domingo, 24 de janeiro de 2010

Chapecoense perde pra si própria. Tigre agoniza

Os dois jogos que abriram a terceira rodada mostram que, nesse começo de campeonato estadual, vitória por 1 a 0 é goleada. E outra curiosidade: já notaram quantos jogos estão sendo definidos nos momentos finais? Ontem, foram mais dois. Avaí e Metropolitano venceram Chapecoense e Criciúma por 1 a 0.

Sem enrolar muito: O Avaí venceu a Chapecoense com um gol de pênalti, que pra mim, existiu. Pode até ter havido uma aumentada do Medina, mas o toque do Badé houve. Na verdade, e os companheiros de imprensa do Oeste concordaram, foi aquele jogo que o Verdão perdeu pra ele mesmo. Teve jogador a mais por um bom tempo em campo, perdeu chances (o atacante Tuto, que veio como esperança, está decepcionando), e foi penalizado no final. E Mauro Ovelha, que continuo achando um excelente treinador, mostrou uma faceta sua que precisa ser arrumada: a teimosia. Mesmo com um jogador a mais, não abriu mão da sua linha de três zagueiros. Mas é um bom time. Mas se quiser ir longe, vai ter que marcar pontos fora de casa.

E em Blumenau, um jogo que merecia ter uma penca de gols, mas acabou tendo um. No final do jogo, gol de cabeça do zagueiro Rafael (o Criciúma reclamou de impedimento, que não houve), e o Metropolitano chegou aos 6 pontos, o que é resultado normal. O Tigre, que até tem alguns bons jogadores no elenco, tentou se motivar para a partida em Blumenau. Mesmo com salários atrasados, o elenco se fechou e não amoleceu. Mas eu sinto que o time começa a ter um tipo de "bloqueio psicológico", que já aconteceu, por exemplo, com grandes times na Série A: lembra do Palmeiras que foi rebaixado, que tinha Marcos, Zinho e cia? Caiu com um time qualificado, mas quando a fase não é boa, tudo conspira de forma contrária. Veja o caso do garoto Lucca, expulso no fim da partida. Para o Criciúma, que só terá um novo presidente no returno, o negócio é ir brigando. Tem o Avaí na quarta, e nada como uma vitória contra um histórico rival para tranquilizar. Agora é contigo, Wilsão.

Ah, e sobre o Metropolitano: Trípodi não pode ficar de fora desse time. Tá certo que foi o primeiro jogo, e talvez seu condicionamento não estivesse 100%. Mas o time do Davino é ele e mais dez.

Estou indo pra Jaraguá. Até a tarde.

Um comentário:

  1. Rodrigo, nesse começo de estadual a média de gols nas 2 primeiras rodadas foi quase 3 por jogo.

    Só nessa terceira rodada ocorreram resultados de 1x0, que eu me lembre. Portanto, não acho que nesse estadual placar de 1x0 é goleada. Também não houve nenhum empate por 0x0.

    Escutei o jogo do Metropolitano ontem pela Nereu. Tiveram muita sorte em marcar aos 43 do segundo tempo. O Criciuma jogou todo o segundo tempo com 1 jogador a menos, e no final com 2 a menos. Com 10 jogadores em campo, o Criciuma perdeu alguns gols feitos antes do Metropolitano marcar.

    Importante o Bruscão trazer uma vitória de Jaraguá. Vamos ver como funciona o setor defensivo com 3 zagueiros. Prefiro 3 volantes em vez de 3 zagueiros, mas em todo o caso, uma das 2 coisas precisa ser feita.

    Boa transmissão!

    ResponderExcluir