terça-feira, 8 de junho de 2010

Saiu a súmula de Brusque x Tigre. Jefferson Schmidt detona Joceli, e sobrou até pra Argel

Bom, como era de se esperar, o árbitro Jefferson Schmidt iria detonar o técnico do Brusque, Joceli dos Santos, na súmula da partida. Sobrou até para Argel Fucks, técnico do Criciúma É o jeito que ele tem de se defender no tribunal e escapar da geladeira. Perdoem os palavrões, mas o relato do árbitro segue na íntegra, abaixo:

“Aos 44 minutos do segundo tempo expulsei do banco de reservas da equipe do Brusque FC, o Sr Joceli dos Santos, técnico da equipe, por prática de reclamação acintosa contra marcação da arbitragem. Após ser expulso, o mesmo negou-se a sair e a não atender a orientação do Árbitro Reserva, Sr Marcus de Souza, sendo necessária a minha intervenção, onde então o técnico expulso passou a me chamar de FILHO-DA-PUTA, SAFADO E VAGABUNDO; e ao invadir o campo de jogo veio a desferir um golpe em meu rosto atingindo a região próxima ao olho direito. Após o término da partida, ao sair dos vestiários de arbitragem fui abordado pelo técnico expulso o qual me ameaçou dizendo ” QUERO TE PEGAR SOZINHO, NO MANO-À-MANO, E VER SE VAIS SE ACOVARDAR DE MIM!”. Ato seguinte registrei Boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil contra o mesmo por agressão e ameaça conforme registro de nº 00054-2010-0616 e Guia de Exame de Corpo de Delito nº 598 (em anexo). 2.2 - Após o término da partida, quando o 4º Árbitro, Marcus de Souza, dirigiu-se ao vestiário da equipe do Criciúma, a fim de colher assinatura do capitão daquela equipe na “Comunicação de Penalidades”; foi barrado pelo técnico da referida equipe, Sr Argel Fucks, o qual expulsou-o do local, chamando a arbitragem de LADRÃO, SAFADO E FRACA.

Bom, isso foi o que relatou o árbitro, que assumiu o seu erro. Ele não precisava intervir para expulsar Joceli. Era o juiz da partida e não o policial militar que estava na beira do gramado. Era só mandar a PM retirar e esperar. Mas não, preferiu mostrar que é autoridade e ir bater boca com o treinador. E como ele mesmo relatou, o técnico do Criciúma, Argel Fucks, também desceu o sarrafo na atuação da arbitragem no domingo, que foi trágica. Se desferiu um golpe ou não, as imagens das emissoras de TV estão aí. Mas ele não diz porque deu um murro na cara do técnico do Brusque, que igualmente registrou ocorrência na Polícia Civil e fez exame de corpo de delito. Uma imagem vale mais do que mil palavras.

Pior de tudo isso é esperar alguma coisa do Tribunal de Justiça Desportiva. E a imagem do futebol catarinense ganha mais uma arranhada.

3 comentários:

  1. Vai dar em nada.

    Até por quê nem o Joceli e nem o juiz agrediram DE FATO.

    Pra mim, encostar a mão na cara é diferente de murro.

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo,
    O Jefferson Schmidt é um gozador. Será que pensa que não existe televisão com câmeras nos estádios?
    Aqui em Florianópolis a imagem que chegou foi o Joceli reclamando e ele dando um murro no rosto do técnico do Brusque.
    Se não foi isso a imagem foi manipulada... heheh
    É só banir este árbitro do futebol, sem qualidade técnica e sem preparo psicológico, daqui a pouco vai querer agredir até o torcedor que falar palavra mais ríspida para ele.
    Já tinha ouvido comentários que comparando as arbitragens do estadual com esta copa, o catarinense teve show no apito.

    ResponderExcluir
  3. Esse juizinho, sim juizinho, é FRACOOOOO!
    E é do tipo que faz as cagadas e no final ainda fica encarando a torcida para ver o circo pegar fogo.
    Tem que ser banido, sem condições!

    ResponderExcluir