sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Itajaí, casa de Brusque e Metrô na abertura da Copa SC

Brusque e Metropolitano já definiram onde mandarão os seus jogos de estreia na Copa Santa Catarina. Os dois times perderam um mando de campo no TJD por causa de incidentes ocorridos no Estadual. Ambos pagarão a punição no Estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí.

O Brusque enfrenta o Criciúma no sábado (17), as 15h30min, enquanto o Metrô enfrentará o Atlético de Ibirama no domingo (18), no mesmo horário.

Considerando que o Marcílio Dias só voltará a campo lá pra maio ou junho do ano que vem, depois deste final de semana o Gigantão vai ficar um longo período sem jogos

Chapecó quer a verba prometida para o JASC. Prefeito ameaça não realizar os Jogos

Abaixo, transcrevo nota da coluna do Ivan Carlos, da Rádio Super Condá, no "Diário do Iguaçu" de hoje. Ele também é o presidente da Comissão Central Organizadora dos Jogos, e está fulo da vida com os problemas de repasses de verba do Governo do Estado, que já acarretaram na diminuição do tour do Fogo Simbólico dos Jogos pelo Estado. Abaixo, a nota:

A Fesporte e o Governo do Estado decidiram repassar às cidades sedes dos JASC, um milhão de reais para a realização do evento. Foi assim em 2007, quando os jogos foram em Jaraguá do Sul, foi assim no ano passado no Alto Vale Catarinense e seria da mesma forma este ano em Chapecó.

Quando Chapecó e Concórdia disputaram o direito de ser sede, esta era a proposta. Entendo todos os transtornos e tragédias vividas por nosso Estado devido as condições clmáticas, Chapecó acertou e aceitou um repasse bem menor para em parceria fazer o evento. A quantia acertada foi de R$ 450.000,00 conforme aprovação no Conselho Regional. A CCO fez todos os levantamentos, todo o planejamento e até iniciou algumas obras em parceria com entidades da cidade. Pois a verba foi novamente adequada ao orçamento do estado, diminuiu de 450 mil para 351,6 mil e mais 60 mil reais que seriam repassados para a Abertura. Quando fomos insistir para que o convênio fosse assinado para prosseguir as obras, recebemos a informação de que não havia mais dinheiro para tanto.

Bateu o desespero pois a execução dos JASC estava por iniciar a partir de tudo o que foi planejado. Visitamos o Secretário Knaesel, insistimos com Cacá Pavanello, e as respostas que recebemos é que depende da liberação por parte do Governador.

Com a impossibilidade de realizar os Jogos somente com recursos do município, o Prefeito João Rodrigues, acertadamente, deu um prazo para continuar como cidade sede. O prazo está por encerrar e a solução, embora todo o esforço e parceria do Secretário Luciano Buligon, a solução para o assunto, a assinatura do convênio, até o fechamento desta coluna não havia ocorrido. Fica nossa torcida para que esta agonia tenha fim com uma resposta positiva no decorrer desta sexta-feira.

Já imaginaram os senhores não acontecerem também os JASC a exemplo do que aconteceu com JOGUINHOS e OLESC!


Dinheiro pra Brasileiro de Showbol e pra corrida de Kart com o Felipe Massa tem. Pros Jogos Abertos, não.

Mesmo vacilando, Avaí salva o Campeonato

Festa pronta, adversários colaborando. Era a noite do Palmeiras patrolar o Avaí em casa e abrir sete pontos de distância do segundo colocado na classificação. A grande maioria achava isso.

Mas o Avaí só não fez um estrago enorme em tudo isso porque vacilou, e muito. Vencia por 2 a 0, deixou o Palmeiras empatar aos 40 do segundo e perdeu gols incríveis como aquele do Eltinho, que é fortíssimo candidato a ser eleito o gol mais perdido do Brasileirão.

O Avaí foi grande, jogou um futebol de líder de campeonato, contra o verdadeiro primeiro colocado. Jogou a responsabilidade pro outro lado e foi jogar futebol sem frescura, como tem que ser. Foi um ponto ganho que não era esperado mas foi bem-vindo.

E é mais uma prova de que jogo não se ganha na véspera.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Liga Futsal: Florianópolis x C. Barbosa será em Brusque

No próximo dia 24 tem futsal de primeira em Brusque.

O time do Florianópolis/Colegial vai enfrentar a ACBF de Carlos Barbosa pelo primeiro jogo das semifinais da Liga Nacional às 10 horas da manhã, na Arena Multiuso.

Isso porque o regulamento da competição exige que os jogos sejam realizados em ginásios com capacidade superior a 5.000 pessoas, que a capital do Estado não dispõe. (A Arena Multiuso de São José tem capacidade nominal de 3.100 pessoas). A própria Malwee, antes da inauguração da Arena Jaraguá, precisou usar o ginásio brusquense e acabou levando o título, numa decisão contra o Atlântico de Erechim.

O técnico Valci Moreira conta com a torcida brusquense: “Brusque vai nos acolher muito bem e tenho certeza que estarão torcendo por nós”.

Penso aqui com meus botões: quais ginásios no Estado tem capacidade de 5 mil pessoas para abrigar um jogo de Liga Nacional de Futsal? Eu me lembro de quatro: Arena Jaraguá, Arena de Brusque, Centreventos de Joinville e o Carecão em Seara. Mais algum?

Caxias de Joinville organiza volta aos gramados

Tive uma boa surpresa ao ver o site da FCF ontem: a de que diretores do Caxias de Joinville, vice-campeão Estadual em 2003 e dono do Estádio Ernestão, fizeram uma visita ao Presidente Delfim, anunciando que pretendem voltar ao futebol profissional no ano que vem, quando o clube completa 90 anos.

Considerando que Joinville é a maior cidade do Estado, batendo na marca dos 500 mil habitantes, entendo que a cidade suporta dois clubes.

Resta saber o que será feito do Ernestão: na última vez que lá estive, acho que em 2006, a situação era deprimente. A diretoria do Gualicho precisa avaliar se pretende jogar lá, ou tentar jogar na Arena, que é municipal, mas que a Prefeitura tenta repassar o JEC.

Em tempo: na próxima segunda-feira o Caxias completa 89 anos de fundação.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Sai a tabela da Copa SC. Brusque e Metrô estreiam em Campo Neutro

A FCF cumpriu o prometido e divulgou agora há tarde a tabela da Copa Santa Catarina, que começa no dia 18 (pode ser no dia 17, se a TV confirmar) com sete times na disputa, jogando em turno e returno, classificando o campeão de cada turno para a decisão, em duas partidas.

Como já informado aqui, o Brusque e o Metropolitano terão que pagar, cada um, a punição da perda de um mando de campo por problemas ocorridos no último Estadual.

A primeira rodada vai ter: Brusque x Criciúma (pode ser Itajaí ou Camboriú), Metropolitano x Ibirama (deve ser em Pomerode) e Joinville x Figueirense, na Arena. O Avaí folga na abertura.

Delfim: "A culpa foi do raio"

O repórter Giovani Ricardo, da Rádio Cidade, que estava comigo na reunião de ontem na FCF, perguntou ao presidente Delfim sobre a história da falha da Federação em não contabilizar os cartões amarelos dos times da Divisão Especial, que acabou desencadeando toda essa confusão na segundona depois da denúncia do Hercílio Luz, mais de um mês depois do ocorrido. Delfim colocou a culpa em São Pedro: disse que um raio que caiu na Federação foi o responsável por tudo. Ele fala com suas próprias palavras. É só apertar o Play:

Get this widget Track details eSnips Social DNA


Em tempo: a referida tempestade foi bem depois de todo o ocorrido. Pra mim, a desculpa não colou.

Copa SC: SBT deve transmitir de Graça. Clubes e FCF negam dinheiro da RIC

Quem acompanha este blog há mais tempo sabe que o assunto do televisionamento do futebol catarinense é tratado aqui de forma intensa. E hoje, tivemos mais um capítulo, referente a Copa Santa Catarina. A transmissão deverá ser do SBT de Lages, que neste ano dispõe de uma "janela" (espaço permitido pela cabeça de rede para inserir programação local) no sábado, das 17 às 21h. Apenas as rodadas de final de semana terão transmissão ao vivo de uma partida. Nas quartas, só pelo rádio. Silvio Santos não abre espaço na sua grade.

Ontem, na reunião dos clubes da Copa SC, o presidente Delfim foi enfático: "Temos duas propostas: uma do SBT e outra "daquela coisa" (olhem como foi tratado) que vocês (os clubes) tiveram um litígio na justiça". A "coisa" que Delfim se referiu é a RIC, que procurou adquirir a Copinha para transmitir na Record News, que tem boa abrangência em TV aberta no Estado. Quem acompanha sabe a briga que aconteceu no último Estadual.

Cabe aqui explicar como funcionou o esquema da Copa SC no passado, no mesmo SBT: os clubes não receberam um tostão pelos direitos, apenas um crédito em mídia na emissora. A Propague, agência de publicidade dos Clubes (e que fez aquela lambança com RIC e RBS há um ano) teve que conseguir um patrocínio (Lojas Colombo), contratar uma produtora (TVBV) e entregar o sinal pronto em Lages para ser distribuído. A Copa SC do ano passado foi uma lambança televisiva: teve jogo na manhã de domingo, e a decisão, às 6:30 da tarde de uma terça-feira, começou a ser transmitida aos sete minutos do primeiro tempo.

A proposta da Propague é a mesma para este ano, sem dinheiro nos cofres dos clubes, na tela do SBT. Aí vem a pergunta: porque não ouvir a proposta da RIC/Record News, que renderia uma grana bem-vinda aos clubes? Um dirigente me contou: a RIC tem a receber dos clubes uma multa de 60 mil reais, decorrente da ação judicial frustrada movida pela Associação (na época presidida por Carlos Crispim), que tentou quebrar na marra o contrato do Estadual com a Rede Record para vender os direitos à RBS. Esse mesmo dirigente me confidenciou que "A RIC não quis abrir mão da multa. Disse que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa". Eu acho assim: tá certo que há esse problema (criado pela ação burra dos clubes em quebrar um acordo assinado ano passado), mas não há nada que uma mesa de negociação não resolva, e ainda mais numa competição que é deficitária por si só. Some-se a isso o fato do SBT só transmitir um jogo a cada duas rodadas. Pelo que senti na reunião, foi o Delfim que não quis.

Por fim, cabe ressaltar que o acordo com o SBT ainda não está 100% firmado nem assinado. Houve uma sondagem positiva da Propague, que agora encaminhará os contatos finais. O horário do sábado as 17 horas é bom, mas a falta da cobertura das rodadas de meio de semana vai ser sentida. Pelo menos teremos televisionamento, e isso é bom.


Atualização das 18:00: Ouvi rumores hoje sobre um suposto interesse da TVCOM, canal a Cabo da RBS que é sintonizado nas cidades que a Rede tem emissora própria. É uma boa, desde que reverta em dividendos aos clubes.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Copa SC, sete times, turno e returno, e SBT transmitindo

Estive na tarde de hoje na reunião convocada às pressas pela FCF (estou na foto aí do lado), no retorno do Delfim, para definir a continuidade da Divisão Especial, bem como o rumo da Copa Santa Catarina. Vou tentar resumir o ocorrido.

Divisão Especial: Rodrigo Capella, procurador da FCF, recebeu a garantia do STJD de que o julgamento dos recursos de Porto e Concórdia vai ser julgado inadiavelmente no dia 8, e já está acertado que o início do quadrangular será no dia 14 (quarta). Hercílio Luz, Juventus, Imbituba e Camboriú abriram mão da participação na Copa Santa Catarina. Menos mal.

Copa Santa Catarina: mudou tudo na Copinha. A Chapecoense efetivou a sua desistência, mas o Avaí voltou atrás, já que houve um apelo dos clubes ao presidente Zunino, uma vez que segundo o agenciador do campeonato, o televisionamento do SBT era condicionado à participação do Leão (sobre televisionamento, vou escrever em outro post. Os clubes preferiram uma transmissão gratuita à negociar com a Record).

Com o Avaí e sem a Chapecoense e os dois times da segundona, os sete times jogarão entre si em turno e returno, classificando-se para a decisão os campeões de cada turno. Caso um mesmo time leve os dois turnos, será campeão sem uma final. O início está marcado para dia 17, um sábado, às 17h, com um jogo que terá transmissão pela TV. A tabela sai amanhã, no site da FCF.

Os clubes gostaram, e eu também gostei. O objetivo da Copa é esse: colocar os times em atividade, e cada um fará um mínimo de 12 partidas. Haverá televisionamento, e o campeão participará da Recopa Sulbrasileira em São Paulo. O melhor classificado dentre Brusque, Atlético, Metropolitano e Joinville leva vaga na Série D.

E uma sobre o Catarinense de 2010: A CBF informou que, por causa da Copa do Mundo, terá que reduzir em duas datas os Estaduais. Dia 26 de outubro acontecerá a primeira reunião do Conselho Técnico do Estadual, onde se tentará achar uma solução. Minha sugestão é adiantar o início do campeonato em uma semana, de repente.