terça-feira, 25 de maio de 2010

Segunda derrota, e sinal de alerta

O Figueirense perdeu para o Náutico em casa de uma forma pra lá de dolorida. Perdeu com um jogador a mais durante boa parte da partida, e teve um sem número de chances de gol. Aliás, reclamar de falta de chances o time não tem o direito.

De certa forma, aquele termômetro que já falei aqui, o período de início de campeonato para sentir se o elenco atual é suficiente para ficar entre os quatro de cima para garantir o acesso, parece estar frio e preocupa. A circunstância do jogo, em que o Figueira tinha vantagem numérica e várias chances de gol, não permitia uma derrota. Se viu no segundo tempo um jogo de meia-linha, e dentro do que pôde, o Náutico jogou fechadinho e conseguiu o seu objetivo. Claramente, dá pra notar que falta uma liderança dentro de campo que controle a ansiedade da garotada. Aqueles jogadores que poderiam fazer a diferença nessa situação falharam. Onde está o Willian, aquele atacante que ganhou os prêmios de melhor do Campeonato Estadual, sendo implacável nas chances que aparecem? Hoje, os tais jogadores que poderiam fazer a diferença, como Firmino e Fernandes, este no segundo tempo, não foram felizes.

O Figueira despenca na classificação e terá o Brasiliense, fora de casa, no próximo sábado. Qualidade o time tem, mas é necessário jogar com os nervos no lugar. As chances aparecem, mas precisam ser aproveitadas.

Foto: Ricardo Duarte - ClicRBS

Um comentário:

  1. O bandeirinha FERNANDO LOPES assaltou o Brasiliense ontem na Arena Joinville. Além de no jogo normal da tudo para o Coritiba, ele "cara de pau" validou um gol em total IMPEDIMENTO ao 46 minutos do segundo tempo.
    VERGONHA SEU FERNANDO LOPES.
    É uma piada um homem desse bandeira ainda.
    É muita semvergonhisse.

    ResponderExcluir