sexta-feira, 25 de setembro de 2009

"Clube da Bola" perde tempo e muda de horário

Ontem, vi na Record chamadas do novo horário do "Esporte Fantástico", clone do "Esporte Espetacular" que não encontrava o seu horário no domingo, com baixos índices de audiência. Numa nova tentativa de salvar o programa, a Record colocou o programa da Milena Ciribelli no sábado, as 13 horas. No horário do "Clube da Bola" da RIC.

Enviei email para o Edy Serpa, Gerente de Jornalismo da RIC, que prontamente me respondeu: a partir deste sábado, o "Clube da Bola" será aos sábados, as 11 horas da manhã, com apenas meia hora de duração. Amanhã, haverão links ao vivo de Curitiba e do Rio de Janeiro, onde Figueira e Avaí farão seus jogos.

Se já era pouco tempo pro pessoal falar em uma hora, em trinta minutos vai ser uma doideira. O Badá que se controle.

5 comentários:

  1. Só meia-hora. Ou tirem o Badá do programa ou deixem só ele. hahaha

    ResponderExcluir
  2. Falando em TV, alguma novidade sobre a transmissão do Catarinense 2010? Até onde sei teríamos uma espécie de licitação por agora para decidir. Será, ou teremos que nos contentar com o Alô Dotô!?!

    Abraço,
    Guto

    ResponderExcluir
  3. Pra falar só do Figueirense e Avai como eles fazem e alguns segundos das outras equipes tá ótimo.

    ResponderExcluir
  4. Pô, o Clube da bola e muito bom, sacanagem se mudarem o horário. Outra coisa além do catarinense alguem sabe da Copa Santa Catarina, ano passado a Ric transmitiu.

    julio Ribas

    ResponderExcluir
  5. Rodrigo, estava ouvindo o comentário na rádio. Por favor, só não estraga o projeto da Arena Municipal. Não tome Joinville como exemplo. Existem estádios municipais bem administrados. O Indio Condá de Chapecó é só um exemplo, sem falar de inúmeros outros que existem pelo Brasil afora.

    O projeto da PMB é muito inteligente, versátil. Por que não ajudar dando sugestões e idéias para melhorar e tornar mais rentável, em vez de simplesmente dizer que é contra?

    Brusque não tem estádio. A única forma de viabiizar o futebol em Brusque é construir um estádio. Nenhum clube de Brusque tem a mínima condição de construir um estádio.

    Quem é contra a Arena Municipal, é contra o futebol de Brusque. Se quisermos futebol em Brusque, o melhor é viabilizar o projeto dando sujestões e buscando soluções inteligentes. Questão de planejar, saber administrar e tornar rentável.

    Sem falar dos eventos, shows, fenajeep, se o BFC tiver calendário o ano todo, uma parte da renda pode ser usada para a manutenção. Com a Arena, o BFC pode aumentar o número de sócios, pq vai ficar mais forte. O próprio BFC pode ficar responsável por parte da manutenção. Hoje paga R$ 3.000 ao Renaux pelo aluguel do AB.

    Se vc quiser matar definitivamente o futebol em Brusque é simples: basta boicotar o projeto da Arena Municipal. Sem estádio, não teremos mais futebol em Brusque.

    ResponderExcluir