quinta-feira, 1 de julho de 2010

Brusque vence o anti-futebol

Não ouvi a entrevista do Argel Fucks, e sinceramente, não vou querer ouvir. Mas com o esquema que ele arrumou, com três volantes, e em dado momento, com um jogador a menos, montou um retrancaço, com duas linhas de quatro, ainda assim tomou dois gols. Reclamação com José Acácio da Rocha? Pode ser, mas o Brusque perdeu justamente a sua dupla de ataque, Pantico e Rafael Xavier, além do capitão Rogélio, para o jogo de volta. Mas o Criciúma não merecia vencer. Um time sem meia (Marcos Denner não é meia nem aqui, nem na China), com trocentos volantes, só marcando e jogando de forma violenta, não pode merecer uma vitória. Há de se punir o anti-futebol.

E assim o Brusque foi para a partida. Começou dando as cartas no jogo, descolando várias jogadas, envolvendo a zaga adversária. Teve uma bola na trave, com Têti, e abriu o placar com Rafael Xavier, de cabeça. Fez um a zero ao natural, e o Tigre só subia em contra-ataques, e num deles conseguiu um empate, com Lins.

Começou o segundo tempo, e o Criciúma, perdeu o zagueiro Rodrigo, expulso ao tomar o segundo amarelo matando um contra-ataque de Pantico, e Argel mandou todo mundo voltar. Duas linhas de quatro para fechar o espaço e tomar pressão. Daí, Pantico achou uma bomba de fora da área e aos 47:30, Cris marcou em um bate-rebate na área. O retrancão não funcionou.

Argel colocou a culpa na arbitragem, mas Joceli também reclamou muito. Ambos perderam jogadores importantes para o jogo de volta, quando o Brusque pode perder por um gol. Não vi no Criciúma um time melhor que o Joinville. É um time que bate muito, dá muito chutão e não cria jogadas de qualidade no meio-campo, que simplesmente inexiste com Marcos Denner, que por algum motivo oculto deve continuar no time titular. Assim, o Brusque terá que seguir a mesma receita de Joinville, sábado passado. Jogar com paciência, sem retrancar, e criar as jogadas quando a oportunidade aparecer. É bem possível, mesmo com os desfalques, mas com a volta de Diogo Oliveira. Vai ser um jogo interessante, que pode custar a cabeça do técnico tricolor.

Sobre o que o Argel fez no Augusto Bauer, escrevo amanhã. Ele se negou a dar entrevista às rádios de Brusque, dizendo que ele fala pra quem quiser. Só porque perdeu.

8 comentários:

  1. Rodrigo, posta pra gente quantos e quem são os jogadores do Criciuma que não vão jogar a final

    ResponderExcluir
  2. O Brusque perdeu os 2 atacantes, mas tem a volta do Diogo, João Neto e Paulinho.

    Estive pensando qual a melhor formação, e na minha opinião o time deveria jogar num 4-5-1 assim:

    João Ricardo;
    JNeto, Pereira, Cris, Valmir;
    CAlberto, Leandro, Paulinho, Teti e Diogo;
    Lourival.

    Reforça a marcação no meio de campo com o Paulinho e encosta o Diogo mais na frente com o Lourival.

    Acho que o Joceli não deveria correr o risco de colocar o Marcelo em campo. Todos sabemos que vai ser expulso. Chega sempre atrasado nas bolas e tem que fazer faltas violentas pra compensar a deficiencia técnica. O BFC vai perder o jogo se ficar com 1 a menos. Não vai suportar a pressão pq eles vão lotar o estádio.

    Foi bom os atacantes e Rogélio tomarem o terceiro cartão. Sem querer, o juizinho acabou beneficiando o Bruscão. Se passar pelo Criciuma, todos voltam zerados para a decisão.

    ResponderExcluir
  3. Achei os desfalques

    Quanto aos desfalques de Júlio César, Evaldo, Galego e Rodrigo, ele acredita que, pelo fato de o grupo ser homogêneo, esse problema não será tão grande. “Nosso grupo está bom, não será essa falta que irá acabar com o bom rendimento da equipe. Ainda teremos a volta de Lino, que é um ganho”.

    Argel SUCKS

    ResponderExcluir
  4. Faltou justificar a ausencia do Ratinho na escalação. O maior problema do Ratinho é que erra muitos passes.

    50% ou mais de erros em passes, arma contrataques para o adversário além de estragar quase todas as jogadas no meio e no ataque.

    Sem dúvida o Paulinho seria muito mais útil nessa posição. Corre mais, é mais rápido e marca melhor.

    ResponderExcluir
  5. o jogo nao foi la essas coisas, mas o importante foi conquistado, a vantage de um gol. vamo bruscao.

    ratinho, valmir, rogerio souza, decepcionaram. tom e leo eu nao confio e em momentos de decisão, nao aguentaram o tranco. paulinho eh aquela coisa de sempre.
    por isso eu ia no retrancão.
    joao neto, marcelo, cris e pereira.
    CA, guto e leite. teti, diogo e lorival.

    e seja o que deus quiser. axo que o joceli vai escalar assim.

    joao, marcelo, cris e valmir.
    ca, pereira, ratinho, teti e diogo, lorival.

    ResponderExcluir
  6. Rodrigo quem joga a final em casa ???

    Brusque ou Joinville ?

    Pelo site da federação "acho" que é o Brusque.

    Segue o link...

    http://fcfs.no-ip.org/fcf_sistema_principal/Classificacao_completa.asp?SelStart1=42 &SelStop1=42&RunReport=Run+Report

    ResponderExcluir
  7. Eu acredito que se o brusque for no Retrancão, acaba perdendo a parada...

    ResponderExcluir
  8. se pra melhor campanha contar os jogos de semifinais e finais de turnos então o Brusque não perdendo em Criciuma já tem a melhor campanha,

    se classificar em criciuma perdendo por 1 de diferença, fica atras no Jec na classificação geral

    ResponderExcluir