sábado, 22 de agosto de 2009

Ônibus quebrado cancela jogos de juvenis e juniores de Brusque e Criciúma

Hoje aconteceu mais uma rodada da segunda fase do Estadual de Juvenis e Juniores, onde jogariam Criciúma e Brusque, no Estádio Heriberto Hulse.

Mas as partidas acabaram sendo canceladas. O ônibus do Brusque, que leva o carinhoso apelido de "Marrecão" quebrou na BR 101, em Palhoça. Segundo o que apurei, o veículo apresentou problemas na caixa de óleo, inviabilizando a viagem até o Sul.

Uma nova data será marcada para os jogos.

Ô fase essa do Brusque...

A paciência da torcida do Figueira se esgotou de vez

A vitória sobre o Duque de Caxias foi uma enganação. O Figueirense é aquele mesmo das derrotas contra a Campinense e América-RN. Apático, sem meio campo, dependendo de lampejos de Fernandes e Rafael Coelho para conseguir alguma coisa, e com um treinador de critério questionável: tá certo que o elenco alvinegro não é essas coisas, mas o mínimo que se esperava era que Paulo Sérgio, que teve boa atuação no Rio de Janeiro, ganhasse a sua chance. Não teve, assim como o time não teve futebol, e o Figueira perdeu para o São Caetano por 2 a 0.

Não adianta esticar muito o papo sobre esquema tático, aplicação técnica, essas coisas. A verdade é uma só: não adianta forçar a barra, Roberto Fernandes não é um comandante digno de subir o time. Em suas entrevistas cheias de estatísticas, fala como se o futebol fosse coisa fácil. Mas em campo, essa facilidade não é transformada em pontos. Não sei se já escrevi isso aqui, mas a única teoria que tenho para a teimosia do Figueirense em manter o técnico é uma comparação com o Avaí, que manteve Silas em meio a crise, e o técnico avaiano conseguiu alavancar o time para a parte de cima da tabela.

O problema é que há um abismo enorme separando Silas de Fernandes. E pelo jeito, a agonia vai continuar mais um pouco. E a teimosia, também.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Reviravolta pode colocar Bittencourt no JEC hoje

Após a negativa do presidente do Brusque na segunda-feira, dizendo que não cederia por empréstimo o meia Rafael Bittencourt ao Joinville, um fato novo pode fazer com que o jogador apareça hoje na Arena.

Rafael tem seus direitos federativos divididos da seguinta forma: 25% são do Agente Fifa Maurício Nassif, outros 25% pertencem ao espólio do falecido Agente Márcio Meller, 10% pertencem a um empresário local e os 40% restantes são do atleta. O contrato, que vai até 2012, prevê que o Brusque terá 10% de qualquer negociação que porventura venha a acontecer com o jogador. Seu salário é um dos mais altos da folha do Brusque, e mesmo tendo atuações bastante apagadas depois de brilhar no ano passado, continua valorizado, principalmente pelo técnico Suca, que o tem como titular absoluto do time.

Aí, veio a reviravolta que poderá colocar Rafael no JEC: Maurício Nassif aumentou a oferta e ofereceu ao Brusque 20% do valor de uma possível venda de Rafael, caso apareça uma oferta durante sua passagem no Joinville. Se não vier, ele retorna ao Brusque para o Campeonato Estadual. O clube joinvilense arcaria com os salários do jogador.

A situação deverá ser resolvida nas próximas horas.

Um empate suado, surpreendente e sobrenatural.

A frase "Esse Avaí faz coisa" é velha e marcada, mas encaixa mais uma vez de forma perfeita após o jogo maluco de Belo Horizonte. Eu não acreditava no empate, após um 2 a o que quase virou três, em uma bola na trave. No fim, houve uma repetição da novela do jogo contra o Santos: perdendo por dois a zero, conseguiu o empate. E não teve torcedor que não tenha pulado de alegria na cobrança de falta do Marquinhos, que acabou indo fora mas a imagem traiu meio mundo.

Foi um empate com autoridade, de quem principalmente não esmoreceu com um placar adversário de dois gols. Foi um resultado de um time maduro, com cabeça de Série A, mas que pode e precisa melhorar: os dois gols do galo foram resultados de profundos erros avaianos. Mas o empate no Mineirão, que se junta a uma série que soma 10 jogos sem derrota, foi excelente. Agora, o time é favorito para vencer o desmontado Flamengo no domingo (como me dói dizer isso). É confirmar em casa e ir aos 34 pontos.

Aquele guru que faz suas preces na Ressacada também merece receber o bicho. Teve coisa de sobrenatural esse empate.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

SC Vôlei: Rubens Fachini responde

Eu havia falado aqui no Blog que o assunto SC Vôlei estava encerrado. Mas, atendendo a uma lei jornalística, abro espaço para correspondência enviada pelo Rubens Fachini, que chegou agora há tarde. Cada um leia e faça sua análise.


ESCLARECIMENTO REFERENTE A UNIÃO DO VOLEIBOL FEMININO BRUSQUE / POMERODE

Quando do término do patrocínio da Brasil Telecom para com a equipe de voleibol femino que estava sediada em Brusque, o fundador e administrador da equipe, Renan Dal Zotto - Atleta do Século do Voleibol, juntamente com desportistas de Brusque, procuraram o Prefeito Municipal de Brusque Dr. Paulo Eccel, solicitando auxílio financeiro para manutenção do projeto.
O senhor Prefeito Dr. Paulo Eccel disse na oportunidade que não teria condições de destinar auxílio financeiro, pois tinha que primeiramente recuperar Brusque da catástrofe de final de novembro de 2008, cuja medida todos nós julgamos corretíssima.
Procuramos então por parceiros e patrocinadores, e não conseguimos nosso objetivo. Ao término da Superliga Feminina 2008 / 2009 , Pomerode recebeu convite especial da Confederação Brasileira de Voleibol para participar da Superliga 2009/2010, diante da forma cavalheresca, amigável e Cortez com que Pomerode - através de seu povo, dirigentes, autoridades e desportistas, receberam e acolheram a todos, o que é próprio de Pomerode.
Diante deste convite, Pomerode imediatamente passou a organizar o cronograma financeino - conseguindo o respaldo de R$750.000,00 - para a Superliga 2009 / 20l0, com formação de Comissão Técnica e contratação de Atletas.
Como Brusque irá sediar em 2010 o Cinquentenário dos Jogos Abertos de Santa Catarina, ecom poucas perspectivas de uma representação digna das tradições brusquenses nas modalidades olímpicas, propomos a Pomerode uma parceria por dois anos na formação da equipe feminina de voleibol, onde iríamos conseguir nossa parte de patrocínio de R$750.000,00, nas seguintes condições :
- o nome seria “ Brusque / Pomerode “
- em 2009 a equipe disputaria o Campeonato Catarinense e os Jogos Abertos de Santa Catarina por Pomerode
- realização da Copa Brasil de Voleibol Feminino, em Brusque
- a equipe ficaria sediada em Brusque (onde estão todas as Atletas e Comissão Técnica)
- em 2010, quando do Cinquentenário dos Jogos Abertos, a equipe disputaria os Jogos Abertos e o Campeonato Estadual por Brusque
- os jogos da Superliga 2009 / 2010 seriam realizados metade em Brusque e metade em Pomerode
- em 2010, na eventualidade de Brusque conseguir os recursos necessários para competir por si só, a parceria será desfeita, com as duas equipes competindo isoladamente
Estas condições foram passadas para os Dirigentes Esportivos e Autoridades de Brusque, como uma fórmula de apresentar aos esportistas uma equipe competitiva, e que tem também a finalidade de união entre as pessoas de bem, unindo dois povos e governantes civilizados do mais alto nível, e que sempre foram e serão amigos propagando a paz.
A brilhante conquista do Campeonato da Liga Nacional de Voleibol dia 15-08-09 em Juazeiro do Norte (Ceará) com transmissão ao vivo de quase três horas de transmissão pela Sportv –enaltecendo Brusque, Pomerode e Santa Catarina, já é um grande sucesso da associação, e o fato de na premiação não aparecer numa foto a bandeira de Brusque , não nos desmeresse, pois em outras 8 fotos da premiação a bandeira de Brusque lá está. Ademais, devemos registrar a gentileza de Pomerode em participar da exposição das camisetas divulgando a Fenarreco de Brusque, com Atletas exibindo orgulhosamente a camiseta durante a viagem e na a permanência no nordeste brasileiro.
Brusque, 20 de agosto de 2009

Rubens Facchini - Presidente da Associação Desportiva Brusque


Tenho algumas coisas a comentar:

Primeiro, há um fato novo: em nenhum momento havia sido dito que as partidas do SC Vôlei como mandante na Superliga seriam metade em Brusque, metade em Pomerode. Já vai criar um problema: saber quem vai sediar o jogo contra o Rexona ou o Osasco, por exemplo. Considerando o que o Sr. Rubens escreveu acima, Brusque conseguiu uma grana preta em patrocínio para sediar três jogos da Copa Brasil (onde a cidade precisa pagar pra sediar, o dinheiro virá pelo famoso Fundesporte) e quatro ou cinco partidas da Superliga. É muita grana, suficiente para fazer um projeto de futsal ou basquete na cidade, ou até mesmo ajudar o futebol.

Quanto à foto, eu vou repetir pela última vez: a imagem que viajou todo o Brasil que não tinha a Bandeira de Brusque foi enviada para toda a imprensa pela CBV e pela Oficina das Palavras, que é a Assessoria de Imprensa da Malharia Cativa. Foi, sim, uma tremenda mancada da equipe em permitir que a foto oficial fosse tirada sem a bandeira brusquense.

Quem vai dizer se a união entre Brusque e Pomerode foi acertada não serei eu. Será o público brusquense, que avaliará se vale a pena torcer por um time que ganhará o Estadual e os Jasc por outra cidade, e que levará metade dos jogos da próxima Superliga para outro ginásio. A voz do povo é a voz de Deus.

Assunto encerrado. Cada um que faça a sua opinião.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Sai a tabela da Copa SC: Metro x Brusque será em Campo Neutro

Divulgada há pouco a tabela da Copa Santa Catarina, que inicia no dia 18 de outubro e encerra no dia 2 de dezembro.

Destaque para a rodada de abertura, onde Metropolitano e Brusque se enfrentarão no clássico em Campo Neutro, já que o Metrô tem um mando de campo a pagar por incidentes no Estadual.

Primeira Rodada

Grupo A:
Metropolitano x Brusque
Vice da Segundona x Avaí
Folga o Criciúma.

Grupo B:
JEC x Chapecoense
Atlético Ibirama x Campeão da Segundona
Folga o Figueirense.

O Brusque pagará o mando de campo que deve na segunda rodada, contra o Vice-campeão da Divisão Especial. Só jogará frente a sua torcida no dia 28 de outubro, contra o Criciúma.

Curiosidade: é a quarta vez que Brusque e Metropolitano fazem a primeira rodada de um campeonato. Em 2002, no primeiro jogo oficial do Metrô, empate sem gols no Sesi. Em 2008, no Campeonato Estadual, 1 x 0 Brusque no Augusto Bauer. No mesmo ano, na primeira rodada da Copa SC, Metrô 1 x 0 fora de casa, gol de Rodrigo Couto.

Copa SC: Dois times terão que pagar castigo

A FCF vai divulgar hoje a tabela da Copa Santa Catarina, mas dois times sabem que terão que estrear longe de casa no novo torneio.

Brusque e Metropolitano têm, cada um, a punição de um mando de campo para cumprir. O Brusque foi punido por causa de pedras e areia que foram atirados no vestiário do árbitro Paulo Henrique Bezerra no jogo contra a Chapecoense, pelo Estadual.

O Metrô perdeu o mando na última rodada do returno do Catarinense, por causa de um foguete que foi atirado no campo do Sesi e que caiu próximo ao goleiro Eduardo Martini, do Avaí.

Ambos torcem para que o jogo a ser pago não seja o clássico entre os dois.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Bittencourt fica no Brusque, frustrando tentativa do JEC

Entrevistei hoje aqui na TVB o presidente do Brusque, Danilo Rezini. Minha primeira pergunta foi justamente o que se fala na imprensa de Joinville, que é o interesse do JEC pelo meia Rafael Bittencourt. O Diretor do tricolor, Nereu Martinelli, teria inclusive dito que o negócio estava praticamente fechado.

Danilo negou que tivesse recebido contato do Joinville, e garantiu que não liberará o atleta, que possui contrato com o Brusque até o final de 2012. Ele explicou o que aconteceu: "antes da Série D, o Nereu me procurou, e perguntou que, se o Brusque não jogar a Copa SC, eu poderia emprestar o Rafael para o JEC. Acontece que nós vamos pra Copinha e ele fica no clube, assim como o (zagueiro) Thiago e o (atacante) Valdo, que também ouvi do interesse deles".

Se bem que o Bittencourt não vem jogando nada faz tempo... Mas ele vai ficar no Brusque para tentar o tricampeonato da Copa.

Tigre em Revigoração

Acompanhei pela imprensa do Sul neste final de semana o interessante processo de eleição do novo Conselho Deliberativo do Criciúma. Interessante foi ver uma disputa de duas chapas, sem brigas, trocas de acusações, e um confronto baseado em propostas. A eleição não muda o comando do clube, mas coloca novas pessoas e novos ares dentro do Conselho.

O coordenador da campanha da chapa vencedora, Guilherme Búrigo, foi claro ao dizer o que o novo grupo pretende, implantar um projeto que quer profissonalizar o futebol, as finanças e o marketing do clube.

E é a melhor hora. Situação pior do que o Tigre está, impossível.

"Brusquepomerode" ganha a Liga Nacional. Mas a Bandeira...

O Cativa/Oppnus/SC Vôlei ganhou a Liga Nacional de Voleibol feminino no sábado, ao vencer o São Bernardo de São Paulo por 3 sets a 2, em Juazeiro do Norte, Ceará.

O time cumpriu seu objetivo: ganhou uma vaga na Superliga que já tinha direito anteriormente, evitou que Rio do Sul chegasse lá e ainda por cima esqueceu que Brusque existe na comemoração. A foto abaixo diz tudo. Cadê a bandeira de Brusque? Só vejo a de Pomerode.

Tenho respeito pelo pessoal da Prefeitura de Brusque, pelo pessoal da Secretaria de Esportes e pelo Rubens Fachini. Mas o que estão fazendo é sacanagem. Tá na cara que venderam nosso time pra terra do zoológico. Confesso que, como amante do esporte dessa terra, estou profundamente decepcionado com o rumo que isso tomou.

Ah, e o assunto do time de vôlei está encerrado nesse Blog, a menos que algo muito importante aconteça.

Foto: Assessoria de Imprensa da Cativa.

domingo, 16 de agosto de 2009

Três vitórias no final de semana!

Já tinha escrito aqui no Blog algumas vezes sobre aqueles finais de semana em que Santa Catarina não tinha vencido nada. Hoje é dia de fazer o contrário, e falar de coisa boa: três vitórias es-pe-ta-cu-la-res!

O Figueirense, com dois gols do Fernandes, venceu o Duque de Caxias, atual time do Eurico Miranda, por 3 a 2. Não vi o jogo, já que a RBS passou a partida apenas pra região da Capital, mas o que importa é o resultado que alivia um pouco a pressão em cima do Roberto Fernandes, o homem do vestido rosa (não esquecemos disso ainda!). Mas veja que fato irônico: Hoje o Figueira é quinto na Série B, com 29 pontos. Claro que no futebol o "se" não joga, mas "se" o alvinegro tivesse feito o óbvio e vencido o lanterna Campinense e o combalido América-RN, seriam 35 pontos e uma confortável terceira colocação. Há um returno pela frente, e é bom que a incompetência acabe para que esses pontos não façam falta.

Na Ressacada, o Avaí resolveu jogar de branco (aliás, único modelo disponível nas lojas) e venceu. Apertadinho, mas venceu e é o que importa, com gol do Marquinhos no finalzinho. O time termina o turno com 30 pontos, numa confortável posição de Copa Sul-americana. O Náutico jogou em uma retranca de doer, querendo um pontinho, e quase conseguiu, com uma infelicidade tremenda do zagueiro Emerson. O Leão entra no segundo turno como um time maduro, que sabe o que quer, e que principalmente não terá o desespero da pressão no final do ano. Ah, falando em pressão: o que era o coro de meia dúzia que vaiou o Marquinhos no final da partida? Concordo que ele ainda pode render mais, que a tese do Parreira que ele é o melhor meia do Brasil é um exagero. Mas daí a vaiar o cara que fez o gol da vitória no finalzinho é brincadeira. Vamos lá, quinta começa o returno. E pensa como vai estar a Ressacada no jogo contra o Flamengo, domingo.

E hoje, pra fechar a festa, a Série D. A Chapecoense fez a lição de casa, estudou o adversário, anulou o esquema veloz, mas monocrático do Corinthians genérico e meteu 3 a 0 dentro do Janguitão em Curitiba, para pouco mais de 400 torcedores presentes. Domingo vai ter festa no Regional Índio Condá, com o jogo que confirmará a classificação do Verdão para a terceira fase. É bom fazer a conta, torcedor de Chapecó: faltam cinco jogos para o acesso.