sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Chapecó quer a verba prometida para o JASC. Prefeito ameaça não realizar os Jogos

Abaixo, transcrevo nota da coluna do Ivan Carlos, da Rádio Super Condá, no "Diário do Iguaçu" de hoje. Ele também é o presidente da Comissão Central Organizadora dos Jogos, e está fulo da vida com os problemas de repasses de verba do Governo do Estado, que já acarretaram na diminuição do tour do Fogo Simbólico dos Jogos pelo Estado. Abaixo, a nota:

A Fesporte e o Governo do Estado decidiram repassar às cidades sedes dos JASC, um milhão de reais para a realização do evento. Foi assim em 2007, quando os jogos foram em Jaraguá do Sul, foi assim no ano passado no Alto Vale Catarinense e seria da mesma forma este ano em Chapecó.

Quando Chapecó e Concórdia disputaram o direito de ser sede, esta era a proposta. Entendo todos os transtornos e tragédias vividas por nosso Estado devido as condições clmáticas, Chapecó acertou e aceitou um repasse bem menor para em parceria fazer o evento. A quantia acertada foi de R$ 450.000,00 conforme aprovação no Conselho Regional. A CCO fez todos os levantamentos, todo o planejamento e até iniciou algumas obras em parceria com entidades da cidade. Pois a verba foi novamente adequada ao orçamento do estado, diminuiu de 450 mil para 351,6 mil e mais 60 mil reais que seriam repassados para a Abertura. Quando fomos insistir para que o convênio fosse assinado para prosseguir as obras, recebemos a informação de que não havia mais dinheiro para tanto.

Bateu o desespero pois a execução dos JASC estava por iniciar a partir de tudo o que foi planejado. Visitamos o Secretário Knaesel, insistimos com Cacá Pavanello, e as respostas que recebemos é que depende da liberação por parte do Governador.

Com a impossibilidade de realizar os Jogos somente com recursos do município, o Prefeito João Rodrigues, acertadamente, deu um prazo para continuar como cidade sede. O prazo está por encerrar e a solução, embora todo o esforço e parceria do Secretário Luciano Buligon, a solução para o assunto, a assinatura do convênio, até o fechamento desta coluna não havia ocorrido. Fica nossa torcida para que esta agonia tenha fim com uma resposta positiva no decorrer desta sexta-feira.

Já imaginaram os senhores não acontecerem também os JASC a exemplo do que aconteceu com JOGUINHOS e OLESC!


Dinheiro pra Brasileiro de Showbol e pra corrida de Kart com o Felipe Massa tem. Pros Jogos Abertos, não.

4 comentários:

  1. ...dois milhões para o showbol, aquele torneio com os velhinhos craques, jogadores aposentados que moram fora de SC dai tem... Para fazer evento PRIVADO com um milhão em Jurere Internacional tbém tem... Para trazer show de magica de marrekesch também tem...para gastar quatro milhões com o Andreia Bocelli no final do ano em Fpolis, tem de sobra....para os esporte amador de SC, para investir na base, no esporte legitimo, não tem NADA. Ja rasparam o tacho desde ano e do ano que vem. FORA LHS. NÃO TEM AGUENTO MAIS.

    de

    ResponderExcluir
  2. e tem gente q defede o homi.

    ResponderExcluir
  3. Brusque não pode reclamar do governador. Nunca alguem ajudou tanto Brusque. Merecidamente, diga-se de passagem.

    ResponderExcluir
  4. QUE VERGONHAAA!!!!! aonde esta a cabeça das nossas autoridades deixando isso acontecer com um evento da GRANDEZA QUE É O JASC, felismente chapecó uma cidade grande como é, certamente como ja foi confirmado pela administração municipal, fará um grande evento para ENGRANDECER ainda mais o nosso esporte de SC. A abertura ja promete um show a parte!

    ResponderExcluir