quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Nova derrota boba

A derrota para o Vila Nova em Goiânia vai para o catálogo dos pontos que poderão fazer falta para o Figueirense. Mais uma vez, o time mostra uma melhora durante a partida, mas toma o gol da virada nos minutos finais, de um time que estava na parte debaixo da tabela, e com um homem a menos em campo por quase todo o segundo tempo. Pra fechar a tragédia, deu tudo errado nos outros jogos: o Atlético-GO venceu em Fortaleza, a Portuguesa venceu, e o Figueira caiu mais uma vez para fora do G4. Agora, é recomeçar para reconquistar um lugar do Grupo de Acesso.

Márcio Araújo pediu desculpas à imprensa e abandonou a coletiva bastante chateado, pois sentiu que o jogo era do seu time. Faltou, se é que isso existe, vontade e capacidade de ganhar o jogo. Parecia muito o time do Roberto Fernandes. Desestimulado, sem a vibração de quem vinha numa importante subida até chegar no G4, perdendo gols e com muitos erros de passe. Tempo para recuperação há. Mas não pode um time tomar dois gols em jogadas de escanteio. Além do mais, o Vila teve mais volume de jogo no primeiro tempo. No segundo, houve uma reação boa do time da Capital, com o gol de empate de Rafael Coelho, mas no final veio a água fria com Flávio.

Vem aí sábado a Ponte Preta do Evando, jogo perigoso. É vencer, levantar da queda e reiniciar o caminho para o G4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário