domingo, 18 de julho de 2010

Vitória que dá gosto

Dá gosto de ver uma partida em que o vencedor apresenta um futebol bem jogado. O Figueirense fez isso. Jogou um partidaço e venceu o Bragantino sem discussão. Na terça, havia matado o lanterna Vila Nova, o que era uma obrigação. Hoje pegou pedreira fora de casa, e venceu com autoridade. Atualmente, é o melhor time da Série B.

Já ouvi muito profissional da bola dizer que "o time precisa atingir o seu ápice na reta final do campeonato". Talvez essa expressão possa ser correta, mas hoje, o time de Márcio Goiano mostrou que tem o melhor conjunto após o retorno da Copa do Mundo, e tem condição de conquistar uma gordurinha que pode fazer a diferença no final, já que temos ainda 28 cansativas rodadas pela frente. Como é bom ver boas seguidas atuações do William, que detonou no Catarinense e veio num apagão no Brasileiro.

Ficam os parabéns para Márcio Goiano. A nova gestão do Figueirense estava louca para decapitá-lo, mas os resultados não deram razão para os cartolas o levarem para a Guilhotina. O problema era material humano e não treinador, que passou a pedir os reforços. Ele pediu um zagueiro, veio João Paulo. Pediu um atacante, veio Reinaldo. E o time vai se acertando para conseguir o acesso.

Vem aí o Santo André, vice-campeão paulista. É pra encher o Scarpelli. Acredito que todos gostaram do que viram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário