domingo, 23 de agosto de 2009

Faltam quatro para o acesso da Chapecoense

Ouvi parte do jogo da Chapecoense contra o Corinthians genérico, e é claro que um time que traz uma vantagem de três gols do jogo de ida precisa apenas administrar na volta, pra carimbar o passaporte para a próxima fase. O time do Mauro Ovelha fez isso, e está a quatro jogos do sonhado acesso para a Série C. Chegamos à fase mais enrolada da quarta divisão.

De acordo com o regulamento, os vencedores dos cinco confrontos (que terão mandos de campo sorteados), mais os três perdedores de melhor campanha na fase entram na quarta parte do campeonato. É confuso, mas dou um exemplo: Supomos que a Chapecoense vença o Londrina no jogo de ida, e dois dos outros confrontos tenham empates. Aí, o time de Chapecó estará classificado sem precisar de nada no jogo de volta. É confuso, e também tem fator sorte: passando para a quarta fase, pode pegar um time fraco, como o Cristal do Amapá, ou um mais forte, exemplo do Macaé-RJ.

Mas antes, a Chapecoense terá que passar do Londrina, time da mesma chave da primeira fase. Times que se conhecem, com uma vitória de cada lado. O mando de campo no confronto será importante, e será definido em sorteio nessa segunda-feira. Aí vai ser na sorte.

E está comprovado por A mais B que o Grupo 10, o do Brusque, era mais fraco que o 9, de Verdão e Tubarão. São José e Corinthians-PR não tiveram chances.

2 comentários:

  1. Entendo de forma diferente, o Art 18º § 3 afirma que as melhores campanhas serão definidas conforme a campanha em todas as fases.

    ResponderExcluir
  2. Eu tambem penso o mesmo, mas enviei uma pergunta à CBF e não tive resposta.

    Então, é melhor se garantir.

    ResponderExcluir