domingo, 26 de julho de 2009

Com a segunda vitória, Brusque toma o elevador

Suca tava demorando pra achar uma forma do time do Brusque jogar satisfatoriamente. Comparando a grosso modo e guardadas as devidas proporções, era o mesmo problema que Silas tinha no Avaí. Alterando o esquema e mudando bastante o time titular, o Bruscão parece ter encontrado uma forma próxima do ideal de tentar o acesso. Ainda bem que a dita melhora aconteceu na terceira rodada, e não era tarde demais para que a classificação ficasse distante, apesar de algumas coisas que andei ouvindo pela imprensa de fora da cidade nos últimos dias, mas não vou falar disso.

Você pode perguntar: tá, o time do Pelotas foi reserva, o titular foi poupado para o jogo de amanhã contra o Panambi, dá pra avaliar o Brusque em cima disso? Eu digo que dá. Primeiro, que o Pelotas não é isso tudo. Lá, todo mundo torce pro Brasil, não encontrei um que dizia que torcia pro Lobo. Até na Churrascaria do Estádio ouvi um "boa sorte, acabem com eles". Segundo, que acho que o time B é melhor que o titular, que perdeu pra times tão inexpressivos quanto o Panambi ou o Brasil de Farroupilha. E terceiro, e o mais importante: esse time que pegou o Brusque estava descansado, ao contrário do dito "Time A", que tá em maratona de jogos. Eles jogaram fechadinhos, e engrossaram o caldo. Mas a vitória veio, três pontos no caixa.

O Suca repetiu o time titular ontem, com Gil e Valdo no ataque. Vou ser sincero: o jogo não foi bom, mais pela covardia do Pelotas, que jogava muito fechado. O Brusque teve perigo duas vezes, ambas no segundo tempo, com belas defesas do goleiro Vanderlei. Suca mudou o time no segundo tempo, colocando Diogo Oliveira (e eu sou contra isso, o time não rende bem com Gil e Diogo juntos) e Paulinho (super questionado pela atuação no jogo anterior). Mas, se a marcação funcionava bem no meio, faltava o controle na articulação. As alterações serviram para manter a posse de bola no campo de ataque, e isso matou o Pelotas. O gol foi assim: Paulinho dominou no meio, rolou pro Gil, de primeira tocou pro Nequinha livre, que rolou pro Claudemir que mandou pra rede. Jogada coletiva, tudo o que eu queria ver nesse Bruscão.

Vamos ver como vai ser Corinthians Genérico x Zequinha hoje, em Curitiba. Dependendo do resultado, o Brusque consegue a classificação já domingo que vem, se vencer o ex-J. Malucelli.

Hora de voltar pra casa. Tou aqui esperando o voo de volta. Foi legal conhecer Pelotas, mais uma viagem que o Bruscão me proporcionou. Aliás, havia uma torcedora do Brusque lá, que foi impedida de entrar pelo pessoal do Pelotas, que alegou que ela teria que avisar que iria ao campo (isso que tinha 200 torcedores no estádio). Depois de alguma conversa, ela viu a vitória no meio do frio.

Ah, e viajar de carro aqui é um assalto: cada pedágio custa 6,80, pra andar em rodovia de pista única e em más condições. E tem gente que reclama dos 1,10 da Br-101 duplicada...

6 comentários:

  1. Boa vitória. Escalação correta. Só errou nas substituições, pra variar. Deveria ter colocado o Diogo no lugar do Gil. Certa também as entradas do Paulinho, e Léo Maringá, que cadenciou bem o meio de campo.

    Pela narração, o Bitencourt voltou a jogar mal. Parece que não consegue encontrar o posicionamento correto.

    Vamos ver hoje. Se o genérico ganhar, complica o Brusque. Tem mais saldo de gols, e pega o Pelotas em casa no último jogo. Vai chegar a 10 pontos se ganhar hoje.

    O BFC precisa ganhar em casa por uma diferença boa de gols, e trazer pelo menos um empate de Porto Alegre. E rezar para o JMaluceli não golear o desmotivado Pelotas, que vai ter que viajar 1500 km.

    Ou ganhar os dois próximos. Aí independe dos resultados do Malucelli.

    ResponderExcluir
  2. ....apesar de algumas coisas que andei ouvindo pela imprensa de fora da cidade nos últimos dias, mas não vou falar disso.

    SE COMEÇOU, AGORA TERMINA NÉ ?!!

    ResponderExcluir
  3. Não vou polemizar.
    Os resultados do Brusque vão responder.

    ResponderExcluir
  4. Fui de Brusque a Porto Alegre (acredite se quiser) de carro. Gastei R$ 15,30 no total, em pedágio, ida e volta!

    Isso é um roubo!

    ResponderExcluir
  5. se o cara vai sozinho pra poa é mais barato ir de aviao, economiza em gasolina, alimentação, hospedagem etc.


    boa vitoria do bfc. mas tudo pra nois tem q ser dificil, pro bfc depender soh de si, vai ter q ganhar os dois jogos. fe em deus e vamo pra cima deles bruscão. papelera da ric, falam mais do jec e metro q o bfc escostou eles, do q do nosso bruscão.

    ps: parabens radio cidade pela transmissao sabado, e vamo falar mais do bfc na parada dos esportes, mais reportagens e entrevistas e quem sabe a participaçao do ouvinte ou entrevistar um jogador, diretor etc.. ao vivo uma vez por semana.

    ResponderExcluir
  6. rodrigo.. pq o marcelo nao ficou no banco contra o pelotas sabado?

    ResponderExcluir