terça-feira, 15 de setembro de 2009

Hercílio ou Concórdia: Nas mãos do TJD

Acabo de conversar com o André Tramontina, que é assessor de imprensa da FCF. Ele me passou que a situação envolvendo a escalação irregular do meia Júnior pelo Concórdia está nas mãos do Procurador-geral do TJD, Giovani Mariot, que está decidindo o que fazer com a questão.

Está sendo discutido se a denúncia é válida, já que o prazo de 72 horas para recurso passou (o erro foi na 4a. rodada do returno, em 26 de agosto), e a FCF não observou o erro quando recebeu a súmula.

O André me prometeu que até meia-noite poderá dar uma posição no site. O Juventus já está em Concórdia para o jogo, o que torna inviável uma viagem a Tubarão. Some-se a isso a falta de datas disponíveis, já que os campeões devem ser conhecidos antes do início da Copa Santa Catarina, em 18 de outubro.

Atualização 22:40: o presidente do CAC, Neudi Wunder, deu entrevista ao "Diário do Oeste" hoje, dando sua visão do ocorrido: "Eles estão querendo nos tirar da competição de qualquer jeito. Mas nosso advogado recomendou tranqüilidade, pois segundo o regulamento, já venceu o prazo de protesto (que é de até 72 horas) daquele jogo e também porque a denuncia deveria partir do adversário direto, que seria o Imbituba e não o Hercílio".

Volte mais tarde para mais informações.

Um comentário:

  1. ta entao pode escalar jogador q tomou terceiro cartao sem pagar a suspensão.

    eita fcf, se erraram e viram q erraram, tem q consertar

    ResponderExcluir