sexta-feira, 26 de junho de 2009

Reportagem da Globo no Augusto Bauer

Hoje, o repórter Andrei Kampff, da Rede Globo de São Paulo, esteve no Augusto Bauer fazendo uma reportagem sobre o Brusque, dentro de um trabalho que pretende mostrar o retrato da Série D do Campeonato Brasileiro.

Andrei quer trazer um retrato do futebol nacional através desta série. Ele começou a gravar no Amapá e termina na próxima semana, no Rio Grande do Sul.

Histórias da Segundona: Cuba em Mafra

Mais uma história da Segundona...

Era 2004, lá em Mafra, no Estádio Pedra Amarela, em cima de um morro gelado. Costuma fazer muito frio lá, e no inverno a coisa piora, com aquele vento que vem cortando.

Era uma partida entre Operários Mafrenses e Carlos Renaux, pela Série B1. Fomos eu e meu repórter, Delamar Silva, com a esposa grávida a tira-colo. O campo era simpático: estacionei o carro perto do alambrado. A Patrícia viu o jogo de camarote e o Thiaguinho na barriga não reclamava.

Cheguei na cabine, e embaixo da escada haviam vários troféus antigos do Operário jogados. Um descaso com um time que tem história em Santa Catarina. Perguntei pro amigo da rádio local: "Não tem tomada aqui?" e ele foi solícito: arrumou um benjamim, pra arrumar energia do único bocal de luz existente. Não fosse ele, acho que a transmissão não saía.

Lá pelas tantas, o espeto corrido da viagem (naquela região eles são experts em carne de ovelha) fez efeito e fui procurar um banheiro, a fim de regularizar o intestino. Encontrei um, atrás do vestiário. Abri a porta e vi uma coisa jamais vista: um tipo de "assento" sanitário que obriga o cristão a fazer o serviço de cócoras! Anos depois, vi a mesma peça na cela da Delegacia de Polícia daqui. Pensei: "aqui não né?" e fui no vestiário do Renaux. Chegando lá, havia um sanitário, mas com uma placa enorme na porta: "Não usar". Saí do estádio e contei com a simpatia do pessoal do Posto de Gasolina próximo.

Fazia um frio do cacete. E como esquentar esse povo? Simples... A barraca de bebidas tinha duas divisões. De um lado, aqueles fardos de garrafas de Coca-cola 2 litros. Do outro, caixas de vodca de uma marca que nunca vi, em garrafas de plástico. O pessoal lá não tomava cerveja. Era Cuba da boa! Pensa como a torcida não tava no final do jogo.

Indo embora, me apresentaram um torcedor que entornava mais um copão de cuba como saideira. Era chamado de "Carlinhos da Farmácia", e nos tratou muito diplomaticamente, mesmo depois de algumas vodcas com coca e gelo misturadas com a derrota do seu time. Dias depois, vim saber que era o prefeito da cidade.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

A triste situação do Estádio Oscar Rodrigues da Nova

A RIC de Xanxerê produziu uma matéria (que você vê clicando aqui) mostrando a tristeza que se encontra o Estádio Oscar Rodrigues da Nova, um dos mais tradicionais do interior do Estado, que se encontra (justamente) interditado por ordem do Ministério Público da cidade.

Ao ver a matéria, cada vez mais reforça minha tese contrária aos Estádios Municipais: são lindos quando construídos, mas têm manutenção cara, o que faz com que as prefeituras não invistam o necessário (quando investem) para que as praças de esporte públicas estejam em condições de uso.

O Oscar Rodrigues da Nova é uma prova de descaso.

E o Joaçaba irá mandar, mais uma vez, um jogo em Videira. Será contra o Imbituba, no ridículo horário de 11 horas da manhã de sábado. À tarde, o VEC receberá o Navegantes no mesmo Estádio Luiz Leoni.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Parceria CFZ-Imbituba poderá melar?

Como vários órgãos de imprensa já noticiaram, o CFZ, clube-empresa de Zico, está perto de ser absorvido pelo Flamengo, que ficará com toda a sua estrutura e gerenciará todo o trabalho já feito.

E como é sabido, o Imbituba possui uma parceria com o CFZ, que, inclusive, conta com o filho de Zico, Thiago Coimbra no elenco. Segundo o técnico Joceli dos Santos, em conversa com torcedores, "é o filho do homem, não dá pra tirar do time".

Se o negócio se concretizar, será que o Flamengo vai querer continuar a parceria com o Imbituba?

A resposta poderá ser dada amanhã: Zico é esperado em Imbituba, onde conhecerá o Centro de Treinamento do Clube.

De olho no adversário: no São José, André Luis substitui Schulle

O São José, primeiro adversário do Brusque no Brasileirão, trouxe um velho conhecido pro lugar de Itamar Schulle, que foi pro Criciúma.

O novo treinador é André Luis (foto), de 48 anos, e com passagens por times do interior gaúcho. Foi ele que treinou o time no Gauchão desse ano, ficando na nona colocação. (lembrando: o Zequinha entrou na Série D após as desistências de Veranópolis, Santa Cruz e Ulbra, que ficaram à sua frente na classificação).

Curiosidade: André Luis é medalhista olímpico. Fez parte da Seleção Brasileira medalha de prata nas Olimpíadas de Los Angeles, em 1984. O time tinha como base os jogadores do Internacional, onde atuava.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Público Zero na Segundona

Isso só podia acontecer com que time? Se você respondeu Navegantes, acertou. Eu pergunto: como um time profissional quer chegar em algum lugar se faz jogos sem presença de público?

Aconteceu em Navegantes 1 x 2 Porto, na manhã de domingo (Horário de Futebol Amador), em Balneário Camboriú. Jogo com público zero no borderô, já que aconteceu com portões fechados.

Deu de tudo: a partida começou com 15 minutos de atraso por falta de policiamento, o NEC só tinha três jogadores no banco de reservas, nenhum era goleiro. O árbitro Josué Lamim teve trabalho: muitos tapas e socos, quatro expulsões e dez cartões amarelos.

Pra terminar, o NEC deu calote na arbitragem. Não pagou ninguém.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Brusque contrata atacante Gil, ex-Mixto-MT

O Brusque anunciou hoje a noite mais um atacante para o elenco da Serie D. É um jogador desconhecido, mas que vem muito bem recomendado: trata-se do atacante Gil, de 28 anos, 1,89m e 88 kg.

Suas passagens se restringem a clubes do eixo MT-MS. Era titular do time até a chegada de medalhões como Finazzi, Nonato e Alex Dias.
Não sou muito fã de videos de jogadores, mas abaixo você assiste alguns lances do novo atacante do Bruscão.


Itamar Schulle na mira do Criciúma

O Engeplus hoje confirma que Itamar Schulle, hoje técnico do São José de Porto Alegre, foi contactado pelo Criciúma, a fim de preencher o cargo de Roberto Fonseca, demitido após a goleada sofrida para o Marcilio Dias no Sábado.

Itamar é treinador de respeito e deixou bons trabalhos por onde passou. Desde o tempo do Juventus, quando fez ótimas campanhas, até o futebol gaúcho, onde ganhou mercado.

Ele merece uma chance de dar um passo maior. Talvez esse passo possa vir no Tigre, um time de maior exposição e tradição. Terá uma missão não muito impossível: manter o time na Série C, já que a classificação já foi pro brejo. E isso quer dizer: ficar na frente do Marcílio Dias.

domingo, 21 de junho de 2009

Agora sim, a Série A começou pro Leão

Demorou um monte, e foi do jeito mais sofrido possível. Mas com um pombo-sem-asa do Leo Gago (ou Leo Cego, como diria Miguel), em mais um gol decisivo, o Avaí bateu o "quadrado mágico" do Fluminense por 3 a 2. Finalmente, o batismo na Série A. O fim das piadinhas. Agora, vamos jogar, gente?

Mas, de novo, momentos de sono: 2 a 0 que virou empate em 2 a 2. A lição de outras jornadas parece não ter sido assimilada, mas quis os Deuses do Futebol que o chute do Leo Gago entrasse.

Sem alongar demais: o Avaí agora pode acabar com o estigma de Série B e tentar canalizar o espírito dessa vitória pra tentar entrar numa boa sequencia. O time ainda se encontra ameaçadíssimo pelo rebaixamento, e é preciso pontuar para iniciar um voo de cruzeiro pela Série A, pra, num primeiro momento, se manter ali.

Falando em voo de Cruzeiro, uma surpresa contra o time reserva do Adilson Batista no Mineirão pode ser uma boa, hein?