segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Na C tudo bem, na D também

O Figueirense jogou na sexta, e o Avaí sábado. O domingo foi exclusivo das Séries C e D para Santa Catarina. E tudo caminha muito bem. Em Chapecó, a Chapecoense, com gol do Rogério, venceu o Criciúma por 1 a 0, e os dois times lideram o Grupo D. O time do Macuglia lidera com nove pontos, todos eles conquistados em casa, mas é bom ressaltar que o time só faz mais uma partida dentro da Arena Condá, que será contra o Caxias. Não sei se 12 pontos são suficientes para conquistar a vaga na segunda fase. Vai ter que tentar arrancar alguma coisa em seus jogos fora de casa, contra o Brasil em Pelotas e contra o Juventude, que caminha a passos largos para a Série D, em Caxias do Sul. O Tigre tem ainda dois jogos em casa contra os times caxienses, e como já conquistou um ponto fora, pode chegar a 13. Ambos vão a Pelotas enfrentar o Brasil, que terá a vantagem de dois confrontos diretos contra os adversários catarinenses dentro do Bento Freitas.Todos os cinco têm chances de classificar, até mesmo o Juventude, que se vencer o Ca-Ju no domingo entra na briga. Mas tudo indica que quatro equipes brigarão pelas duas vagas, e que eu vou para Caxias no ano que vem transmitir o Juventude contra o Brusque.

Na Série D, o Metropolitano tropeçou em casa contra o eliminado Marcílio Dias, que encerra a sua participação com três pontos conquistados e apenas dois gols marcados. Vencendo ou empatando, o Metrô já tinha garantido sua classificação em primeiro, assim como o JEC precisou segurar o empate em Itápolis para ter a vantagem na segunda fase do campeonato, e garantir a possibilidade dos dois times de SC subirem juntos para a Série C. É difícil definir qual confronto de segunda fase será mais fácil, pois esta é uma parte que se compara o próprio poderio das duas chaves, o que pode "esconder" um pouco as armas de cada time. O Metropolitano vai a Ponta Grossa enfrentar o bom time do Operário, e o JEC vai a Iraty, enfrentar um time que me surpreendeu, e eliminou o bom Pelotas fora de casa. Pelo fato de tanto JEC quanto Metrô fazerem os jogos finais em casa, saem com favoritismo, e tem tudo para se cruzarem na terceira fase. Mas lá, dos 10 times, oito classificam. Então, mesmo perdendo, três times classificarão para a quarta e decisiva fase.

Fotos: Rodrigo Goulart/Diário do Iguaçu e Divulgação C.A. Metropolitano.

Um comentário:

  1. Acertou em cheio hoje rodrigo. Para classificar precisa-se de 13 pontos. O gol no final do jogo do Brasil contra o Juventude foi um balde de água fria na tranquilidade de Criciúma e Chapecoense. Fortes emoções pela frente. Pra cima deles Índio!!

    ResponderExcluir