sábado, 3 de outubro de 2009

Avaí e Chapecoense fora da Copa SC. Torneio terá seis times e começa dia 30

Matéria do "A Notícia" de hoje traz novidades importantes e até surpreendentes sobre a Copa Santa Catarina, em princípio prevista para iniciar no dia 18. Grandes mudanças hão por vir.

Primeiramente, o que já era esperado: os times da Divisão Especial estão fora da Copinha. Não vai haver jeito de encaixá-los no calendário, já que a briga jurídica acaba no dia 8, e há uma falta de datas. A segunda novidade: Avaí e Chapecoense estão fora da Copa SC. Quanto ao Verdão do Oeste, não chega a surpreender, já que a imprensa de Chapecó já havia publicado uma entrevista do diretor Jandir Bordignon falando do desinteresse, por causa da fase decisiva da Série D. O Avaí sim, me surpreende, até porque o seu time B já havia participado da Copa do ano passado, que serviu para testar novos jogadores ou colocar em campo atletas não aproveitados.

Bom, assim temos seis times na Copa SC, que não começa mais no dia 18, e sim no dia 30 de outubro, com duas chaves de três equipes, com a mesma fórmula do ano passado, classificando o campeão de cada chave. Se não for mexida a ordem original, teríamos Metropolitano, Brusque e Criciúma em um Grupo e Joinville, Atlético de Ibirama e Figueirense no outro.

Existe uma possibilidade de mudança até a reunião de segunda. Dois pontos a considerar: primeiro, que caso mais um time desista, a Copa não valerá vaga na Série D, já que a CBF exige um mínimo de seis times na disputa. E segundo, que no dia 30 de outubro, nova data marcada para o início, a Divisão Especial poderá estar encerrada. Falcão, diretor do Juventus, já avisou que quer a vaga na Copa SC, nem que vá à Justiça. A novela ainda não acabou.

Atualização das 16:40: Conversei com um dirigente para confirmar a informação há pouco, e ele me passou que há uma emissora de TV disposta a transmitir a Copa Santa Catarina. Só não me adiantou qual é. Se o SBT de Lages tiver bons horários disponíveis, e conseguir o horário de sábado ou domingo a tarde da rede, beleza. Mas hoje, a única emissora que tem possibilidade de arrumar horário bom pra transmissões é a Record News. Problema é que o relacionamento entre eles e a FCF não é dos melhores. Aguardemos a segunda-feira.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

FCF admite, finalmente, mudar a Copa SC

Chega a ser engraçado: Rodrigo Capella, braço-direito do presidente Delfim, disse ao "A Notícia" de sábado que conseguiria terminar a Segundona em uma semana, a tempo de começar a Copa SC na data. Hoje, em entrevista ao jornal "Município dia-a-dia", o assessor de imprensa da Federação, André Tramontina, disse que "a única certeza que temos é que a Copa SC começa no dia 18". Até pode ser, mas pelo jeito, não vai ser com o regulamento original.

A FCF publicou nota oficial no site chamando todo mundo, clubes da primeira e da segunda, para tentar fumar o cachimbo da paz segunda-feira na sede de Balnéário Camboriú, no dia em que o chefe-supremo, que vai dar a senhora bronca nos seus funcionários que fizeram a lambança, volta para o trabalho.

Apurei com dirigentes algumas novidades.

Sobre a segundona: ela continuará normalmente a partir do próximo dia 11. Será comunicado aos clubes a não-participação de campeão e vice na Copa SC. Segundo um dirigente me contou, os times egressos da Divisão Especial são considerados "convidados" da Copinha, e já que há todo esse problema, poderão ser "desconvidados", e haverá tempo para terminar o campeonato com tranquilidade até o fim do mês, quando os contratos de 90% dos jogadores encerram.

Sobre a Copa SC: a mudança de regulamento é iminente. Além da não-participação dos dois clubes da segundona, a Chapecoense também quer abandonar o barco. A primeira rodada já está prejudicada: no dia 18, quando o Verdão enfrentaria o JEC, tem jogo contra o Macaé pela Série D. Se o time for à final do Brasileiro, só encerra sua participação em 1o. de novembro. O diretor de futebol Jandir Bordignon já deu a pista ontem, em entrevista ao Diário do Iguaçu. Com sete times participantes, dá até pra encarar um turno e returno classificando dois para a decisão. Isso, os clubes resolverão.

Vamos aguardar a reunião de segunda-feira. Pelo jeito, a conta do Capella não fechou. E como será o retorno de Delfim para a sua Federação? Irá mandar embora os responsáveis por não detectar os cartões amarelos no dia seguinte?

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Brusque confirma atacante Kanu, ex-Chapecoense

O Departamento de Futebol do Brusque confirmou agora pela manhã a contratação de um centroavante, logo a posição que o clube mais procurava. Depois de uma grande busca e várias consultas aqui e acolá, o clube confirmou a contratação do atacante Kanu, de 27 anos, 1,88m de altura, jogador que pertence ao Próspera. No ano passado, jogou pelo Maccabi Rabat-Gun de Israel, e foi vice-campeão estadual pela Chapecoense neste ano.

É um jogador que o técnico Suca gosta muito, e a diretoria do Brusque procurou o técnico da Chapecoense, Mauro Ovelha, que acabou o recomendando. Então vamos torcer para que ele seja "o cara".

Figueira bate o Vasco: agora, é tijolo por tijolo

Se alguém procurar o arquivo desse blog, podem ver que eu não acreditava mais no acesso do Figueira. Vamos ser sinceros: muitos alvinegros também não acreditavam. Agora, os matemáticos já dão uma chance acima dos 50% para o acesso do Figueirense. A vitória sobre o Vasco dentro de São Januário não coloca o time no G4, mais acende uma esperança que fará o Scarpelli lotar no sábado, contra o Bahia.

Márcio Araújo não fez nenhuma revolução no time. Aliás, fez um milagre, que é o de fazer Schwenck voltar a jogar bola. Mas quem arrumou mesmo o time foi Roberto Brum. O desprezado do Santos arrumou o meio-campo do Alvinegro, e permitiu que o time atuasse de forma organizada. Aí sim, vemos um outro time.
O foco deve ser mantido partida a partida como se cada jogo fosse uma decisão. O Figueirense precisa pavimentar sua volta a Série A tijolo por tijolo, e isso passa pela vitória contra o Bahia e, principalmente, na busca de pontos fora de casa, que poderá ser o grande diferencial.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Fpolis/Colegial elimina Joinville da Liga Nacional e cala o Centreventos

Que terça-feira para o esporte da capital! Num jogo pra lá de emocionante, o Florianópolis Futsal (pra mim, vai ser sempre Colegial) venceu o Joinville duas vezes dentro do Centreventos Cau Hansen, e eliminou o time de Paulinho Gambier da Liga Futsal. Logo uma das favoritas ao título!

O jogo foi espetacular. Como o Joinville tinha vencido o jogo de ida em Floripa, o Colegial tinha que vencer no tempo normal, para forçar uma prorrogação onde teria que vencer de novo. Na primeira parte da difícil missão, o time do experiente técnico Valci Moreira saiu na frente, tomou a virada e conseguiu voltar a frente, fechando o jogo em 3 a 2, o que por si só era um feito.

Na prorrogação, Márcio fez o que ninguem acreditava. Um gol que classificou Florianópolis a uma inédita semifinal de Liga, contra Copagril ou Carlos Barbosa, e que fez o time de Joinville, de altíssimo investimento e boa campanha até aqui, fosse eliminado dentro de casa, causando silêncio no Centreventos. Sobra para o time joinvilense o Estadual e os Jogos Abertos para salvar o ano.

Ninguém acreditava no Colegial. E eles chegaram. Parabéns ao Valci Moreira, que há tantos anos luta pelo futsal da Capital e tem o seu trabalho reconhecido.


Até no Futsal a "Segundona" está parada!

Pra quem acha que as trapalhadas de Clubes e Federações são exclusivas do Futebol de campo, está enganado. O Futsal também está nessa, com o campeonato da Primeira Divisão (que corresponde à segunda) também paralisado por problemas jurídicos. Assim como no campo, teve time viajando pra longe para nada: Capivari de Baixo, do meu amigo Juninho, veio para Chapecó e teve que voltar sem jogar. Por baixo, 1.200 quilômetros feitos à toa.


O autor do recurso é o time do Marka/Bastos/Lages. A confusão começou no dia 7 , no jogo entre Marka e Moitas/Ituporanga marcado para acontecer em Lages. A equipe do Moitas foi agredida já na chegada no ginásio, com rojões atirados dentro do vestiário, o jogador Paraíba agredido com um soco no rosto, e até mesmo o prefeito de Ituporanga não escapou. Além disso, o ônibus da equipe também foi apedrejado. Diante da situação, o Moitas se recusou a disputar a partida. O delegado do jogo esperou os 20 minutos do regulamento, e sem a presença do time visitante, deu vitória do Marka por WO (foto). Na semana seguinte, o time de Ituporanga entrou com recurso na FCFS, que acabou punindo o time lageano, e conseguiu remarcar a partida para a semana seguinte em Santa Cecília, que terminou empatado em 4 a 4, deixando o time lageano fora da competição.

Na tarde da sexta-feira (25) a equipe da Marka/Bastos de Lages ingressou com pedido de liminar no STJD que foi aceito, e a competição está paralisada até uma definição.

A Federação de Futsal também é bem estranha, parece ter contraído o vírus do seu irmão do futebol. Recentemente, chegou a criar um campeonato com uma fase que não desclassifica ninguém. A Divisão Especial deste ano, por exemplo, tem uma segunda fase com duas chaves de cinco times, onde apenas um time por chave é eliminado.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Chapecoense x Macaé será no Maracanã!

Aguenta o Badá... A CBF fez hoje no Rio de Janeiro o sorteio dos mandos de campo das semi-finais da Série D. A Chapecoense fará o jogo decisivo, no dia 18, em Chapecó. Eis a surpresa que o primeiro jogo contra o Macaé, neste domingo, será... no Maracanã! A partida será as 15h45min, na preliminar do clássico Fla-Flu, marcado para as 18h30min.

Quem diria, Mauro Ovelha comandando o time a beira do gramado do maior do mundo! Esse Verdão faz coisa!

Pode chover canivete, que a Chapecoense já chegou lá!

Nem roteiro de Hollywood criaria tanto drama para um dos jogos mais importantes da vida da Chapecoense: jogador expulso aos dois minutos? chuva de granizo no meio da partida? gol do adversário no final? Peraí... hoje era o dia do Verdão. Se chovesse canivete, nevasse ou se um enxame de abelhas africanas invadisse o Índio Condá, nada tiraria a ida da Chapecoense à Série C. A festa só não foi completa porque São Pedro assim quis: infelizmente, as fortes chuvas deste domingo causaram destruição em vários locais da cidade. Mas a população vai sair dessa.

O gol fora de casa classificou o time de Chapecó, que estava invicto há 20 jogos dentro do seu estádio. Em situações normais, a sequencia continuaria. Mas o drama começou aos dois minutos, quando Fabrício bobeou e foi expulso. Um jogador a menos, e o Araguaia continuava sendo um time valente, mas tecnicamente inferior.

A chuva e o granizo, nas proporções gigantescas da tarde deste domingo, por si só nivela o jogo por baixo. Não havia jeito de ter um jogo de futebol, que corria o risco de ser paralisado. Mas o juiz deu a sequencia, e Valtinho deu mais drama à decisão, marcando para o Araguaia aos 32 do segundo tempo. Depois, foi tentar afastar a bola de tudo que é jeito, até o apito final.

O planejamento da Chapecoense deu certo. Hoje, está entre os quatro melhores times do Estado, e poderá ser o terceiro clube catarinense a conquistar um título nacional. O time é favorito ao título, e poderá chegar lá, agora sem a pressão do acesso sob suas costas. Mauro Ovelha chegou ao seu primeiro objetivo, e terá a grande chance de perder o rótulo de derrotado em decisões.

É a consolidação de um trabalho bem-feito, que envolve com sucesso a comunidade, o empresariado e poder público em torno do futebol de Chapecó. Santa Catarina está parabenizando a Chapecoense. E agora, porque não o título?

Atualização 00:40: A classificação da Chapecoense vai forçar uma mudança na tabela da Copa SC: as semifinais acontecerão nos dias 04 e 18 de outubro, quando o Verdão tem estreia marcada contra o Joinville, na Arena. Essa data terá que mudar.

domingo, 27 de setembro de 2009

Avaí joga como Flu, e perde para o Flu, que jogou como um Flu.

Título do tópico confuso? Foi o melhor que encontrei. O Avaí, hoje, jogou um futebol de segunda divisão, de uma apatia igual ao péssimo time do Fluminense, que mostrou o mesmo futebolzinho de outras datas. Cadê o time que goleou o Barueri?

O primeiro tempo foi bom e esperançoso. O William fez 1 a 0 logo no início e deu o sinal que seria um jogo tranquilo. Mas a defesa do Leão, desfalcada de Rafael e com o péssimo Anderson Luiz no seu lugar, estava louca para entregar. E foi o que aconteceu. Foram três gols tricolores, os três oriundos de falhas bisonhas de zaga. Assim, não tem time que aguente.

Eu tinha a esperança que Silas pudesse chacoalhar o time no intervalo, quando o placar estava empatado em 2 a 2. A receita era uma só: concentrar na defesa, anular o meia Conca e tentar articular as jogadas. Era batata. Mas o Avaí conseguiu complicar e vai voltar a rondar a décima posição do Brasileiro.

Nome negativo do jogo: Anderson Luiz, curiosamente ex-jogador do Flu. Em que mundo ele estava? Silas poderia ter escalado Rogélio, que não atrapalhado e tampouco cabeçudo. Só bastava tirar a bola da área. É tão difícil assim ganhar do Fluminense?

Copa SC: qual é a conta, Capella?

Ontem, o diretor jurídico da FCF, Rodrigo Capella, deu uma declaração ao "AN" que ainda procuro explicação (aliás, faltou a matéria explicar). Segundo ele, dá tempo para que campeão e vice da segundona participem da Copa Santa Catarina mesmo com todo esse atraso devido aos julgamentos: "Se conseguirmos que o caso seja julgado no dia 8 (no STJD), teremos datas para concluir a Especial e viabilizar a participação de ambos na Copa SC".

Estou tentando entender a conta do Capella. São necessárias oito datas (seis para o quadrangular, mais duas para as finais) para que a Divisão Especial se encerre. Considerando que o STJD dê a palavra final no dia 8 (quinta-feira), é possível que a FCF marque a primeira rodada para o domingo, dia 11, uma semana antes do início da Copinha. Mesmo se o estatuto do torcedor for rasgado e a Federação marque um jogo a cada dois dias, teríamos uma final no dia 25 em condições sub-humanas, onde a qualidade técnica seria comprometida seriamente.

A Copa SC acontecerá com rodadas às quartas e domingos, e colocar os times para jogar a viajar a cada dois dias (incluindo os times da Especial, fisicamente esgotados) para que a tabela da Copa dê conta de um possivel adiamento do início é inadmissível.

Não tem como enfiar os times da Especial na Copa SC sem que sejam seriamente sacrificados o clubes e os atletas.

Como acompanhar uma rodada emocionante

É tanto jogo bom que duas TVs são necessárias. Essa é a minha sala. À esquerda, Inter x Flamengo na RBS. Na direita, Fluminense x Avaí no PFC.
E notebook ligado nas Rádios de Chapecó, pra ouvir Chapecoense x Araguaia.