domingo, 18 de abril de 2010

No equilíbrio, o regulamento decidiu por JEC x Avaí

O único favoritismo, se é que dava pra dizer isso, que o Avaí tinha sobre o Figueirense, era o fato de jogar pelo empate em casa para ir à final do campeonato. Nos dois clássicos anteriores, jogos marcados pelo equilíbrio e dois empates. O cenário não mudou nada no terceiro encontro, e novo empate. Mas o regulamento mandou o Avaí para a final contra o Joinville.

Não foi um jogo bom. No início o Avaí parou em importantes defesas de Wilson, mas na primeira chance de perigo do Figueira, Fernandes fez brilhar sua estrela, e conferiu. Na segunda etapa, Péricles Chamusca se expôs, colocou Roberto no lugar de Gustavo e conseguiu apertar mais na frente. Depois do pênalti (corretamente) não marcado por Sálvio Spínola em Roberto, no lance seguinte a falta aconteceu, para Davi completar.

Acho que vou na contramão do que muita gente diz, para dizer que não há favoritismo tão grande do Avaí para ser o campeão. É bom lembrar que o regulamento deste ano mudou: haverá saldo de gols na final, com o Avaí jogando pela igualdade. Acabou aquele negócio de 5 a 0 no jogo de ida com 1 a 0 na volta leva a partida para a prorrogação. E aí será a chance do Joinville: invicto na Arena, o time de Mauro Ovelha terá a chance de vencer e tentar abrir uma vantagem de gols para a partida de volta. O Leão não terá quatro titulares em Joinville (Zé Carlos, Batista, Rafael e Marcinho), fora os que estão no Departamento Médico, sem contar o desgaste da partida contra o Grêmio, e enfrentará um JEC inteirinho.

Promessa de bons jogos nas finais. E méritos para a bela arbitragem de Sálvio Spínola. Ensinou para a arbitragem de Santa Catarina, principalmente, como controlar uma partida sem usar de boçalidade.

7 comentários:

  1. Parabéns Rodrigo,

    Primeira vez que eu visito o teu blog e gostei da parcialidade.

    O do Castiel já combinei com outros 5 amigos que não vamos mais dar "ibope", tomara que mantenhas essa visão de jogo exemplar a outros jornalistas, principalmente aqueles da imprensa que se julga dona da razão e faz campanha contra os arbitros quando os prejudica e quando os favorece sequer mostra os lances.

    Só nos resta lamentar, e ainda bem que o futebol é muito mais que uma mídia provinciana que vem do RS achando que manda aqui..

    Abraço meu querido, fica com Deus e boa semana pra ti estimadoooo

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo, o Cruzeiro perdeu pro Ipantiga e esta fora do Mineiro. O Galo deve ser o Campeão. Como sempre o Cruzeiro vai brigar por coisas boa no Brasileirão. Aqui, com todo respeito, jogar contra os clubes do interior e muito RUIM para os times de Fpolis. Pra se ter uma ideia, no Avaí um bom patrocinio só vira em maio para o Brasileiro. Esse ano o orçamento do Avaí irá girar em torno de milhões. Portanto o clube mesmo Campeão. Deve abrir os cofres e reforçar para serie A. Pra nós o campeonato acabou, pois tiramos eles. Agora é festa pro interior!! Aqui as atenções já são o Brasileiro!!

    ResponderExcluir
  3. FRPereira,

    Não esquece da vaga na Copa do Brasil. O Cruzeiro pode perder mas sabe que vai jogar a Copa, se não for pra Libertadores.

    Duvido que o Avaí jogue o Estadual de lado pra ficar fora da Copa do Brasil.

    ResponderExcluir
  4. Pra mim sem duvidas os dois melhores times vão disputar as finais.
    Moralmente o Avaí já é o campeão do estado por ter feito melhor campanha nos dois turnos, infelizmente o regulamento favorece os incompetentes, e por pouco não dá ai um Brusque ou tomBense contra o JEC

    ResponderExcluir
  5. Será que se o jogo de ontem, na final do returno, ao invés de ser Avai x Figueira, fosse Figueira x Brusque, será que seria o Sálvio Espindola ou seria um caseirinho desses que só puxam para o MAIOR?????????? Com certesa, se o Brusque tivesse na final do returno, quem apitaria ontem seria árbitro de SC.
    Fui nojo!!!

    ResponderExcluir
  6. comentario 19 de abril de 2010 00:00

    Olha, se tivesse dado Brusque na final seria muita justiça. O seu time só está lá pq o Brusque foi garfado em Florianópolis.

    Essa de dizer que deu os dois melhores na final é pra quem não entende nada de futebol. Melhor é aquele que está jogando o melhor futel no momento.

    Não fosse assim, o Santo André não estaria disputando a final do paulista contra o Santos. Nome pra mim não quer dizer nada. Se nome valesse, São Paulo ou Corinthians ou Palmeiras estão disputando a final.

    Acontece que lá não existe essa arbitragem suja como daqui, embora ocorram erros também. O qe precisa é moralizar esse campeonato de SC, que sempre ajuda (e muito) os times daí.

    Não fosse pela arbitragem, voces estariam eliminados do campeonato.

    Força JEC!!!

    ResponderExcluir
  7. Avai fez a melhor campanha nos dois turnos ???

    Fumou ? bebeu ?
    Não acompanhou o primeiro turno ?

    ResponderExcluir