segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Criciúma 3x3 Brusque: injustiça aos 49 do segundo tempo

Quem não foi, perdeu um jogo emocionante no Heriberto Hulse. Não foi um jogo marcado pela qualidade, mas pela dramaticidade das jogadas e do clima em que envolvia a partida. Era um Brusque tentando achar motivação contra um Tigre desorganizado e muito criticado pela torcida. O Criciúma saiu na frente, o Brusque conseguiu a virada e era melhor o jogo todo, mas foi duramente golpeado ao tomar um gol no último lance do jogo, aos 49 minutos. Foi o primeiro empate da Copa Santa Catarina, apenas na primeira rodada do returno.

Suca deu uma entrevista antes do jogo em que senti muita sinceridade dele: declarou que estava "tentando e procurando" a formação ideal do time, ao passo que fez mais uma experiência no Majestoso, ao colocar William Gaúcho na meia, junto com Paulinho. A formação funcionou, e o Brusque ganhou o jogo no meio. O que me deixava preocupado no Criciúma era a meia cancha formada pelos experientes Everton Cézar e Marcelo Moscatelli, que não funcionaram em nenhum momento. O Criciúma literalmente "achou" o primeiro gol.

O Brusque empatou com Valdo, o Tigre voltou a frente do placar com Ronaldo Capixaba, de pênalti. Foi quando o Bruscão virou o placar com William (teve que cobrar duas vezes o pênalti) e Lucas, num golaço por cobertura. Com a expulsão dele, em seguida, o Criciúma partiu para o abafa de uma forma completamente desorganizada, na base da bola chuveirada, e dependendo da sorte. Num contraataque, Pereira perdeu a chance do quarto, e aos 49, um bate-rebate na área acabou num chute de pé direito do canhoto Ramon Zanardi, que acabou entrando. Uma daquelas injustiças que vão para a história do clube.

A atuação do Criciúma foi preocupante. Não esperava ver uma atuação tão pífia e uma composição tática tão ineficiente no sétimo jogo da Copa Santa Catarina. O empate caiu do céu, contra um Brusque que estava vibrante em campo, com certeza, mas que tem deficiências conhecidas, mas que acreditou que poderia vencer um adversário receoso.
Quando o jogo estava 3 a 2, eu falei na Rádio Cidade que aconteça o que acontecer, quero que o time mantenha essa vibração em todos os jogos, e não só em um ou outro. Acho que essa foi a grande lição do jogo do Heriberto Hulse, e que dá uma grande esperança ao torcedor, desde que a vibração se mantenha para o jogo contra o Avaí. Já o Criciúma, vaiado pela torcida, precisa rever seus conceitos e buscar saber se é esse o caminho que quer seguir para voltar a ser campeão estadual. Desse jeito aí, é muito complicado, diria eu impossível.

15 comentários:

  1. Por isso, ao contrário do Rodrigo e Xirú, sempre falei que o plantel do BFC não é ruim, mesmo após ter sofrido 2 goleadas. Praticamente todos os jogos que perdemos o time foi mal escalado e posicionamento tático errado.

    Formação com 3 zagueiros foi um desastre em todos os jogos, e jogar só com 1 volante e 2 meias improvisados de volante pode funcionar em Brusque, onde o time visitante se retrai e o BFC bota pressão. Mas fora de casa é suicidio. Exemplos foram o Joinville e Ibirama.

    Agora finalmente o Suca encontrou a formação ideal: 2 zagueiros, 2 volantes e 2 meias ajudando na marcação (William/Paulinho) junto com o Valdo que também volta. Tava na hora de colocar o William como titular absoluto. O BFC não precisa mais procurar um camisa 10(meia armador): temos um dos melhores de SC.

    Para um time que tem só 2 volantes, perder o Xipote pro resto da Copa é muito ruim. Sorte que tem o Pereira que pode jogar na posição. Na lateral esquerda, pode ser improvisado o Dênio, no lugar do Lucas que cumprirá suspensão. É muita coisa 2 expulsões em poucos jogos.

    O BFC tem um time base praticamente pronto para o estadual. Vantagem que tem ótimos jogadores por um custo irrisório: Valdo, William, Leonardo, Daniel (que vai despontar quando tiver chance), João Neto, João Ricardo. Qual o time em SC que tem isso?

    Basta saber contratar nas posições deficientes: mais 1 ou 2 zagueiros bons, 1 ou 2 volantes para reforçar o meio campo e não tomar mais tantos gols e mais 1 lateral.

    ResponderExcluir
  2. Reconhecimento para o Paulinho. Tá fazendo a parte tática de forma perfeita e correndo o jogo todo! Nota 10.

    ResponderExcluir
  3. Vamo lá BRUSCÃO, pelo que escutei ontem na rádio, o BFC deu show, jogou muito e não deixou o Criciúma jogar. Pena esse empate aos 49 minutos do segundo tempo, mais mesmo assim, dependemos só de nóis para faturar o returno. Agora é ir pra cima do Avai na quarta ou quinta e marcar os 3 pontos que são fundamentais para brigar pelo returno. O elenco do BFC e o Técnico Suca mostraram que tem total confiança da diretoria e que eles tem qualidades. Se vencer o Avai, vai se dificil segurar o BRUSCÃO.
    Parabéns pelo grande jogo do BFC ontem em Criciúma.

    ResponderExcluir
  4. Porque demoraram tanto tempo para dar uma real oportunidade para o William Gaúcho? Muito estranho um jogador da qualidade dele sempre entrar faltando 10, 15 minutos. Se ele continuar jogando assim, logo o Brusque pode ganhar um dinheirinho com ele e o Valdo que muitos criticam mas foi o melhor atacante que o Brusque teve este ano.

    ResponderExcluir
  5. cada louco q aparece.

    esse time eh ruim, mas eh tao ruim quanto os outros.


    o willian tem q ser titular, e manda o denio, lucas, kanu e ailton embora.

    trax mais um goleiro, um zagueiro, dois laterais um pra cada lado, um volante, dois meias, um zaqueiro e um atacante, e vamo pro estadual.( ops trax um time todo quase, hehehe)

    agora dizer q ese time eh bom,tao loco.

    ResponderExcluir
  6. Ontem três jogadores da base fizeram gols ( 1 do Criciúma e 2 do Brusque) mas as diretorias insistem em gastar dinheiro com a velhada.

    ResponderExcluir
  7. João Neto tá bem, marcando melhor e apoiando muito bem. William é titular absoluto. Valdo é titular, Leonardo, Daniel e Ximbica são ótimas opções. João Ricardo quando entrar não sai mais. Falta testar o Nitschi, Logan, Tom.

    ResponderExcluir
  8. e testar o daniel no time titular tbém. leonardo precisa jogar mais e entrar + vezes. tá melhorando.

    ResponderExcluir
  9. .. EL CHOLLO...

    Meu recado vai para diretoria..
    .. deixem de contratar esses medalhôes e deêm mais apoio as categorias de base.. Pô gastam um horror de salario por mes pra esses caras virem aki e ñ resolverem nada.. no fim do campeonato vão embora com o bolso cheio... e rirem de nossa cara..

    ..Enquanto a garotada WILLIAM GAÚCHO (É CRAQUE), VALDO (MATADOR), PAULINHO ( PEDALADA).. SOAM PRA CARAMBA..E DECIDEM JOGOS GANHAM SEUS INJUSTOS SALARIOS MINIMO...

    .. VALORIZEM MAIS A GAROTADA.. DEIXEM DE SER "BURROS".. SÓ VCS (DIRETORIA) NÃO ENCHERGAM QUE QUEM PODE TRAZER LUCRO PARA O CLUBE NUMA POSSIVEL VENDA SÃO ELES.. OS DIAMANTES DO BRUSCÃO..


    WILLIAM GAÚCHO... FENÔMENO..

    É ELE E MAIS COM A 10 E MAIS 10 EM CAMPO...

    ResponderExcluir
  10. base detect aqui no blog.

    valdo matador? paulinha ganha salario minimo, esse entende.

    joao neto, tom e leo, ja era pra ter mandado embora faz tempo.

    soh o valdo e o willian q se aproveita.

    ResponderExcluir
  11. Esse comentário 10 de Novembro de 2009 14:18 com certesa é de um atleta da base do Brusue FC. Não bandera né camarada, só pra tu saber, o BFC é o time que mais tem atletas da base jogando no time titular e compondo o elenco. Quem não coloca pra jogar são os outros clubes. Se liga mané, vai jogar, se destacar, fazer gols, ser campeão, pra depoios pedir salarios e quere mandar. Nunca vi ningue´m ganhar título Profissional com 6 guri da base no time titular. Precisa misturar experiencia com juventude, calma que ninguém é salvador da pátria. Tudo nos seus devidos tempos...

    ResponderExcluir
  12. O João Neto está começando a jogar bem, apoia muito bem e defende bem tbém.

    O Leo também está crescendo, fez gol contra o Figueirense, e gostei nos jogos que vi.

    O Tom quase não foi testado. Mas é melhor que o Evaldo, por exemplo, que jogou no brasileiro.

    O João Ricardo quando tiver oportunidade não sai mais do gol, só para ir pra time grande.

    O Daniel é uma promessa, e William e Valdo são titulares absolutos.

    Esses garotos tem que entender que o BFC acolheu, dentro das condições que podia, fizeram nome com o BFC conquistando o vice-campeonato estadual e 34º no ranking nacional. O clube tem dado chance a todos os jogadores que se destacam nos treinos e quando entram. É o caso de todos que estão jogando.

    O Anônimo 16:52 escreveu várias coisas que assino em baixo. Vamos a luta em vez de ficar reclamando.

    ResponderExcluir
  13. bota a base.. que fico em sexto no campeonato de junior pra ve onde a gente vai parar.

    ResponderExcluir
  14. Esse time que ficou em sexto só tem o William desses que estão relacionados no plantel.

    Essa base que está treinando e jogando com os titulares foi aquela que ficou vice-campeã no estadual de juniores do ano passado.

    Na decisão ganhou o primeiro jogo em Brusque e foi roubada no jogo em Florianópolis, com penalti inexistente e 2 jogadores expulsos.

    ResponderExcluir
  15. Injustiça ?

    Se fosse o contrário, iria publicar: "Bruscaaaaaaaaao empatou no finalzinho !!!!"

    ResponderExcluir