quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Por causa do primeiro tempo, deu JEC

O empate no último lance do jogo vai dar ao torcedor do Metropolitano aquela impressão de que "quase deu". Mas o Joinville foi melhor na média, aproveitou um mau primeiro tempo do time de Blumenau, estabeleceu uma vantagem e classificou-se. Mas não foi fácil.

Na primeira etapa, o JEC fez um abafa, e usou de dois buracos enormes do time do Davino: as duas laterais, principalmente a direita, de Nequinha, estavam completamente expostas, deixando com que o ataque do time da casa agisse por lá, que estava uma Avenida. O Metrô até criava no meio, mas não chutava a gol. E se não chutar, não faz. O Joinville foi mais competente, fez dois gols e encaminhou a vaga

Chegou o segundo tempo, veio o gol de Cristiano, que deu uma graça na partida, e Ramirez se fechou. Fez um retrancão daqueles, deixou o Metrô atacar como um doido e não conseguia engatar nenhum contra-ataque. O uruguaio abusou da sorte. Preferiu ficar lá atrás a continuar mostrando o bom futebol do primeiro tempo. Davino jogou o time mais a frente, com a entrada de Fuzuê, mas não foi suficiente. Seu time perdeu a vaga no primeiro tempo, onde comportou-se muito mal e acumulou um prejuízo grande.

Dois pontos a mais sobre o jogo: o JEC não fez uma grande partida, e correrá sérios riscos se repetir essa atuação na final. Já o Metropolitano precisa ganhar regularidade. Atuou com a sonolência da Ressacada no primeiro tempo e com a atitude do jogo do Augusto Bauer no segundo. Em campo, na chuvosa noite de quarta, deu a lógica.

10 comentários:

  1. Pergunta que não quer calar:

    O SEGUNDO GOL VALEU OU NÃO ? A RBS terminou a transmissão de um jeito que só aquele bando de gaúchos sabem fazer... e no ClicRBS está uma confusão só, vejam o trecho da matéria:

    Deu a lógica. Mas não foi fácil. Debaixo de muita chuva, num gramado escorregadio e com alguns pontos enlameados, o Joinville empatou com o Metropolitano por 2 a 2 e garantiu uma vaga na final do Turno do Catarinense. Lima, de cabeça, num lance em que lembrou o atacante Dario Maravilha, abriu o placar aos 26 minutos do primeiro tempo. Ricardinho, de fora da área, acertou uma bomba, à meia-altura do gol de João Paulo aos 42 minutos. Cristiano, aos 8 minutos do segundo tempo e Mário André aos 48, anotaram os gols do Metrô.


    Dai, mais lá em baixo, fala o seguinte:

    Nos descontos, Mário André, bateu de dentro da área. Era o empate. Que, para o azar do Metrô não valia mais nada. Para chegar a uma final é preciso ter sorte e competência. O JEC teve.

    ResponderExcluir
  2. Acho que se referiam que o empate não valia de nada pro metro

    ResponderExcluir
  3. O maior erro foi o Brusque não ter tomado 4 gols pra deixar essa gente nojenta de fora antecipadamente.

    ResponderExcluir
  4. Se tratando de Brusque FC, tomar de 3 ou 4 é normal mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Normal mesmo é um clube com quase 10 anos nunca ter ganho nenhum título. Em se tratando de Blumenau, mais normal ainda.

    O Brusque com menos de 5 anos foi campeão estadual.

    ResponderExcluir
  6. Porque o brusque vive do Passado? talves porque hoje não sejam mais nada, não esqueçam tb que o Brusque fiu a junção de outros clubes muito mais antigos que o Brusque, o nome Brusque foi campeão com 5 anos,entendem? hoje o Brusque não é mais nada,se segura para não cair. Todo mundo sabe que o tal do "metroxa" como vocês chamam ede trouza não tem nada, tem o melhor tecnico do estado, um dos melhores do Brasil e hoje, admitam está bem acima do Brusque, Títulos? detalhe, um dia chegamos lá, mas título não ganha outro título nem tira clube da lama.
    ACORDEM BRrusquences!!!

    ResponderExcluir
  7. tem o melhor tecnico do estado, um dos melhores do Brasil
    __________________________________

    Piada

    ResponderExcluir
  8. E outra: Se cair este ano, vcs sabem que o Danilo larga o barco e talvez vcs não tenham futebol a partir do ano que vem.

    Por tanto meus caros, acordem pra vida e olhem pro quintal de vcs que é mais lucro.

    ResponderExcluir
  9. O Brusque vive do presente. Ano passado foi Campeão da Copa SC.

    Passado é importante na história de qqer clube. O que seria do Botafogo, Fluminense, Santos, Vasco e tantos outros clubes sem passado?

    Voces não tem títulos, nem passado, nem tradição, nem estádio, nem torcida, nem sócios. Nada. Um clube bolha.

    ResponderExcluir