terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Catarinense 2010: Juventus

Mantendo uma tradição do Blog, começa hoje a série de dez matérias sobre os times do Campeonato Catarinense. A cada dia, vou trazer aqui um resumão de cada equipe, com as contratações, expecativas e análises das equipes. Começamos pela ordem inversa do Catarinense 2009. Para começar a série, o vice da Segundona, o Juventus.


GRÊMIO ESPORTIVO JUVENTUS
Fundação: 1o. de maio de 1966
Cores: Grená, Preto e Branco
Estádio: João Marcatto (7.000 lugares)
Presidente: Ildo Vargas
Técnico: Nazareno Silva
Ranking "BdR" 2009: 11o. Lugar
Catarinense 2009: Não participou. Vice-campeão da Div. Especial


O Juventus viveu altos e baixos nos últimos anos. Viu o céu em 2007, quando ficou bem perto de chegar às finais do campeonato, e o inferno em 2008, quando acabou rebaixado e só não ficou sem time na segundona por causa do Joinville, que emprestou o time que acabou vice-campeão, atrás do Brusque. No ano passado, o jogador Falcão, da Malwee, resolveu assumir a gestão do time, colocando jogadores e investindo na estrutura do time. Deu certo, com o vice-campeonato da Divisão Especial e o retorno à primeira divisão, após dois anos.

Mas logo após a confirmação do acesso, o Juventus teve uma baixa significante. Logo na hora de começar o filé mignon, Falcão, que comeu carne de pescoço na segundona, resolveu deixar a gestão do clube. O comando retornou para o presidente Ildo Vargas, que se viu com o abacaxi na mão mais uma vez. O que fazer? Apelar pra fórmula do "bom e barato". Pingo, treinador que subiu o time, não ficou por questões financeiras. Foi quando surgiu o nome de Nazareno Silva (foto), técnico que estava no Paysandu de Belém, de onde conseguiu ser demitido sem disputar nenhum jogo oficial. No Brusque, sua experiência foi péssima: trouxe uma leva de jogadores de baixa qualidade, e despachou o time para a segunda divisão.


Não dá pra dizer que o caso vai se repetir em Jaraguá, mas a lista de jogadores contratados é cheia de desconhecidos. Vejo dois destaques que conheço, ambos ex-Figueirense. Um é Vanderson (foto), lateral de 22 anos revelado no alvinegro, e que estava no Macaé, e Ramon, atacante de 26. Poucos restaram do time do ano passado, e os novos jogadores vieram a granel. A pré-temporada começou com bastante atraso, no finalzinho do ano, e Nazareno terá que correr contra o tempo.

O que esperar do Juventus? É aguardar pra ver. O técnico não me inspira confiança, até pela tragédia que fez em Brusque há dois anos. Mas se o lote de jogadores que veio tiver qualidade, poderá buscar algo mais alto. Mas imagino que o orçamento do Juve seja um dos mais apertados, se não o menor do Campeonato Estadual.

4 comentários:

  1. Quem é esse Ramo? Jogou quando no Figueira? Não é aquele de atacante de 2007, é?

    Rafael Petry
    http://maquina-alvinegra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ramom ex figueira, Krika ex-Avai, Rafael ex-Atletico Ibirama, são alguns dos nomes
    os patrocinios estão aparecendo, apesar do inicio tardio acredito que o Juventus vai supreender alguns adversários..

    ResponderExcluir
  3. É um pequeno detalhe mas mostra o desleixo com o futebol catarinese e com o Juventus. Olha como está o nome do clube na tabela da Rede Globo "Juventos".
    http://comercial.redeglobo.com.br/agenda_calendario_do_futebol/agenda_calendario_do_futebol10.php

    ResponderExcluir