quinta-feira, 5 de novembro de 2009

JASC 2009: Prefeito detona Fesporte e Governo do Estado

Quando do acendimento do Fogo Simbólico dos Jogos Abertos, sexta-feira, todos notaram a ausência de Cacá Pavanello, presidente da Fesporte, na cerimônia. Era pública a indisposição existente entre ele e o prefeito João Rodrigues, por causa do prometido repasse de recursos que não aconteceu, ao contrário da verba do Showbol e da corrida de kart do Felipe Massa, que saiu rapidinho. João chegou a ameaçar cancelar os Jasc se não houvesse o repasse prometido, mas recebeu um "faz se você tem coragem!" de Cacá. Com o diz-que-diz, aconteceu uma solenidade em Floripa onde o tal convênio foi assinado.

Pois bem, ontem mais um capítulo: o prefeito chamou entrevista coletiva, detonando meio mundo no Governo do Estado dizendo que o dinheiro não entrou, e disse que vai assumir os gastos dos Jogos com dinheiro próprio. "Não aceitamos mais o dinheiro porque Chapecó tem que ser respeitada", falou o prefeito.

Bom, ano que vem é ano eleitoral, e o negócio virou politicalha, usando os Jogos pra isso. Concordo com o prefeito: os repasses do governo não tem critério algum, a administração de Pavanello na Fesporte é uma tragédia, mas para por aí. Dizer que não aceita mais o dinheiro por orgulho é dizer que nunca precisou da tal verba, que todos os municípios-sede tem direito a receber, aí o prefeito já está perdendo a razão e jogando pra torcida.

E o detalhe é que todos são da mesma tríplice aliança partidária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário