segunda-feira, 15 de junho de 2009

Marcílio Dias ordena boicote à imprensa

Estamos em pleno ano de 2009, e pensei que essa história de clube proibir entrevistas à esta ou aquela rádio já tinha acabado.

Acabou nada, no Marcílio Dias a coisa está bem viva.

Segundo informa o Diarinho, jogadores e comissão técnica do Marinheiro estão proibidos de dar entrevistas à Rádio Clube-Bandeirantes local. Recentemente, funcionários do clube também foram proibidos de participar de entrevista na TV da Univali.

Da mesma forma, o atacante Lourival, hoje no Juventus, que teve a energia de sua casa em Itajaí cortada por três vezes, não foi a um programa esportivo da TV Brasil Esperança, sob a ameaça que, caso aparecesse na emissora, não iria receber os salários atrasados. Ele deu o cano na TV, e ainda não recebeu. O mesmo jornal também acusa que o meia Alex Guimarães foi afastado do elenco devido a uma entrevista que deu, reclamando dos seus direitos.

O chefe de esportes da Clube, Rubens Menon, disse que "“Acatamos a decisão, mas quando o Marcílio jogar nós vamos cobrir, isso eles não podem impedir. E quando o Crispim e o Clóvis (Forlin, vice de futebol do Marcílio) acharem que estão bem no campeonato e quiserem falar com a gente, aí nós vamos analisar se vale à pena”.

Que coisa: o Marcílio montou péssimos times, ainda por cima não pagou os salários e a culpa é toda da imprensa. E isso em pleno Século 21.

Um comentário:

  1. Segundo essa diretoria é tudo culpa da imprensa. O boicote é quas geral à imprensa, mas principalmente a Rádio Clube. Essa perseguição tem também algo pessoal, já que as entrevistas estariam proibidas à "equipe do Menon". E tenho quase certeza que o funcionário foi proibido de ir na Tv Univali, porque quem apresenta o programa é o Zélio Prado.

    Eles acham que assim vão esconder as besterias que fazem, mas não funciona. Essa diretoria é tão ruim que tem torcedor falando "Ai que saudade do Egon".

    Não sei quem é pior Crispim ou Egon, na real, acho que não faz diferença, os dois são péssimos para o Marcílio.

    E o time jogando assim, seguimos firma à mais um rebaixamento.

    ResponderExcluir