela rádio. Comentários que beiravam o insulto, nada de profissionalismo, pareciam torcedores fanáticos, MUITO piores que os comentários feitos pelas rádios da capital quando transmitem jogos do figueira e do avaí.
    Não podíamos esperar nada diferentes deles mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Olha Rodrigo, eu também concordo com o Janio.

    Eu gostava de ouvir o programa de esportes da Radio Cidade, mas parei de ouvir. O Xiru gosta de falar do Palmeiras, Flamengo, Corinthians. Ninguém ouve esportes na Radio Cidade para saber notícias do Flamengo, Palmeiras, Corinthians. Essas coisas, quem quer saber basta entrar na Internet. Queremos saber notícias do BFC, entrevistas, comentários. E sobre os juniores, Poço Fundo e esportes em geral de BRUSQUE.

    Na Araguais ainda dá, pq tem o Rafael Imhof traz sempre boas entrevistas e reportagens sobre o BFC.

    Assim, temos que dar razão para o Janio. Se grande parte da midia de Brusque ignora o time da cidade, seria demais querer que a imprensa e midia de outras cidades façam diferente.

    /mf

    ResponderExcluir
  10. ignoraram tbem a Divisão Especial. A do futsal eles falam pq transmitem, mas sa Divisão Especial do futebol de campo, que tem várias cidades importantes envolvidas, eles apenas falaram os jogos da rodada, sequer teceram comentários. Aliás, nem sabem o que está se passando provavelmente. Só pensam em Avaí x Figueira e nada mais.

    ResponderExcluir
  11. Rodrigo,

    Todas as discriminações precisam ser denunciadas. Um dos papéis da midia e imprensa é esse. Parabéns por esse "furo de reportagem". Matéria nota 10.

    Isso demonstra acima de tudo a falta de capacidade e a limitação desses "profissionais" e "amigos" citados, particularmente aqueles de Blumenau.

    Eles não conseguem absorver a superioridade do esporte de Brusque, que sempre esteve a frente de Blumenau no Futebol (Brusquense, Renaux e Brusque FC),no volei e outros esportes de ponta.

    Nenhum time de Blumenau chega perto das tradições e conquistas do CACR.

    Em tempos passados, o Renaux foi bicampeão estadual e sete vezes campeão da Liga Regional. Eles conseguiram menos, muito menos.

    Tivemos em Brusque a maior partida de futebol já realizada em SC, no histórico empate de 5x5 entre Renaux e Botafogo. Aconteceu poucos meses antes da Copa de 58, quando o Brasil foi campeão mundial com aquele time base que empatou em Brusque, com Garrincha, Didi, Nilton Santos, etc.

    Por mais de uma vez, o CACR foi chamado para representar a seleção de SC para disputar o Campeonato Brasileiro de Seleções, que equivale ao campeonato da Série A hoje. A seleção se SC representada pelo CACR ganhou da seleção gaucha em Porto Alegre, que era fortíssima, com jogadores de Inter e Gremio. Reconhecido pela FCF como um dos fatos mais importantes já ocorridos no futebol de SC. Eles nunca tiveram algo parecido.

    Tivemos aquele que é considerado por unanimidade o maior craque do futebol de SC de todos os tempos (Teixeirinha), que trocou Blumenau por Brusque, e jogou 13 anos pelo CACR. Temos em Brusque o clube de futebol mais antigo de SC.

    Na história mais recente, o Brusque FC foi campeão estadual e bi-campeão da copa SC, e o Metropolitano não tem nenhum título.

    Tivemos, por dois anos consecutivos, o volei de nossa cidade entre os 4 melhores do Brasil. Eles nunca conseguiram algo parecido: estar entre os 4 no melhor volei do mundo.

    Todas essas coisas foram marcando profundamente os blumenauenses, quase que geneticamente. Portanto, pelo lado do ciume e da inveja está explicado. Mas pelo lado profissional não. Eles simplesmente são medíocres e incompetentes. Prejuizo certo para as empresas onde trabalham.

    Com relação à programação de esportes da Radio Cidade e da Araguaia, comentados anteriormente, acho um tanto exagerado o tempo dado para notícias de fora, e o pouco tempo dedicado ao esporte de Brusque de modo geral. Na Radio Cidade, quando o Marcão participava do programa, havia mais divulgação do BFC, com as entrevistas.

    Tanto a Radio Cidade qto a Araguaia poderiam dar mais atenção ao esporte de Brusque, em vez de falar e divulgar notícias "velhas" de fora. Falar mais sobre o profissional do BFC, trabalho nos juniores e categorias de base. Entrevistar o técnico dos juniores, os jogadores, comentar os resultados, dar + detalhes dos jogos, escalação, classificação, etc.

    Ficam as sugestões.

    /mf

    ResponderExcluir
  12. Diz pro teu amigo "/mf" aí se informar sobre o Grêmio Esportivo Olímpico, que tem o mesmo número de títulos estaduais que o Renô, porém disputou uma competição nacional (Taça Brasil) em 1965 e, ao contrário do Renô, ESTÁ VIVO ATÉ HOJE.

    No mais, é assim mesmo. As emissoras de Blumenau sempre vão dar prioridade para os times de Blumenau, como a Band faz com os paulistas, a RBS Gaúcha faz com a dupla Gre-Nal como a RBS de SC faz com Avaí e Figueirense, como é em qualquer lugar do planeta.

    Brusque que procure seu espaço e tenha sua RIC e sua RBS.

    ResponderExcluir