sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Segundona: Imbituba é campeão do returno, e duas vagas estão em aberto

Três jogos na noite desta quinta fecharam a penúltima rodada da fase de classificação da Divisão Especial. A rodada não definiu nenhum classificado, mas confirmou o Imbituba como campeão do returno, levando um ponto de bonificação para o quadrangular.

Confirmando, quarta o NEC foi goleado pelo Imbituba por 4 a 0, e o Juventus ficou no 1 a 1 com o Joaçaba, que acabou eliminado. Na quinta, o eliminado Videira fez 4x3 no Concórdia, o Porto venceu o Próspera por 3 a 1 e Hercílio Luz e Camboriu ficaram no empate em um gol.

Como já disse, o Imbituba leva o returno, pois tem uma vantagem enorme no saldo de gols sobre os outros times. Mesmo se perder para o Hercílio no domingo, o Joaçaba precisa tirar uma diferença de 13 gols no confronto contra o NEC para conquistar a vaga no quadrangular.

Com dois times garantidos, a briga pelas duas vagas no índice fica assim: Porto (28), Hercílio (27), Concórdia e Camboriú (25). Quem tem situação mais cômoda é o time de Porto União, que classifica-se com um simples empate contra o Videira em casa. A briga pela segunda vaga pelo índice é que promete: o Hercílio precisa vencer o Imbituba para entrar. Se empatar ou perder, torce para que o Concórdia não vença o Juventus, que já anunciou que vai com time reserva, no Oeste.

O Camboriú só se classifica se vencer o Próspera em Criciúma e contando com tropeços do Hercílio e do Concórdia, que tem uma vitória a mais e levará vantagem no caso do empate em número de pontos contra seus oponentes.

Pra terminar, uma triste notícia pro pessoal de Tubarão: o jogo Imbituba x Hercílio não será um amistoso para o time da Zimba. Com um empate, o Imbituba garante a primeira colocação na classificação geral, o que vale o mando de campo numa eventual decisão. E tem mais uma: como o NEC já fez de tudo nesse campeonato, não duvido nada que acabem permitindo a goleada histórica do JAC. De Egon da Rosa, pode-se esperar tudo.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Rogélio está de volta ao Brusque

Uma boa notícia nesta quinta: O Brusque acaba de anunciar que acertou com o zagueiro Rogélio, de 27 anos, artilheiro do time no Estadual desse ano, com 5 gols marcados. Ele, que foi eleito o melhor zagueiro da primeira fase do último Catarinense, jogou a Série B pelo Juventude, onde foi titular até a chegada de Ivo Wortmann.

Esse dispensa apresentações. Ninguém discute sua qualidade.

Diretoria nova no Marcílio, só em novembro

Atrasou um pouco o cronograma para a posse do novo presidente do Marcílio Dias, Abelardo Lunardelli. Uma questão estatutária impede que a troca de diretoria aconteça antes.

Já está tudo acertado para que Carlos Crispim renuncie ao cargo, para que Lunardelli assuma. Acontece que o Estatuto do Clube diz que para que uma pessoa possa assumir a presidência, é necessário que ela seja sócia há mais de um ano. Abelardo assinou ficha no Marcílio em novembro do ano passado. Logo, ele só poderá efetivamente comandar o clube no final do ano.

Mas não muda muita coisa no planejamento do Clube. Só a agonia do torcedor, que não vê a hora do Crispim sair.

De péssimo gosto

Este é o uniforme número 3 do Figueirense, que será lançado hoje. Uma mistureba de cores que lembra muito aqueles jogos de camisa do futebol amador que se vende nas lojas. E introduz uma discutível faixa vermelha no uniforme. Diz a diretoria que é uma homenagem à Santa Catarina.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Metropolitano se apresenta para a Copa SC

Aconteceu hoje pela manhã a apresentação do elenco do Metropolitano para a Copa Santa Catarina.

O técnico Roberval Davino e sua comissão técnica conversaram com o elenco, que depois seguiu para os treinos físicos.

O plantel do Metrô é o seguinte:

André Zuba (ex-reserva do Avaí), Tiago e Charles (goleiros), Deleu e Nequinha (Lat. Dir.), Fabinho e César (vol.), Bruno e Paulo Santos (meias), Rafael Pereira, Ferruge, Paganelli, Amaral Rosa (ex-JEC e Juventus-Jar) e Fabio Dalalana (zagueiros), Ceará e Nelsinho (lat. Esq.), Jorge, Jardel, Vitinho e Juliano (atacantes).

Não estão presentes: João Paulo (estava no Brasil-Pel), Serginho, Cristiano, Ricardo Lobo (estava no Criciúma), Leandrinho (lesionado, fora da temporada) e Lucas.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Fransérgio, ex-Figueira, é o novo técnico do Camboriú

Lembra do Fransérgio, zagueiro que jogou no Figueirense lá pelos idos de 2003? Depois de uma passagem de 4 anos pelo futebol turco, ele voltou ao Brasil, para atuar no Camboriú na Segundona catarinense.

Mas com o pedido de dispensa de Lio Evaristo, após a derrota para o NEC no final de semana, Fransérgio, de 29 anos, foi promovido a ocupar o cargo de técnico do time. E continuará jogando.

Faltam duas rodadas para o fim da fase de classificação da Divisão Especial, e o Camboriú tem 24 pontos na classificação geral, um a menos que o Concórdia, último time que hoje estaria no quadrangular final.

Deputado denuncia irregularidade na Fesporte

Do site da Assembléia Legislativa:

O deputado Joares Ponticelli, vice-líder do PP, trouxe à tribuna da Assembleia Legislativa no último dia 2 uma grave denúncia envolvendo a direção da Fesporte, da Secretaria de Cultura do Estado, e uma entidade que teria sido beneficiada de forma totalmente obscura. Trata-se de “um caso estranhíssimo”, segundo o deputado, que envolveu cerca de R$ 1 milhão.
Conforme relatou Ponticelli, em 2008 a Sociedade Cultural Progresso, com sede registrada em Laguna, tinha na sua direção uma incrível coincidência: presidente, o primeiro secretário, o diretor cultural, o diretor de esportes e o tesoureiro “tinham o mesmo sobrenome”, observou Ponticelli.
A tal entidade recebeu vários recursos financeiros para a prometida realização de vários eventos culturais e esportivos, “dos quais ninguém nunca ouviu falar”, disse Ponticelli. Para piorar a série de acontecimentos estranhos, ainda em 2008 a referida entidade mudou para Florianópolis, com o mesmo CNPJ. “Fomos até o tal novo endereço e só encontramos lá um senhor gaúcho, que nada sabia dessa entidade ‘Progresso’. Isso é um fato extremamente grave que precisa ser esclarecido”, atacou Ponticelli.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Davino é procurado pelo Paraná, e Lio Evaristo pode estar indo para Ibirama

Feriado de movimentações nos bastidores. E duas notícias envolvendo técnicos de times do Vale.

Primeiro, em Blumenau. O diretor de futebol do Metropolitano, Sandro Glatz, confirmou pelo orkut que o Paraná Clube o procurou, para tentar levar o técnico Roberval Davino para Curitiba. "Chegaram a ligar ontem à noite para mim para perguntar se eu liberava o Roberval do compromisso com o Metropolitano. Ele sabe da importância do projeto do Metropolitano e de seu papel nele e não balançou por nenhum instante", disse Sandro. Davino, por sua vez, agradeceu a lembrança no seu twitter: "Fiquei feliz com o convite e a lembrança, mas compromisso assumido tem que ser cumprido".

Desde a chegada do Roberval Davino, eu me pergunto quanto deve ser o salário dele. Considerando que é um técnico com mercado em times da Série A e B e ainda dos grandes do interior paulista, eu chuto que ele ganhe mais de 20 mil reais mensais, o que é um salário alto para os padrões do Estado. Quando começar a preparação para os Campeonatos Estaduais, principalmente o Paulista, ele será lembrado por vários times. Mas pelo que estou vendo, o treinador está bem envolvido com o desafio no Metropolitano. A não ser que apareça uma oferta irrecusável.

Perto dali, em Ibirama, o Atlético ficou de anunciar amanhã o nome do seu treinador. O favorito para o cargo é Lio Evaristo, ex-técnico do Metropolitano, que acabou pedindo demissão do Camboriú no final de semana. A coincidência é grande: ele fazia boa campanha lá, apesar do tropeço contra o NEC. Não caracterizaria uma demissão, mas ele acabou pedindo para sair, e isso reforça a tese que ele vai para o Alto Vale. Confesso que eu achava que Edson Belmonte, que está sem clube, seria novamente escolhido, mas os indícios são grandes de que Evaristo será a aposta.

domingo, 6 de setembro de 2009

O Inter é mais time que o Avaí, e venceu

Na linda festa da Ressacada, o Avaí tentou se recuperar da derrota para o Coxa. Dois problemas. O primeiro é era o Inter, candidato direto ao título. O segundo é que o Inter jogou muita bola. Dos jogos do Colorado que assisti neste ano, foi a melhor atuação do time.

O time azul sentiu demais a falta de Leo Gago em jogo. Compará-lo ao Marcos Winícius, o seu substituto, é covardia. Há um abismo entre os dois. Nem a vantagem numérica, com a expulsão de Índio, fez o Avaí chegar lá. Apareceram chances, é verdade, mas o placar já era adverso e a derrota, iminente.

Muitos saíram do Estádio com uma pulga atrás da orelha, mas vamos relembrar o planejamento dos 45 pontos que o Silas tanto fala: o objetivo do time não é título, e vamos deixar isso bem claro. O que quero dizer com isso: a próxima partida é contra o São Paulo no Morumbi, e o tricolor paulista é favorito para a vitória, por jogar em casa e também brigar pelo caneco. Derrota lá é normal, mas me contentarei se o Avaí se apresentar de igual pra igual com o São Paulo, mostrando que o time não sofreu queda de rendimento. O prêmio pela boa campanha será a vaga na Sul-americana.

E o Campeonato segue. E o Inter mostrou que está numa ótima fase, além de ser mais time que o Avaí.

Zebras esquentam a Segundona

Quem diria, os dois piores times da Divisão Especial resolveram dar o ar da sua graça hoje, e trouxeram mais emoção às duas rodadas finais da segundona. O Imbituba garantiu hoje sua classificação matemática, e a briga pelas duas vagas restantes no quadrangular esquentou muito.

Se não vejamos: o Navegantes, com jogador a menos em campo, venceu o Camboriú, que vinha de uma interessante subida, dentro do Robertão. Pela manhã, o Próspera venceu mais uma vez o Hercílio Luz, freando o avanço do time de Tubarão, que era líder do returno.

O grande vencedor da rodada foi o Concórdia, que venceu o Porto no sábado por 2 a 1, em jogo bastante conturbado. Com os tropeços de Hercílio, Cambóriú e Videira, o CAC subiu para a quarta colocação da Classificaçãio Geral, e hoje estaria classificado. Quem garantiu vaga foi o Imbituba, que venceu o Juventus e está no quadrangular, seja pelo returno ou pelo índice técnico.

Dos dez times, somente Videira, Próspera e NEC, este último já rebaixado, não têm mais chances. Cinco times brigam pelas duas vagas finais. Vai ser uma semana muito interessante.