segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Renê Weber, arriscada aposta do Figueirense

O Figueira anuncia nesta quarta-feira, finalmente, o nome do seu novo treinador. Esperava-se Márcio Goiano, mas ele vai virar assistente técnico. Renê Weber, de 48 anos, será o cara. Estava no Grêmio, onde era auxiliar de Paulo Autuori. Mas... Renê Weber?

Lembro dele quando esteve no Criciúma. Durou exatos três jogos na Série B de 2007, aquele que o Tigre chegou a liderar com larga vantagem. Perdeu as três e foi demitido.

A ficha dele traz algumas estatísticas do seu perfil. Sua maior passagem foi na Seleção sub-20 do Brasil, onde ficou dois anos. Depois foi para dois clubes do futebol árabe, até passagens rápidas em três anos por Criciúma, Vila Nova e Caxias (onde durou cinco rodadas do Gauchão). Estava no Grêmio, e seu currículo é esse. Nada de enriquecedor, nada que justifique que este seja o nome que levará o Figueirense a uma guinada espetacular, que é o que o clube precisa.

Não gostei da indicação do Renê. Deviam ter perguntado lá em Criciúma o que achavam dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário