domingo, 11 de julho de 2010

Hora de louvar o tri do Bruscão

Semana começando, acho que é hora de tocar o barco pra frente, né? Pena que o ocorrido abafou um pouco o tricampeonato do Bruscão na Copa Santa Catarina.

Mas agora é hora de falar do jogo. Vamos lá.

Antes de falar do título, vou voltar ao ano de 2006. O então presidente Inácio Schwartz lançou um projeto chamado "Bruscão 2010 - Paixão pelo futebol". Entre outros pontos, visava tornar o clube sustentável financeiramente, e conquistar um título estadual neste ano. O Catarinense ficou com o Avaí, mas o Bruscão conquistou um troféu tão importante quanto. Afinal, a Copinha colocou o Brusque na segunda Copa do Brasil da sua história. A primeira foi em 1993, quando o clube foi eliminado na primeira fase pelo União Bandeirante, então vice-campeão do Paráná.

O clima antes do jogo foi tenso, principalmente com a desconfiança acerca da arbitragem. Já critiquei muito o Célio Amorim aqui, mas não tenho reclamação dele na decisão, que foi jogo duro, afinal, o JEC precisava da vitória e pressionou desde o primeiro minuto. Como o primeiro tempo terminou zero a zero, o desespero começa a bater de forma natural, e com eles os espaços no contra-ataque.

Joceli tirou Pantico no intervalo (e soube que ele não gostou disso no vestiário) e colocou Ratinho, um homem de meia. Começaria ali um princípio de retranca? Não, pois ele puxou uma bela jogada na esquerda, entrou na área e fez um a zero. Aí sim o JEC entrou no desespero.

Basicamente, o jogo teve dois nomes: o goleiro brusquense João Ricardo, que operou defesas espetaculares, e contou inclusive com a sorte em uma bola que escapava de suas mãos. O outro nome é Lima, o chamado "Limatador". É incrível como a pressão acaba com a qualidade de um jogador. O que o Lima perdeu de gol feito, foi algo inacreditável. Se o JEC perdeu a Copinha, a culpa deve ser dada ao seu camisa 9, que só precisava empurrar uma bolinha pra dentro, e perdeu de tudo que é jeito. O final foi dramático. O Joinville empatou, mas não conseguiu o gol do título. O um a zero do Augusto Bauer foi suficiente.

Jogo terminado, e a festa em Brusque foi longe. Aquele time que jogou contra a Chapecoense no Estadual brigando pra não ser rebaixado conquistou uma recuperação brilhante, mostrou um espírito de equipe sensacional, deu um susto no Campeão Catarinense dentro da Ressacada e fez uma bela campanha na Copinha. Agora é planejar 2011, que já começa em dezembro, com o time indo ao Rio Grande do Sul lutar pelo bicampeonato da Recopa. Parabéns a todos os guerreiros. Como disse no post anterior, o time foi campeão, contra tudo e contra todos.

11 comentários:

  1. se quiser fotos e video tem aqui:
    http://picasaweb.google.com/budapetermann

    http://www.youtube.com/watch?v=rAWuqRkbyZk

    ResponderExcluir
  2. se quiser fotos e video tem aqui:
    http://picasaweb.google.com/budapetermann

    http://www.youtube.com/watch?v=rAWuqRkbyZk

    ResponderExcluir
  3. Rodrigo

    Além dos parabéns ao Brusque, jogadores e toda a diretoria, temos que dar os parabéns a você, Xiru, Giovani. GuerreiroS também, que ajudaram o Bruscão a conquistar esse título.

    E também ao Luciano, nosso patrocinador, que viabilizou essa conquista do Brusque. Luciano, agradecemos de coração! Você mora no coração de todos nós torcedores do Bruscão!

    Todas as criticas da Radio Cidade (Rodrigo, Xirú) sempre foram construtivas, exceto alguns excessos de descrédito com os nossos jogadores de base.

    Hoje todos reconhecem o valor do João Ricardo, João Neto, Guto, Valdo, Tom e todos os demais. Sem eles seria impossível conquistar esse título.

    Esse jogadores são patrimônio do Bruscão, e é com eles que o clube poderá ganhar dinheiro no futuro. Precisamos continuar o trabalho com as categorias de base. Nenhum clube consegue ter sucesso sem categorias de base.

    Parabéns também ao Joceli pelo excelente trabalho e estrela. Sem dúvida será o nosso técnico para o ano que vem. Parabéns ao Polaco, competente preparador físico que deixou voando em campo, com pouquíssimas contusões.

    Parabéns ainda ao Indião, cujo trabalho não aparece mas tem uma importância fundamental no clube. Outro guerreiro do Bruscão.

    Precisamos mesmo de um estádio. Brusque merece e não pode continuar passando vergonha com críticas de todos que vem jogar em Brusque. E com razão.

    Tenho certeza que o prefeito Paulo Eccel vai dar apoio a essa iniciativa.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. parabens bruscão!! bem lembrado do inacio e do projeto 2010. quero lembrar ainda do joao e do seu nivaldo que rescatarm o bfc em 2004. parabens a todos que lutaram contra todos.

    ResponderExcluir
  6. Parei no "Tão importante quanto o estadual"

    Deu pra ser piadista agora. Rodrigo?

    Muito legal pela vaga na CDB e Serie D, mas ô torneiozinho fuleiro...só teve o JEC de adversario.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns ao Brusque, seus dirigentes, comissão técnica, jogadores, apoiadores e é claro, torcedores. De forma simples e com muito trabalho (como escrevemos em Stadion), o futebol de Brusque colhe frutos para todo o Vale e honra o seu futebol do passado, com os históricos CACR e CEP. Lamentamos apenas (como já o fizemos em Stadion), a ausencia de um calendário mínimo a todos os clubes. Isso é consequencia é claro, de um processo de concentraão de poder na mãos dos grandes clubes e da ausencia de participação dos pequenos é médios.

    ResponderExcluir
  8. A copa sc tem que ser muito comemorada, assim como foi, com centenas esperando o BFC ate depois da meia noite. A copa sc é tao importante quando o estadual, embora nao tenha tanta vivibilidade. Apenas o Avai e figueirense, este apenas no turno, nao jogaram com suas equipes principais. Alem do mais, a Copa sc da vaga os mesmos premios que o estadual e mais a recopa sul brasileiro.

    Parabens Brusque!!

    ResponderExcluir
  9. Joinville depois deste jogo acho que se tornou um inimigo mortal do Brusque, alem de toda a robalheira, o escandalo do delfinzinho com o Rodrigo, uiseram dar uma de engraçadinhos com o time do Brusque na hora da comemoração. quando o time estava orando e agradecendo antes de comemorar com a torcida, algum babaca ligou o sistema de irrigação do campo e molhou todo mundo que estava ali, coisa de time invejoso, alem disso percebi mais uma coisa que não achei legal, enquanto todos os jogadores estavam festejando com a torcida o teti e o pantico ficaram longe e conversando entre si, como se nao tivesse acontecido nada. Gostei muito da vibração do Rogélio, do Diogo e do Joao Ricardo, parecia que tinham ganho o titulo mundial, esse é o espírito...parabens BRUSCÃO

    ResponderExcluir
  10. Fico imaginando o desgosto do Pantico. Além de não gostar, foi substituído e o jogador que entrou no lugar dele fez o gol do Brusque e da classificação. Precisou vir um cara da reserva pra fazer o gol, pois os titulares não foram competentes para tal.

    ResponderExcluir
  11. "menas", né Rodrigo? Entre Campeonato Catarinense e Copinha SC tem anos-luz de distância. De qualquer maneira, Brusque tá de parabéns e tomara que faça, junto com a gente, boa campanha na Copa BR em 2011.

    e a tal da Arena, hein? Todo mundo faz festa lá, menos o JEC. Enterraram um sapo.

    abraço!

    ResponderExcluir